quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Mais informações sobre a tentativa de assassinato em uma academia de Pedreiras


Kátia atacou sua amiga Joana Kaelyne em uma academia de Pedreiras 
Na manhã de terça-feira (20), uma tentativa de homicídio em uma academia no Bairro do Engenho chamou atenção de Pedreiras e região.

- A vítima, a personal trainer Joana Kaelyne, foi levada ao hospital com um ferimento no pescoço produzido por objeto cortante. Ela foi atendida e, posteriormente, liberada. A vítima compareceu à delegacia pela manhã e à tarde, para prestar depoimento à delegada da Mulher, Dra. Silvana Prazeres, que está conduzindo o caso.

- A acusada, identificada até o momento pelo nome de “Kátia”, foi presa e apresentada na delegacia de Pedreiras. Segundo informações de familiares, ela vem sofrendo problema relativo à separação. “Ela está passando por sérios problemas de saúde por conta dessa questão”, disse um familiar.  

- Em depoimento a delegada, Kátia afirma agiu por conta do relacionamento entre a vítima e seu ex-marido.

- Joana Kaelyne, por outro lado também em depoimento à delegada, afirma que relacionamento amoroso começou depois da separação do casal.

- A delegada da Mulher intimou o ex-marido para comparecer nesta manhã, dia 21, para ser ouvido pelas autoridades policiais. Silvana Prazeres quer ouvir a versão dele e tem algumas perguntas para serem esclarecidas. Outras pessoas também serão intimadas.

“Eu ainda não conclui o inquérito, já ouvi a vítima e também a autora e tem muitas situações que a gente está trabalhando neste caso; ele já foi intimado para ser ouvido agora pela manhã e outras pessoas também serão intimadas. Aguarde a concussão do inquérito policial,” disse a delegada à imprensa local, hoje cedo.

- A personal trainer e modelo da Loja Chicroft City de Pedreiras, Joana Kaelyne, relatou em depoimento para a delegada, que estava em seu local de trabalho, na academia, localizada na Avenida Mariano Lisboa, Bairro do Engenho, quando, por volta das 10h, a acusada adentrou ao estabelecimento. Kátia a chamou para conversar, as duas eram muito amigas; quando a vítima se aproximou, Kátia pôs a mão no short, puxou o estilete e tentou atingir a vítima. Joana Kaelyne ainda tentou segurar o braço da agressora, porém foi dominada e derrubada no chão; em seguida, Kátia passou a lâmina do estilete na região do pescoço, bem próximo a jugular da vítima, provocando ferimento.

- Kátia foi contida por populares que estavam na academia e alguns vizinhos que entraram no estabelecimento ao ouvir os gritos de desespero da vítima.

- Enquanto Joana Kaelyne era levada para o hospital, Major Ricardo, comandante do 19º BPM de Pedreiras, que estava abastecendo seu veículo em um posto nas proximidades, notou a movimentação de populares, entrou na academia, viu a mulher sendo contida, foi informado o que tinha acontecido; então, ele deu voz de prisão para Kátia e, por telefone, convocou uma viatura que fez a condução da agressora e a apresentou na delegacia de polícia de Pedreiras.

- Em depoimento a delegada, Kátia disse que encontrou o estilete na academia, mas a vítima desmente essa versão, ratificando que ela levou a arma branca na roupa. Joana Kaelyne afirmou, em depoimento.

- Familiares de Kátia estiveram na delegacia, a mãe da mesma, que disse a imprensa local nunca ter passado por uma situação destas, chegou a passar mal e chorava bastante pela situação da filha. O irmão que acompanha a mãe, também estava emocionado.

- Ontem (20), no final da tarde, Kátia foi levada para o presídio de Pedreiras, onde responderá pelo crime de tentativa de homicídio.

Vamos aguardar o relatório final da polícia civil sobre o caso que se transformou em enredo de novela mexicana.

- Com informações da polícia civil da 14ª DRPC de Pedreiras; 19º BPM de Pedreiras e Programa Tribuna 101 da FM Cidade. 


22 comentários:

  1. Keyttyelly Emanuelly21 de novembro de 2018 10:42

    Isso se chama inveja

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente um crime passional. Algumas pessoas ibtelinfeliz não sabem receber um não, e aceitar o fim do relacionamento. Somos livres(isso que se supõe) e temos o direito de recomeçar com outra pessoa. Obsessão é doença e pode até matar, infelizmente!

    ResponderExcluir
  3. Carência de homem na cidade dá nisso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. De Homem mesmo!!pq moleque tem de sobra em Pedreiras

      Excluir
  4. rapaz por traz desa rodoviaria de pedreiras ta cheio de ladra e noiado tem um quer tem uma tatuagem no pescosso queroa toma meu celular è muita osadia ele anda armado

    ResponderExcluir
  5. rapaz por traz desa rodoviaria de pedreiras ta cheio de ladra e noiado tem um quer tem uma tatuagem no pescosso queroa toma meu celular è muita osadia ele anda armado

    ResponderExcluir
  6. as duas sao lindas agora uma ta no ospital e a outra ta no chadrez chupando chibio e o gostosao ta livre ja atraz de outra lindinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tu tá bom de estudar pra ve se aprendi a escrever 😂

      Excluir
    2. E tu tá na Internet, enquanto deveria tá na escola 😂😂😂

      Excluir
    3. kkkkkkkkkk ja estudei de mas mas nao deu serto so do colegio eu so gostava da merenda

      Excluir
    4. Tu que mandastes o outro estudar, deve aproveitar e ir junto. Escreve errado,também. Exemplo: não é "ve", é VER. Também não é "aprendi", é APRENDE. Entendeu ou quer que eu desenhe?!

      Excluir
    5. Ver e aprende e meu zovos

      Excluir
  7. pesso as autoridades de pedreiras quer der um linpa neses vagabundo quer fica no mercado rodoviaria robanndo
    tem um quer tem uma tatuagem no pescoso ele nao tem medo de nada eu acho quer ele anda armado
    eu quero andar sem medo em pedreiras minha linda cidade mas abandidagem ta tomando de conta socorro socorro alguem de um basta nisso ai ai ai socorro eu quero chamar atençao das aotoridade de pedreiras ainda ta facio de resover a nossa segurança

    ResponderExcluir
  8. rapaz as duas sao gatas mui linda

    ResponderExcluir
  9. Falta de Deus e de amor próprio. Amém

    ResponderExcluir
  10. Pouvo pa iscrever eradu.

    ResponderExcluir
  11. É muito fácil agente julgar mais a ex estava com depressão por causa da separação e isso não é fácil mais eu acredito que homem nenhum vale a pena tal coisa pois ela estragou a vida enquanto os dois estão soltos agora .

    ResponderExcluir
  12. Vejo um montão de erros, dos comentários ,do ocorrido da família da vitima intervir ao blog com ameaças,sob os comentários , de não ter ninguém pra ajudar a moça que estar com muitos problemas psicologísticos ,vejo as pessoas apenas criticando ajudar ainda não vi ninguém então é lamentável toda essa situação.

    ResponderExcluir