terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Cardiologista José Rosino da Clínica BIOCENTRO em Pedreiras fala sobre arritmia cardíaca


Caracterizada por provocar alterações no ritmo dos batimentos cardíacos ou na condução do estímulo elétrico, a arritmia cardíaca, em muitos casos, é capaz de desencadear problemas graves, como a parada cardíaca; Palpitações, desmaios e tontura são alguns sintomas.

Sentir o coração bater fora do ritmo, como se tivesse uma “batedeira” dentro do peito, pode ser sinal de arritmia cardíaca. A condição, que altera o ritmo dos batimentos cardíacos, é uma das principais causas de morte súbita no país. Estimativas mostram que cerca de 2 milhões de brasileiros sofram de arritmia. A partir de um diagnóstico adequado, é possível reduzir seus riscos.

continua...


O cardiologista Dr. José Rosino da clínica BIOCENTRO de Pedreiras, alerta: “Apesar dos grandes progressos com o advento de novos medicamentos e com a evolução de medidas preventivas, no Brasil ocorrem cerca de 250 mil casos de morte súbita. Ou seja, a cada 2 a 5 minutos uma pessoa morre em decorrência da arritmia”, informa.

É fundamental adotar hábitos de vida saudáveis, como ter uma dieta equilibrada, evitar o cigarro e o excesso de bebidas alcoólicas, além de fazer exercícios físicos regularmente. “O ideal é que, ao menos uma vez ao ano, sejam feitos exames preventivos. Palpitações ou batimentos irregulares são sinais de atenção”, explica Dr. José Rosino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário