quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Pedreirense é assassinado a golpes de canivete em São Gotardo/MG



Silvano Moreno da Silva, 35 anos, natural de Pedreiras/MA, morreu durante uma discussão
Uma mulher de 34 anos foi presa na noite da última segunda-feira 10/12,  suspeita de assassinar um homem de 35 anos, com golpes de canivete na cidade de São Gotardo/MG.

Por volta das 21h30, a Polícia Militar foi informada, via 190, que havia ocorrido um homicídio no Bairro Boa Esperança.


Uma equipe policial foi até o local e deparou com uma testemunha aos prantos e com a vítima Silvano Moreno da Silva, 35 anos, natural de Pedreiras/MA, deitado no chão da cozinha.


A ambulância chegou ao local antes da polícia, porém os socorristas constatam que o pedreirense já estava morto. O perito de plantão foi acionado.


Uma testemunha relatou aos PMs que Maria Domingas Pereira de Sousa, 34, natural de Santa Inês/MA, e que residia na casa com a família, durante uma discussão com Silvano, ela apoderou-se de um canivete e desferiu diversos golpes contra ele.


Após o crime, Maria Domingas fugiu e ficou escondida. A Polícia Militar iniciou as buscas para localizar a suspeita.


Em decorrência das diligências, foram levantadas informações de que Maria Domingas se encontrava em uma residência na Avenida Rui Barbosa, Bairro Nossa Senhora de Fátima, em São Gotardo.


A PM  foi até o local, a suspeita foi localizada e presa em flagrante delito, confessando o crime. Maria Domingas foi conduzida até o Quartel Policial, juntamente com a arma branca (canivete) apreendida, sendo posteriormente encaminhada à Delegacia de Polícia Civil.

Maria Domingas confessou o assassinato 
Sobre a motivação do crime, Maria Domingas disse que Silvano havia agredido a esposa e jogado um prato de comida fora. Ao adverti-lo, ele também a agrediu; ela conta  que ficou descontrolada, pegou o canivete e desferiu os golpes.

Há relatos que chegaram ao blog do Carlinhos, que o crime teria motivação passional. Maria Domingas foi morar na casa do pedreirense em São Gotardo e se apaixonou pela esposa do mesmo, gerando  discussão que terminou em assassinato.


"Ele fez a bondade de colocar essa mulher dentro de casa e moral da história, ela se apaixonou pela mulher dele e ontem à noite ela o matou", relatou uma fonte.


A perícia técnica compareceu ao local do crime e realizou os trabalhos, encaminhado o corpo da vítima ao IML em Patos de Minas.


Silvano já morou no Bairro Nova Pedreiras. Os prefeitos Fred Maia, de Trizidela do Vale, e Antônio França, de Pedreiras, estão ajudando a família do pedreirense no translado do corpo.


Fonte: Caio Machado Patos Notícias

5 comentários:

  1. Vixe. Coitado do moço. Ser morto pela pessoa que ele estendera a mão.

    ResponderExcluir
  2. Ele já morou lá perto de mim na cidade de Perdizes

    ResponderExcluir
  3. Meus pêsames para Família. O homem abrigou a conterrânea, e ela fêz isso com êle? Se é assim, é uma ingrata, além de assassina.

    ResponderExcluir
  4. Essa raça de sapatao deveria ser extinta da face da terra.

    ResponderExcluir
  5. Era meu amigo de infância ,não fazia mal a ninguém.! Ele foi muito errado em colocar esse demônio dentro da casa dele ,nossa tô inconformada ele não merecia isso ,meu pêsames a família e que a justiça seja feita .

    ResponderExcluir