sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Com minoria de votos, vereador Jorge derrota a democracia e ocupa ilegitimamente o cargo de presidente da Câmara de Joselândia


5 derrota 6 na Câmara de Joselândia
Vereador Jorge do Manel 
Neste momento, um absurdo político/jurídico/administrativo/eleitoral acontece na cidade de Joselândia (MA). O vereador Antônio Jorge Lima, conhecido como “Jorge do Manel” (PRP) conseguiu sua eleição para o biênio 2019/2020 com a minoria de votos. Ele faz parte do grupo do prefeito Biné, contou com 5 votos dos 11 que compõe a atual legislatura da Câmara Municipal; ou seja, com a minoria, conseguiu derrotar os 6 vereadores da base de oposição, em um flagrante ato antidemocrático sem paralelo no estado do Maranhão. O presidente conseguiu tamanho e surpreendente feito, se utilizando de um jogo político que infelizmente convenceu até a Justiça.

A história é complexa, sem sentido, kafkiana e que o autor logrou o êxito para que a minoria conseguisse derrotar a democracia em Joselândia.

O presidente anterior da Câmara, Francimar, tentou antecipar as eleições no mês de abril de 2018; mas, já naquela época, ele compreendeu que não tinha votos suficientes (não conseguiu conquistar nenhum dos 6 votos da oposição) para manter-se no cargo para mais um biênio e desistiu do pleito.
Em 2017, vereador Jorge abandonou os colegas de oposição para se juntar ao grupo do prefeito Biné 
Em 29 de outubro de 2018, o vereador Francimar novamente convocou a eleição antecipada da Mesa Diretora da Câmara Municipal; ao perceber, mais uma vez, que não tinha votos, pediu a renúncia de sua candidatura e colocou um aliado, o vereador Jorge do Manel na disputa, ocorre que ele fez isso em um período que não cabia mais substituição com outro nome. A oposição percebendo o engodo, também solicitou a desistência da candidatura de seu candidato; nessa situação, com pedidos de renuncia as candidaturas de dois candidatos das chapas concorrentes, a disputa ficou sem previsão regimental; e para essa situação, o regimento interno orienta para que o caso seja levado para o Plenário da Câmara, para os vereadores decidirem soberanamente os novos rumos a seguir no PLENÁRIA da Câmara...
É o dispunha o texto do o artigo 238 do RI da Câmara Municipal de Joselândia/MA: “Art. 238 – Os casos não previstos neste Regimento serão resolvidos soberanamente pelo Plenário, cujas decisões se considerarão ao mesmo incorporadas”.
No entanto, o presidente, sem a maioria, arbitrariamente renunciou e colocou um substituto fora do prazo, em um ato de força, rasgando a resolução da Câmara, e não concedendo o mesmo direito aos candidatos de oposição.


Vereadores de oposiçõa 
Bizial, Negão do Chapéu, Léo, Diaranha e Bebeto Gama
E no dia 1º de janeiro, com apenas 5 votos, Jorge do Manel assumiu a presidência da Câmara para o biênio 2019/2020.  A bancada de oposição com 6 vereadores ficaram estarrecidos com manobra escandalosamente antidemocrática e assim segue as coisas em Joselândia.

A oposição levou o caso à justiça, tem julgamento em andamento sobre essas temeridades que acontecem na Câmara Municipal; para resguardar o direito a democracia, os advogados dos 6 vereadores de oposição solicitaram à justiça local uma (liminar) tutela antecipada para garantir um resultado justo em relação a futura mesa diretora da Câmara Municipal –, os vereadores oposicionistas querem conquistar a direção Câmara através da maioria absoluta daquela colegialidade de vereadores. Até que houvesse, em fim, o julgamento de mérito da causa; entretanto, a justiça local negou o pedido de tutela e o presidente eleito com menos votos, continuou no cargo de presidente.

Os vereadores de oposição, através de seus advogados, entraram com um agravo no TJ/MA, mas até lá, a democracia segue derrotada em Joselândia com um vereador ilegítimo no cargo de presidente da Câmara.


Mais

Eleitores de Joselândia se revoltam com vereadores que mudou para o lado do prefeito

Absurdo - Vereadores de oposição são trancados dentro da Câmara de Joselândia



Eleição da Mesa Diretora da Câmara de Joselândia continua indefinida

10 comentários:

  1. Em joselandia tudo pode onde ja se viu 5 ser maior que 6 só aqui mesmo onde domina a ditadura

    ResponderExcluir
  2. Agora fico com a seguinte dúvida:por que os gestores(prefeitos) querem ter a câmara a seu favor?

    ResponderExcluir
  3. Os bichinhos da oposição, democratas de arake. Doidinhos, se lambendo, desejando a presidência da câmara. Ainda vai!!!
    Tem vaga na câmara de Presidente Dutra, o prefeito Duran pode conceder.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveita babão. só falta dois anos pra vagabundo que so sabe lember ovo morrer de fome.

      Excluir
  4. Uma cachorrada desta só poderia acontecer nesta cidadizinha tupiniquim chamada de Joselandia. Uma vergonha para a Democracia e para o Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Bolsonaro vai acabar com esse tipo de fuleragem

    ResponderExcluir
  6. Adv Bismarck Salazar5 de janeiro de 2019 14:46

    Em São Luís Gonzaga o prefeito tentou fazer isso, inclusive recorreu a justiça.

    ResponderExcluir
  7. A qui em Joselândia é assim quem perde Ganha é tudo ao Contrario

    ResponderExcluir
  8. Na verdade Jorge ganhou por que FRANCIMAR é um cara q sabe jogar e os éguas q além de burros (da oposição)queriam votar no bosta do lado do prefeito,e de bosta por bosta fica o Jorge mesmo

    ResponderExcluir
  9. Esse vereadores da oposição não tem conhecimento de lei e fica ouvindo esse égua do Bisial conversando merda mais esse Bebeto e tá aí a resposta (Jorge Presidente)nós estamos é morto com esses vereadores da oposição q são todos analfabeto

    ResponderExcluir