segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Mãe e padrasto são presos pela suspeita de estupro de uma menor de 8 anos em Santo Antônio dos Lopes

Resultado de imagem para estupro menor ilustração
Imagem da internet
No último dia 16, a Polícia Civil de Santo Antônio dos Lopes cumpriu o mandato de prisão contra o casal Evandro Ferreira da Silva e Maria Matias. O marido é suspeito de estuprar a enteada, uma menina de 8 anos. A mãe está sendo acusada de encobrir o crime para proteger o companheiro.

INFORMAÇÕES INICIAIS

As informações iniciais relatam que, no dia 11, uma criança de 8 anos deu entrada no Hospital Geral de Pedreiras. A mesma, moradora do Povoado Mandis, zona rural de Santo Antônio dos Lopes, estava em estado grave, apresentando sangramento genital. Logo após o atendimento, ela foi transferida para o Hospital Geral de Peritoró.

Testemunhas disseram que o padastro estava muito agitado, querendo entrar no hospital de Peritoró a qualquer custo para acompanhar de perto o tratamento, e sempre perguntando pelo estado de saúde da criança.

VERSÃO DA MÃE

O depoimento da mãe relata que a menina foi violentada por desconhecidos, e que o fato poderia ter acontecido nas margens de um açude do povoado Mandis. A criança teria chegado ferida e chorando em sua casa após sofrer a violência sexual. 

Por causa da versão da mãe, duas pessoas estavam como suspeitas do crime.

DESCONFIANÇA DAS AUTORIDADES

A Delegada da Mulher de Pedreiras, Dra. Silvana Prazeres, foi até o Hospital Geral de Pedreiras em buscar de mais detalhes do caso. Posteriormente, foi a Peritoró para conversar diretamente com a mãe da vítima e os médicos.

Após analisar os exames e ouvir o depoimento da mulher, a delegada desconfiou de que ela estava omitindo fatos e possivelmente acobertando alguém.

Como o caso é de Santo Antônio dos Lopes, a polícia e o conselho tutelar do município também estavam comunicados para dar continuidade ao caso.

PRISÃO DOS PAIS DA CRIANÇA

A delegada de Santo Antônio dos Lopes, Ana Valéria, juntamente com a equipe de policiais foram até o Hospital Geral de Peritoró, onde efetuaram, no dia 16, o cumprimento dos mandados de prisão temporária em desfavor de Evandro e Maria.

As autoridades pediram a justiça o mandado de prisão do mãe e do padrasto, depois que ouviram o relato da menina. Ela confirmou em detalhes como tinha sido violentada pelo padrasto.

Os acusados serão encaminhados para o UPR (Presídio) de Presidente Dutra, onde ficarão a disposição da justiça. 

3 comentários:

  1. Isso aí cadeia nesses desgraçado😤😣

    ResponderExcluir
  2. Essa mae e muito vagabunda deixar esse monstro, verme estuprar a propria filha, merecem morrer queimados, ou degolados. Dra Silvana acabe com esses 2 malditos.

    ResponderExcluir
  3. Essa perte e mae n que ver o proprio padrasto entrupando a filha merece e morre todos os dois

    ResponderExcluir