quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Mais informações sobre a tentativa de homicídio na Praça do Jardim em Pedreiras

Elielton, preso por tentativa de homicidio
Na manhã desta quarta-feira (23), aconteceu uma tentativa de homicídio na Praça do Jardim, região central de Pedreiras. Um jovem conhecido como Elielton Vieira de Sousa atentou contra a vida de Italo Elian Sousa Barros. 

No momento, a vítima estava fazendo um trabalho de pintura num estabelecimento em frente à praça, quando Elielton chegou armado com um revólver calibre 38 e disparou vários tiros na direção de Italo. 

Hoje (24), a Polícia Civil e a Polícia Militar passaram mais informações sobre a ocorrência. Confira; 

Primeiros momentos do crime

Por volta das 10h20, momento em que ocorria o crime, o 19º BPM começou a receber informações confusas sobre o fato. Algumas ligações informaram que que se tratava de um assalto ou latrocínio, outras de que se tratava de dois homens numa moto atirando contra uma pessoa.

No local, os agentes prenderam um jovem de 18 anos conhecido com Elielton. Ele já havia passado momentos antes de bicicleta no local, onde avistou a vítima fazendo um serviço de pintura, em seguida, voltou até sua residência para pegar um revólver. 


Armado, Elielton retornou e efetuou os tiros. Testemunhas disseram que o mesmo chegou sem conversar, pegando Italo de surpresa. Em seguida, o autor dos disparos tentou fugir na sua bicicleta, mas dois policiais à paisana conseguiram o render imediatamente.

Reação dos policiais

Os primeiros policiais a atender a ocorrência foram o Sargento Lamark (que está de férias do 19º BPM) e o Sargento Mota (reservista). Por coincidência, os dois estavam num local próximo, à paisana, quando ouviram o estampido. Ao reconhecerem o som de disparo de arma de fogo e ver Elielton armado, eles empreenderam reação rápida para capturar o jovem.


Logo em seguida, as viaturas chegaram empreendendo um cerco na região central da cidade, acreditando nas primeiras informações de que se tratava de um latrocínio e que indivíduos estariam de moto.

Os dois policias receberão uma menção honrosa pelo serviço apresentado no dia.

Depoimento de Elielton e motivação

Ontem, o autor dos disparos prestou depoimento para o Delegado do 1º DP Jânio Pacheco.

“Elielton confessou todas as suas práticas criminosas. Ele afirmou que foi diretamente  onde o Italo estava trabalhando para efetuar os tiros. O primeiro disparo falhou e a vítima correu para dentro do estabelecimento. Elielton o seguiu e continuou a dar tiros, tendo disparado ao todo, 5 vezes. Apenas 2 munições foram deflagradas, 3 falharam." Disse o delegado.

Local onde ocorreu o crime
“Isso é um acerto de conta entre eles. Os dois teriam brigado há cerca de três meses atrás. Elielton, junto com seus colegas e alguns familiares estavam tomando banho no Balneário da Caema, quando Italo chegou supostamente ameaçando um amigo dele. Elielton interveio na ocasião e falou para Italo não ficar intimidando seu colega na frente de crianças, em seguida, os dois entraram em uma luta corporal. Em outra ocasião eles se encontraram e ficaram se encarando” Continuou.

O autor dos disparos também declarou que estava sendo ameaçado de morte pela vítima.

Estado de saúde de Italo e continuação do caso

Italo foi atingido por dois tiros, um deles no queixo. Ele está de observação no Hospital de Presidente Dutra e em breve será submetido a uma cirurgia para retirar a bala.

Após sua recuperação, o mesmo também será ouvido na 14ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Pedreiras.

Elielton irá responder por tentativa de homicídio qualificado. Ele já foi encaminhado para o Centro de Ressocialização (Presídio) de Pedreiras, e em seguida será submetido a júri popular.

Vídeos do incidente;



6 comentários:

  1. Infelizmente a violência se faz presente em nosso dia a dia tornando se cada vez rotineira .

    ResponderExcluir
  2. e agora seu José! !!!!!! Pegar uma cana bacana,perdendo a liberdade, jogando a vida fora,grande feito!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Clonaram o celular do prefeito de Lago do junco , pedreiras , esperantinopolis

    ResponderExcluir
  4. Clonaram o celular do prefeito de Lago do junco , pedreiras , esperantinopolis

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente não existe mais segurança em Pedreiras somos reféns do crime, a polícia pouco faz para prevenir ou investigar, enquanto não colocarem alguém que se preocupa com a população as coisas vão continuar a piora... Esse Major Ricardo foi indicação do Prefeito Antonio de França, como sempre errando nas suas escolhas...

    ResponderExcluir
  6. Só falta de Deus. Homens e mulheres vamos à igreja, falar com Deus.Nada de seitas.

    ResponderExcluir