sábado, 9 de fevereiro de 2019

Prefeitura de Esperantinópolis concede reajuste acima do piso nacional para professores

Prefeito Aluisinho do Posto 
Os professores de Esperantinópolis estão festa com a decisão do governo do prefeito Aluisinho do Posto. Os professores da rede municipal terão um reajuste acima do piso nacional. O aumento será de 6%, enquanto o reajuste nacional é de 4,17%. O valor corresponde ao vencimento inicial dos profissionais do magistério que terão jornadas de 16 horas/aulas semanais.

Segundo o prefeito Aluisinho do Posto, o novo piso salarial passa a vigorar a partir do pagamento de janeiro de 2019 e faz parte da política de valorização do magistério, adotada pela Prefeitura de Esperantinópolis.


"O nosso compromisso com a educação do município, aumento acima do piso nacional. Hoje os professores estão prontos para iniciar o ano letivo de 2019,  esse incentivo no salário, com certeza, vai refletir no desenvolvimento da nossa educação, pois o empenho será muito maior e os professores de Esperantinópolis estão muito empolgados", pontua o prefeito Alusinho.

O piso é reajustado anualmente a partir do mês de janeiro e segue as regras da Lei do Piso, de 2008, que define o mínimo a ser pago aos professores da rede pública em início de carreira, com formação de nível médio e jornada semanal. O aumento é definido de acordo com o valor anual mínimo por aluno no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Posteriormente, o Plano Nacional de Educação (PNE), que entrou em vigor em 2014, também trouxe dispositivos para garantir o pagamento do valor mínimo aos docentes e promover a valorização da carreira. No entanto, boa parte dos municípios do país descumpre a lei federal de pagar o vencimento básico nacional.

Educadores de Esperantinópolis 

O aumento foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 4 de fevereiro



5 comentários:

  1. Quero registrar inúmeros casos de assalto a motociclistas na região do Porto da Madeira logo após o povoado Transwal, (Trisidela do Vale) ja tive um primo que teve sua moto roubada e inúmeras vítimas. E agora o caso mais recente foi um jovem morador do povoado Cocalinho que teve sua moto tomada de assalto, e ainda foi atingido por tiros disparados pelos bandidos.
    Por aquela estrada circula inúmeras pessoas vindo dos povoados sentido as cidades de Pedreiras e Trisidela do Vale.
    Bandidos ficam dentro do matagal esperando pelas vítimas.
    Alô Policia Militar, Major Ricardo é hora de colocar o serviço de inteligência da Polícia pra agir.
    Srs. Prefeitos vamos tomar providência o povo já não suporta terem seus bens levados dessa forma por bandidos.

    ResponderExcluir
  2. Ai ai sera q esse ano o prefeito vai pagar pelo menos o reajuste de 2019 visto q 2017 elw so pagou a partir de Outubro w em 2018 nem um centavo.

    ResponderExcluir
  3. Só foi começar abater as matrículas irregulares começa melhorar para quem tem esperança de um futuro melhor
    Certo meu prefeito

    ResponderExcluir
  4. Veio só para prejudicar os professores. nós sabemos que o piso salarial é do governo Federal por isso ele não está aumentando,fez só repassar,Agora o que ele fez da bom para com a classe que nós temos conhecimento foi: enves de trabalhar 13 aulas ficou para 15 isso sim mostra o tamanho desrespeito com a categoria.

    ResponderExcluir
  5. Em 2018 o governo federal concedeu um reajuste de 6,81% e o repasse do município foi apenas 3,5%, este ano o repasse do governo federal foi 4,17% e o que foi concedido pelo governo municipal foi de 6%, ou seja, há um déficit de 1,48% que o município deixa de repassar aos professores.

    ResponderExcluir