segunda-feira, 11 de março de 2019

Avô de adolescente assassinado em Lago do Junco compara suspeito ao "Maniaco do Parque"

O acusado, Professor Adailson de Oliveira 
Ontem (10), a equipe do Blog do Carlinhos conseguiu uma conversa exclusiva com José Eudes Pereira, avô do jovem de 14 anos, Antônio Carlos, conhecido como “Ray”, assassinado na última terça-feira de carnaval (5), em uma casa próxima ao corredor da folia. O principal suspeito é Adailson de Oliveira, que era professor de Educação Física da vítima.

Áudio do avô para o blog do Carlinhos 

A vítima sofria assédio desde o ano passado


Segundo o senhor Eudes, o rapaz já havia falado para ele que estava sendo assediado pelo professor Adailson. Ele lembra que durante o Carnaval de 2018, o professor tinha chamado Ray até a casa dele. O fato ocorreu quando o jovem tinha apenas 13 anos.

Sobre o crime

O avô Eudes declarou que não quis deixar o neto ir para o Carnaval de Lago do Junco deste ano, afirmando que estava com mal pressentimento. Porém, o menino ignorou o avô e brincou na festa durante alguns dias.

“Eu fiquei sabendo depois que esse professor começou a procurar o Ray através dos amiguinhos dele. Eu sei que meu neto não queria ele, o Ray estava até com uma namoradinha nesse dia. Eu tenho certeza que esse homem matou meu neto, não tenho a menor dúvida”. Disse o sr. Eudes.


O avô ainda comparou o acusado ao Maníaco do Parque (veja quem é aqui), famoso serial killer que estuprou o matou várias mulheres nos anos 90 em São Paulo. 


"Ele matou o menino 7 h da noite e ficou com ele até às 9 h. Ficou duas horas com o menino morto, quando encontraram o corpo, ele já estava com sangue enxuto no corpo. Um homem daquele é igual aquele matador em série de mulher, o Maníaco do Parque; ele é cínico. O chão ficou pisado ao redor, dele se beneficiar do sangue do menino. O Maníaco do Parque matava, mas não porque ele queria a mulher, e sim porque gostava do sangue. E eu acredito que esse homem tem a mesma doença,” disse o avô. 

A vítima, o jovem Antônio Carlos, mais conhecido como "Ray"
O avô se emocionou ao falar sobre o neto

Ray faria 15 anos no próximo dia 31 de março. Ao falar do neto, o avô relembra o quanto que ele era querido pela comunidade. “Ele era meu filho e meu neto; criei ele desde a hora que nasceu. A falta dele machuca muito, aqui em casa a gente acorda de noite ou levanta de manhã, vai onde ele dormia, e vê que não está mais lá. O pior é lembrar da forma como isso aconteceu”. Disse.


“Ele era um menino muito prestativo e querido por todo mundo. Os coleguinhas dele choraram a noite inteira vendo ele no caixão”, continuou.

O sr. Eudes espera que as autoridades atendam o caso pela perspectiva da família, e insiste para que o homem continue preso. 

Na manhã do último domingo, centenas de pessoas fizeram um protesto pela ruas de Lago do Junco pedindo justiça para o assassinato do adolescente que chocou a cidade.



Mais informações 

Familiares e amigos fazem protesto por morte de adolescente em Lago do Junco


Adolescente morre esfaqueado em Lago do Junco

Veja quem foi o Maníaco do Parque

Direito de resposta assegurado 

Caso o professor Adailson de Oliveira queira, através de seu advogado, rebater as informações do avô da vítima, o blog está a disposição para esclarecimentos ou direito de resposta. Envie uma mensagem para nosso email: pf.carlosalberto@hotmail.com. 

9 comentários:

  1. Um viadão de 33 anos assediado um adolescente e usando de sua profissão para assediar seus alunos cadeia nesse lixo humano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá cheio de professor viado assedindo aluno aqui em lago da pedra também tem muito

      Excluir
  2. Esse monstro assassino nunca mais sai da cadeia,quando chegar em Pedreiras que os negão da picona estuprar ele ,aí ele vai saber o que e bom pra tisse,vai se arrepender de ter nascido.

    ResponderExcluir
  3. Esse monstro assassino nunca mais sai da cadeia,quando chegar em Pedreiras que os negão da picona estuprar ele ,aí ele vai saber o que e bom pra tisse,vai se arrepender de ter nascido.

    ResponderExcluir
  4. Miserável desse ainda dizia ser "casado". Viado desse rapaz, acabou com a vida de uma criança. Cadeia nesse lixo.

    ResponderExcluir
  5. A maioria desses professores esquerdistas são assim,usa a profissão para assediar as crianças.,são os discípulos de Jean willis...

    ResponderExcluir
  6. A maioria desses professores esquerdistas são assim,usa a profissão para assediar as crianças.,são os discípulos de Jean willis...

    ResponderExcluir
  7. Cadeia nele que não saia mas nunca

    ResponderExcluir