quarta-feira, 13 de março de 2019

Esperantinópolis: perícia afirma que a morte de Macaxeira foi causada por afogamento

Macaxeira, de 55 anos foi encontrado morto na última segunda-feira (11)

Na última segunda-feira (11), o Blog noticiou a morte de Antônio Pinto de Mota, mais conhecido como Macaxeira. Seu corpo foi encontrado boiando num açude, às margens da estrada MA-012, no povoado Logoinha em Esperantinópolis.

Nos estágios iniciais da investigação, ainda se considerava a possibilidade de Macaxeira ter sido vítima de homicídio, pelo fato das primeiras notícias informarem que haviam marcas de lesões. 

Porém, a perícia da Polícia Civil de Esperantinópolis confirmou que o homem morreu por afogamento. Os agentes desmentiram a presença de qualquer lesão que indicasse violência.

Macaxeira tinha 55 anos, ele sofria com o problema de dependência alcoólica, mas era tido como uma pessoa pacata, sem inimizades e folclórica da boemia da cidade. Ele costumava procurar abrigo na casa de Chico Jovita. O açude, onde o corpo foi encontrado, fica localizado na fazenda do ex-prefeito. 

A Polícia Civil não descarta a hipótese de suicídio.



Nenhum comentário:

Postar um comentário