sexta-feira, 22 de março de 2019

Pedreiras e Trizidela do Vale realizam manifestação contra a Reforma da Previdência

Os manifestantes começaram a se aglomerar em frente ao Banco do Brasil de Pedreiras.

Lideranças sindicais, trabalhadores rurais e urbanos e movimentos sociais de Pedreiras e Trizidela do Vale participaram, na manhã desta sexta-feira (22), da agenda de mobilização nacional contra a proposta de reforma da previdência do governo Bolsonaro. Os manifestantes realizaram o ato na Avenida Rio Branco, sentido à Trizidela do Vale.


As atividades do Dia Nacional de Lutas Contra a Reforma da Previdência tiveram início logo cedo, com panfletagens e discursos contrários à proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, que prevê a modificação do sistema de previdência social.

Segundo os manifestantes, os maiores atingidos com as mudanças serão os trabalhadores rurais, mulheres e pessoas com deficiência, devido ao aumento da idade mínima para receber o benefício e à redução do valor que é pago atualmente. O novo modelo também propõe que a gestão dos recursos da aposentadoria fique nas mãos da iniciativa privada.

O conhecido militante de esquerda pedreirense, Rogério do PT, participou ativamente do protesto, compartilhando diversas mensagens de apoio à manifestação em suas redes sociais. Confira:




Paralisação Nacional Pedreiras e Trizidela do Vale no Maranhão se levanta Contra a Reforma da Previdência do Desgoverno Bolsonaro. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 06/2019), referente à Reforma da Previdência, enviada por Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional no último dia 20 de fevereiro, precisa do voto de 308 deputados federais e 49 senadores para ser aprovada em dois turnos de votação. A repercussão negativa da medida entre os trabalhadores torna difícil a negociação do governo com os congressistas. Parlamentares da bancada de apoio ao governo já demonstram que não estão dispostos a se “queimar” com o eleitorado sem levar nada em troca e Bolsonaro iniciou a temporada de barganhas, com negociações de recursos para aprovação de emendas e cargos nos ministérios. A Reforma da Previdência se mostrou a medida mais espinhosa para os inimigos do povo que assumiram o poder após a derrubada da presidenta eleita, Dilma Rousseff. Temer não conseguiu aprová-la. Bolsonaro e seu “superministro”, Paulo Guedes, também encontram dificuldades em dar prosseguimento a esta tentativa de por fim ao direito dos trabalhadores de se aposentarem e de seguir com o que determina a cartilha do mercado financeiro. De acordo com a imprensa golpista, os líderes das bancadas no Congresso estão na espreita, aguardando o posicionamento de Bolsonaro sobre o que quer da base no Parlamento, mas sabem que ele não tem muito a oferecer além de cargos do segundo escalão para baixo, o que não garante uma sustentação que aprove o texto em seu formato original. Porém, para os trabalhadores, pouco interessa a tensão entre governo e parlamento, pois, ainda que o texto seja alterado, a Reforma prevista na PEC 06 representa perdas fundamentais em relação à atual situação do regime de previdência. Essa “briga” interna da burguesia não é para defender os direitos do povo, todos concordam em fazer a população trabalhar até a morte. O único “entrave” é conseguir conquistar o máximo de benesses possíveis. #NãoReformaDaPrevidência #ForaBolsonarioFilhoDoFut
Uma publicação compartilhada por Rogério 1⃣3⃣ (@rogerio13pelademocracia) em  








18 comentários:

  1. Não tem jeito, não, "trabalhadores" (num dia útil fazendo "manifestação"?), para receber aposentadoria vai ter que contribuir. Se não contribuir, não recebe, isso é justiça, conforme o alcorão, a bíblia, etc. Vocês têm que lutar é por um sistema justo, portanto, a alteração do sistema injusto atual.

    ResponderExcluir
  2. Sabia que tinha petista no meio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só tinha ptistas e simpatizantes do PT. Esse movimento não era favor do trabalhador coisa nenhuma, tava mais pra um circo contra Bolsonaro. Pior que esses sindicatos ainda ficam emprenhando os servidores pelo ouvido porque convém aos seus presidentes.

      Excluir
  3. Movimento legítimo,não serão os trabalhadores que terao de pagar a conta. Bolsonaro lixo que está brincando de ser presidente juntamente com os militares essa escória que promoveu a maior barbárie chamada ditadura militar.Fora milicianos sanguinários. Viva os partidos de esquerda que sempre estao na luta pelo os direitos do povo! Valeu trabalhadores de Pedreiras e o nosso sempre combatente Rogerio do PT que não se cansa de lutar em prol de todos.BOLSOLIXO DESPENCA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lê o projeto, asno.
      Ele prevê cobrar mais de quem ganha mais e cobrar menos de quem ganha menos.

      Excluir
    2. quando um comunista fala é como tirá a tampa de uma fossa. devia era agradecer a DEUS pelas mudanças pra melhor que estão sendo feita. caiam na real, os chefes da quadrilha de vocês, estão quase todos na cadeia, e em breve o restante em breve vai pro xilindró. o lula tá preso babaca. VIVA O MEU PRESIDENTE QUE TÁ SOLTO E TRABALHANDO PRA UM BRASIL MELHOR PRA TODOS!

      Excluir
    3. Comentário típico de um canhotinho kkkkkk

      Excluir
  4. E quando lembro que vi professores e agente de saúde brigando por Bolsonaro kkkkkkkkkk e tome taca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque será que os sindicatos então se manifestando hein? VÃO TER DE TRABALHAR BABACAS!!!!!!

      Excluir
  5. Considerando os exemplos registrados na história da humanidade, a esquerda não quer reforma. Eles querem a Venezuela aqui, afinal de contas os trabalhadores de lá têm todos os benefícios sociais patrocinados pelo governo... e vejam como está o tal socialismo bolivariano. Aqui o PT já estava implantando o socialismo: 14 milhões de desempregados, quase metade da população dependente de benefício social do governo, déficit público, indústria sucateada, falida ou parando de produzir, pior produtividade entre aproximadamente 200 países, etc. Ou seja, depois de consumir o que restava, como seria o futuro? Respondo: -Só burro cego surdo não ver. Vão alugar o juízo do capeta. Tenham responsabilidade, em treze anos sequer mostraram alternativa.

    ResponderExcluir
  6. Tudo vagabundo aí, nao tão trabalhando e querendo falar em aposentadoria.

    ResponderExcluir
  7. Cmo disse o deputado policial do Rio Grande do sul, se Bolsonaro fazê uma campanha contra o mosquito da dengue, PT vai a favor do mosquito, se em Pedreira o governo Bolsonaro fizer uma obra contra as enchentes, podem terem certezas:o pt será a fovor das enchentes , vamo trabalhar pensando em nosso futuro, pensar so em aposentadoria é pra preguiçoso

    ResponderExcluir
  8. Não era o Bolsonaro q eles queriam, pois agora aguenta o Bolsonar,eu acho é pouco tomara q corte é tudo.🤣😄

    ResponderExcluir
  9. O Lula tá preso barbaca.bolsonaro

    ResponderExcluir
  10. Muitos destes aí não sabem nem o que é trabalhar, eu hoje sou aposentado ,mais quando me aposentei eu tinha 39 anos ininterrupto de inps,na minha época não tinha esse tal de social q tem hoje q so presta pra deixar a moçada mais preguiçosa,o nortista como eu sou também, tem que pelo o meno quando é novo deixar o Nordeste e ir pra outras regiões, em outras regiões dá gosto em vê eles trabalhar mais no nordeste so presta pra pedir,incrível!!

    ResponderExcluir
  11. Cara, quantos bolsoburros tem em nossa cidade, esse despreparado que se diz presidente, pra mim e uma merda, o cara em vez de trabalhar, fica viajando e cheirando a bunda do presidente americano, e dizendo que tá cheiroso, em vez de partir pro discurso pra convercer os deputados, fica em redes sociais, vai trabalhar vagabundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esquerdista típico, discurso agrssivo, reativo e sem coerência. Segundo a justiça do Brasil, o PT montou uma ORCRIM. Junto com os partidos aliados roubaram por 13 anos, cheirou a bunda de Fidel, Chávez e outros ditadores de republiquetas semelhantes para delapidar o BNDES, enquanto "os artistas e intelectuais" roubavam também através da lei Rouanet, enquanto os demais seguidores esperavam as migalhas. Acho que vão ter que trabalhar, não vai ter muita migalha, não.

      Excluir
    2. Se petistas vão tomar no C. De vcs. A raça burra da mísera. O Lula ta preso bando de burros.

      Excluir