quarta-feira, 15 de maio de 2019

Urgente - Polícia Federal foi vista cercando casa em Pedreiras



O blog do Carlinhos recebeu informação de um leitor, posteriormente confirmada por colegas da imprensa local, que uma equipe da Polícia Federal foi vista hoje bem cedo na cidade de Pedreiras (MA). Ainda segundo informações do leitor, os agentes cercaram determinada casa e ainda devem estarem na cidade (10h00). “Eles vieram buscar uma pessoa”, comentou um colega repórter. Até o momento, não recebemos informações oficiais sobre a operação. A PF também foi vista nesta quarta-feira na cidade de Bacabal e fotos divulgadas no Instagram Bacabal Muita Treta. 

Policiais Federais em operação na cidade de Bacabal nesta quarta, dia 15
Aguarde mais informações.


A Operação da Policia Federal, caso seja confirmada na cidade de Pedreiras, provavelmente,  faça da Operação GRANDE FAMÍLIA, deflagrada nesta quarta-feira, dia 15, no Maranhão e no Piauí. Leia informações. 

Polícia Federal deflagra operação contra fraude na previdência no Maranhão e PI

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta- feira (15/05) a Operação GRANDE FAMÍLIA, visando desarticular quadrilha especializada no recebimento de benefícios previdenciários de segurados falecidos.

Cerca de 125 policiais federais dos Estados do Piauí, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco deram cumprimento a 31 mandados de busca e apreensão e 21 mandados de prisão preventiva, expedidos pela 3ª Vara da Seção Judiciária Federal em Teresina. Os mandados estão sendo cumpridos nos estados do Piauí e Maranhão.

As investigações tiveram início em 2018, a partir de Relatórios produzidos pela Coordenação Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia – órgão integrante da Força tarefa Previdenciária – que apontaram irregularidades em transferências de benefícios previdenciários do Maranhão para o Piauí.

A quadrilha, formada por estelionatários e servidores públicos, falsificava documentos em nome dos beneficiários falecidos, abria contas bancárias e, posteriormente, servidores do INSS integrantes da quadrilha transferiam os benefícios do Estado do Maranhão para Teresina.

Cerca de 640 benefícios previdenciários fraudados foram identificados no curso da investigação. A Justiça Federal determinou a imediata suspensão destes benefícios, medida que evitará um prejuízo futuro estimado em R$ 80 milhões. Também determinou a apreensão de veículos, o bloqueio das contas bancárias dos presos e a suspensão do exercício da função pública para os servidores do INSS.

Os investigados deverão responder pelos crimes de associação criminosa (artigo 288 do CPB), estelionato qualificado (artigo 171, § 3º, do CPB), falsidade ideológica (artigo 299 do CPB), uso de documento falso (artigo 304 do CPB), corrupção passiva (artigo 317, §1º, do CPB) e corrupção ativa (artigo 333, p. u., do CPB).

21 comentários:

  1. aqui em pedreiras e trizidela tá cheio de gente recebendo dinheiro de quem já morreu, e todo mundo sabe disso só não sabe a polícia federal? eu que dou um duro danado pra manter a minha família, fico indignado com esse bando de ladrão do dinheiro público. tá na cara que sempre tem alguem do banco, do inss....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que algumas pessoas agem errado ao receber esse tipo de dinheiro, mas vc meu jovem não quer justiça, vc apenas demonstrou inveja pela felicidade dos outros, que Deus proteja todos ao seu redor

      Excluir
  2. A farra dos cartões em Pedreiras é absurda. Se a Federal for prender esse pessoal envolvido terá que alugar uns 200 ônibus

    ResponderExcluir
  3. Coisa LINDA DE SE VER!!!

    ResponderExcluir
  4. Conheço um cartãozeiro que passou por mim hoje cedo feito uma bala no rumo do sento, parece que ia fugindo de uma alma. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Será que a casa vai cair de neguim do bairro de pedreiras? Vamos lá esperando PR ver o resultado.

    ResponderExcluir
  6. Essa hora tem gente perdida nas capoeiras,tem "empresário" que nan da um prego numa barra de sabão que essa hora está pra la de sao Luis gonzaga por dentro do mato,tem SW4 essa hora enfocada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk . Arrocha polícia federal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Até q enfim!!!! Tanto tempo q isso já era p ter acontecido,bando de corruptos,espero q cheguem aki em pedreiras,lá em Poção e muitas cidades vizinhas q esse gangue age

    ResponderExcluir
  8. Vixe pedreira tá cheio

    ResponderExcluir
  9. Tem q ser um ônibus muito grande pra levar as pessoas q tem cartão de aposentado e de morto aí em pedreiras viu!!!!

    ResponderExcluir
  10. QUANTAS PESSOAS QUE PRECISAM DESSE BENEFICIO E NÃO TEM. SE A POLICIA QUIZZZZER PAR ESSA TURMA É SÓ IR PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPRA UM VELORIO DE UM VELHO APOSENTADO E LA VAI VER ELES COMPRANDO O CARTAO DO DEFUNTO, DIGO DOS FAMILIARES.

    ResponderExcluir
  11. Aqui em lagoda pedra, conheço várias pessoas que estão recebendo dos pais e parentes já falecidos.. com a conivência dos Bancos .

    ResponderExcluir
  12. Em Lago da Pedra é uma FARRA com dinheiro do INSS.. com falcatruas de bancos e os funcionários do INSS. Todo a sociedade e ninguém faz nada .

    ResponderExcluir
  13. Acho que pra acabar com a crize do Brasil,não era fazer reforma de previdencia pra dificutar um apuzentado receber um só apuzento em quanto cada cartão zeiro tem caixa de sapato cheia de cartão.Mas vamos aguardar e esperar pela Polícia Federal que faz um belo trabalho de inteligência e que mais cedo ou mais tarde vai mostrar o resultado pra população.

    ResponderExcluir
  14. Ô polícia lenta. Desde os anos 80 que escuto comentários sobre isso.

    ResponderExcluir
  15. Os funcionários públicos do INSS e bancos são os mais culpados, deverão ser mais penalizados , sem eles não existirão estelionatario de cartões, quando é um cidadão comum é a maior burocracia

    ResponderExcluir
  16. A se está operação passar aqui em bom lugar kkk

    ResponderExcluir