sexta-feira, 17 de junho de 2016

Preso mais um suspeito do triplo assassinato em Esperantinópolis


A Polícia Civil de Esperantinópolis prendeu nesta quinta-feira (16) o segundo suspeito de envolvimento no triplo homicídio, ocorrido na noite de 17.03.2016, na estrada vicinal que liga os povoados Centro do Meio e Bela Vista, zona rural de Esperantinópolis (MA).

O fazendeiro Francisco Ilson Andrade da Silva foi preso acusado de pagar R$ 10.000,00 (dez mil reais) para o comerciante Erismar Sousa Lopes contratar o pistoleiro que executou os homicídios. “Diante dos elementos informativos colhidos foi realizada representação pela decretação da prisão preventiva de Francisco Ilson Andrade da Silva, devidamente cumprida no dia 16/06/2016”, relatou o delegado Diego Maciel Ferreira, titular da DP Esperantinópolis.

Francisco Ilson Andrade da Silva foi encaminhado para a 14ª Delegacia Regional, sediada em Pedreiras (MA), onde está também detido o comerciante Irismar, preso desde o dia 9 do corrente, acusado de agenciar o pistoleiro que matou as três vítimas.

Ilson, como é mais conhecido, tem uma pequena propriedade rural no povoado Bela Vista, município de Esperantinópolis, onde reside. Segundo informações colhidas pelo Blog, Ilson não teria o perfil de criminoso, porém, já foi vítima de diversas emboscadas contra sua vida naquela região perigosa de Esperantinópolis.

Ainda fomos informados que a Polícia Civil está a procura de dois homens moradores de Esperantinópolis acusados de praticar os assassinatos.

Em depoimento, os acusados Ilson e Irismar negam envolvimento nos assassinatos.

Polícia Civil 

A operação que  culminou na prisão de Ilson foi coordenada pelo Delegado Diego Maciel e contou com o apoio do Delegado de Polícia Civil de Poção de Pedras, Dr. Lucas Smith e do investigador de Polícia Civil de Esperantinópolis/MA, Aldo Geovanni”.
Dr. Diego Maciel, delegado da DP de Esperantinópolis 
Os assassinatos que chocaram Esperantinópolis e a região

Era uma noite de quinta-feira (17.03.2016), quando três pessoas foram assassinadas na estrada vicinal, entre os povoados Bela Vista e Centro do Meio.

Por volta das 20h30, a guarnição da PM composta pelo Soldado L. Sousa e Soldado Duarte se deslocou até o local, onde se encontravam os corpos das vítimas. Segundo informações, as vítimas transitavam numa motocicleta Titan azul 150 e foram executadas a tiros.

As vítimas foram identificadas como Manuel Alves de Souza, vulgo "Thor", 48 anos, morador da Bela vista, morto com 5 tiros (três nas costelas e dois na cabeça); Antônia, cunhada de Thor, 34 anos, morta com 3 tiros (um no rosto acima do olho direito e dois nas costas) e o filho dela, Kaic, de apenas 9 anos de idade, morto com 3 tiros (um abaixo do olho esquerdo e dois nas costas).

Segundo a suspeita, o pistoleiro visava liquidar com a vida de Thor e acabou matando Antônia e seu filho Kaic como "queima de arquivo", porque mãe e filho estavam na hora errada e com a pessoa errada. O criminoso não queria deixar testemunha.

3 comentários:

  1. Que a justiça seja feita, pessoas simples humildes e trabalhafora desta cidade for vítimas dessa chacina, inclusive uma criança. A Polícia Civil desenvolveu um excelente trabalho investigativo que culminou na prisão desses envolvidos. Cadeia nesses bandidos covardes. Ninguém está acima da lei.

    ResponderExcluir
  2. lamentavel ver o ilson envolvido nisso, homen serio trabalhador, so pode ter feito isso pensando que ia ter paz com a morte do thor. as consequencias que vinheram com as demais mortes sem duvida nenhuma ele nunca imaginou.

    ResponderExcluir
  3. O que dizem por aí, sobre o porquê desses assassinatos? O que esse tal de Ilson ganharia?

    ResponderExcluir