terça-feira, 5 de julho de 2016

Polícia Civil conduz prefeito e secretário de Educação de Paulo Ramos



Em uma surpreendente operação da Polícia Civil, realizada na manhã desta terça-feira (5) na cidade de Paulo Ramos (MA), foram conduzidos o prefeito Dr. Tancledo Lima Araújo e o irmão dele, o secretário de Educação do município, Kinkas Araújo. Em depoimento a imprensa local, o delegado que comandou a operação limitou-se a informar que Dr. Tancledo e Kinkas Araújo estão sendo conduzidos para prestar esclarecimentos na sede da Polícia Civil, em São Luís.

No dia 1º de outubro de 2015, a Polícia Civil cumpriu  mandados de busca e apreensão, como parte da ‘Operação Bocage’, que integra as investigações contra a agiotagem no estado, contra o prefeito Dr. Tancledo e as buscas, foram feitas no município e em Teresina.

“Ele tem um laudo da Polícia Federal atestando que nada foi encontrado aqui no passado, mas o governador, em um ato de perseguição, quis assim”, reclamou um assessor do prefeito ao blog.


Em Paulo Ramos, o pré-candidato a prefeito pelo grupo da oposição, Deusimar Serra,  é filiado ao PCdoB, mesmo partido do governador Flávio Dino. Essa relação política deixa a população em dúvida quanto à verdadeira finalidade da operação da PC. Há outros prefeitos de municípios fronteiriços a Paulo Ramos que estão sob a mesma investigação, alguns deles aliados do governo do estado, porém, nunca foram importunados em operações policiais desse tipo.

Um comentário:

  1. Vc quase não posta nenhum dos mais importantes mesmo! Não faz diferença. Já soube de várias postagens que amigos colocaram que vc não postou��

    ResponderExcluir