quinta-feira, 15 de setembro de 2016

PF flagra quadrilha que falsificava urna eletrônica


A Polícia Federal deflagrou hoje uma operação que prendeu no Sul do País uma quadrilha que prometia fraudar o sistema de registros de votos das urnas eletrônicas para quem pagasse até R$ 5 milhões.

Há suspeitas de envolvimento de funcionários dos tribunais regionais eleitorais que têm acesso aos cartões de memória das urnas.

O caso é antigo, mas ainda não era oficial – a urna é segura. O problema -e as possíveis fraudes – está na totalização do voto, no cartão de memória e na eventual manipulação de dados dentro dos Tribunais Regionais Eleitorais.
Do Blog do Walney Batista.

Um comentário:

  1. Tomara que a polícia federal investigue em Trizidela do v
    Vale,porque la o negócio é pesado.

    ResponderExcluir