sexta-feira, 2 de junho de 2017

50 PMs estão neste momento em Paulo Ramos para expulsar 50 famílias de terreno invadido

Atualizada às 11h30 com acréscimo de fotos 

Polícia cumpre reintegração de posse em terreno invadido por famílias em Paulo Ramos

Cerca de 50 famílias ocuparam uma área do munícipio. Ordem judicial está sendo cumprida na manhã desta sexta-feira (2).
50 policiais miliares estão, neste momento, na cidade de Paulo Ramos (MA), na área do antigo "Campo de Aviação", localizada às margens da estrada para Bom Lugar, para cumprir uma ordem judicial de reintegração de posse do local, que foi invadido por cerca de 50 famílias.

Os policiais chegaram cedo, realizaram reunião para montar as estratégias de desocupação e já iniciaram a operação, negociando a saída das famílias.
A área conhecida como “Campo de Aviação”, foi invadida em janeiro deste ano por famílias da cidade que alegam não ter casa própria; elas demarcam os lotes no local. A área já tem o esboço de ruas, casas de alvenaria e as famílias reservaram até um lote para a construção de uma igreja evangélica.
Segundo informações, os moradores seriam eleitores do prefeito de Paulo Ramos, Deusimar Serra (PCdoB) e invadiram o local na esperança do município realizar na área um projeto de casas populares para doar as famílias sem teto da cidade.
Ainda segundo informações, o prefeito Deusimar Serra é que solicitou a justiça e reintegração de posse do terreno.


Policiais chegaram cedo e se reuniram em frente ao Colégio São Joaquim 
“Os invasores avisaram a semana toda que vão resistir a desocupação, mas tem um trator lá para derrubar e destruir tudo na área invadira”, relatou uma testemunha. 

O blog está acompanhando a desocupação, mais informações a qualquer momento. 
Mais fotos em continua...
Clima na cidade de Paulo Ramos é de tensão ...
Ônibus amarelo transportou os PMs até a cidade de Paulo Ramos  




Comando discute estratégia para a desocupação 








9 comentários:

  1. Kd as casas populares para agregar essas família? Pensei q era para entregar casas.

    ResponderExcluir
  2. Vao fica no meio da rua cade o prefeito da cidade

    ResponderExcluir
  3. Ao meu ver a prefeitura tem por obrigação cadastrar todas as famílias para saber quem realmente precisa de moradia pra poderem ter a oportunidade de receber uma moradia digna desses programas do Minha Casa Minha Vida e não deixar essas famílias na mão e não só se lembrar dessas famílias só no tempo de eleição não é a minha opinião!

    ResponderExcluir
  4. Pra ke tanta violencia

    ResponderExcluir
  5. Acho uma tremenda falta de respeito com as famílias que o prefeito Deusimar Serra prometeu casa e agora a Polícia tira-los de la

    ResponderExcluir
  6. Seo Prefeito será que tem algum la da assistência social pra cadastrar essas famílias no programa minha casa minha vida isso é mais que obrigação da prefeitura ainda duvido que vc ainda ganha uma política nessa cidade essas gente ai que te ajudou a se eleger pra Prefeito

    ResponderExcluir
  7. Estive lá e constatei que 90 porcento das famílias já tem casa. Isso é uma vergonha, era pra sai debaixo de taça!

    ResponderExcluir
  8. Creio eu q metade ou todas essas famílias tem casa. Tenho certeza q antes de invadir esse terreno não morávam debaixo da ponte.

    ResponderExcluir
  9. manda da um banho de taca nesses vagabundos

    ResponderExcluir