domingo, 17 de dezembro de 2017

Polícia Militar prende meliante conhecido pela alcunha de “Brinquedo do Diabo"


O menor identificado pelas iniciais: T. C.S. mais conhecido pela alcunha de “Brinquedo do Diabo”, voltou a ser preso acusado praticar roubo de celulares.
Tiago, vulgo "Brinquedo do Diabo

Por volta das 11h da última sexta-feira (15), “Brinquedo do Diabo” foi contido por populares e reconhecido pela vítima pelo roubo de seu aparelho celular; ele ainda levou uns cascudos do povo e com alguns hematomas foi entregue a polícia militar.
Brinquedo do Diabo foi apresentado na Delegacia Regional de Polícia Civil para medidas cabíveis.
 
Brinquedo do Diabo tinha sido preso anteriormente, quando tentou estuprar uma mulher. A vítima chegou jogar uma frigideira de óleo quente no agressor para escapar do abuso.


Ao reconquistar a liberdade, o meliante com inúmeras passagens pela polícia voltou a aprontar e voltou a ser preso. 

Mais 

Para se defender de tentativa de estupro, mulher joga óleo quente no Brinquedo do Diabo em Pedreiras


6 comentários:

  1. Amanhã esse vagabundo já vai estar na rua, agora ele reze pra não cruzar comigo, pois entrego ele direto pro capeta.

    ResponderExcluir
  2. enquanto num matar uns dois perte desses nao vai acabar o roubo de celular,aqui perto da minha casa uma gravida tava dentro de casa na área e o portao meio aberto dois vagabundos em uma moto entraram e roubaram tomaram o cell dela e da mae dela numa hora dessa chega um doido tinha detonado todos dois pra aprenderem a resp ao menos gravidas e criancas uns vagabundo desses

    ResponderExcluir
  3. O horário tá errado foi por volta das 5:30 da tarde eu estava presente

    ResponderExcluir
  4. Um verme que deveria ser eliminado da sociedade. Infelizmente a constituição brasileira é uma merda! Os policiais prendem e a justiça solta!

    ResponderExcluir
  5. E de menor...nao pode .........ladrao vagabudo desse

    ResponderExcluir
  6. De novo , já está procurando outra frigideira de óleo quente ,agora na cara pra cegar

    ResponderExcluir