domingo, 3 de dezembro de 2017

Só um milagre para salvar a vida de “Jandira” da Baixada de Trizidela do Vale

Jandira recebendo os primeiros atendimentos ...
Segundo informações colhidas neste domingo (3), é gravíssimo o estado de saúde do jovem atropelado na Bairro da Baixada, em Trizidela do Vale, na madrugada do último sábado (2). “Jandinho” ou “Jandira” está internado no Hospital Geral de Presidente Dutra (MA). Informações paralelas dizem “que o atropelamento foi tão violento que um dos olhos de Jandira sacou da órbita”; mas nada confirmado.

“Uma tia permanece com Jandira lá no hospital. O corpo dele está muito enxado, ele luta contra a morte”, relatou uma amiga do rapaz que pediu para não ser identificada. Na Baixada, impera a "lei do silêncio". 

Entenda a história

Na madrugada do dia 2 de dezembro do corrente, Jandira e Leonardo de Sousa, de 21 anos, discutiram na ‘‘Pracinha do João Muniz”, localizado na Rua São Joaquim; irritado, Leonardo pegou uma picape branca e usou o veículo para atropelar Jandira. A vítima ficou bastante machucada. Após o atropelamento, presenciado por várias pessoas, Leonardo tomou rumo desconhecido. A polícia fez diligência para prendê-lo, porém, sem êxito até o momento.
Leonardo, acusado
Sobre a ocorrência, o blog colheu alguns diálogos em grupos da rede social que podem ajudar a esclarecer a motivação do crime. Confira.

“O que se comenta é que Jandira estava discutindo com a mãe do menino, que fez isso, conhecido como Léo. Ele foi defender a mãe dele e Jandira xingou ele. Ele ficou zangado e acabou fazendo aquilo.”

“Jogou o carro em cima de Jandira. Na batida, ele voou, bateu com a cabeça na calçada, o olho dele espocou e ficou botando sangue pelo nariz e pelos ouvidos.”

 “Depois ele pegou o carro e sumiu!”

“Eu tenho muito fé em Deus que Jandira vai sair dessa, mas só um milagre. Aqui não teve jeito e foi tirado pra fora.”

Quem é Jandira

Ainda segundo informações, o nome verdadeiro de Jandira é Janderson Monteiro, 23 anos, muito conhecido e querido na Baixada Trizidelense. Já trabalhou como cantor em bandas da cidade. Ele é um homossexual assumido, porém, tudo indica que o crime não está relacionado com a orientação sexual de Jandira (homofobia). A polícia civil de Pedreiras investiga o caso.

Mais informações 

 
O carro usado no atropelamento foi encontrado e apreendido pela polícia 
__________________

Discussão entre jovens termina em atropelamento no Bairro Baixada em Trizidela do Vale


Nenhum comentário:

Postar um comentário