quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Vereador baleado em Pedreiras tem melhora em quadro de saúde


O vereador Zé Renato mantém estabilidade do quadro de saúde, já recobrou a consciência e conversa com os médicos”, segundo informações. Ele foi ferido à bala no começo da noite de ontem.
Ambulância semi-UTI que transportou o vereador até o HGP
O vereador Zé Renato, de 57 anos, apresentou uma melhora no quadro de saúde, já recobrou a consciência e conversa com os médicos. Ele está na UTI do Hospital Geral de Peritoró (HGP), mas com a evolução da melhora, tem possibilidade de ainda hoje de deixar a UTI para ficar em recuperação em um leito normal.

O vereador de Pedreiras foi atingido nas costas por uma bala durante uma provável tentativa de assalto na estrada vicinal entre a sede e o povoado Olho D’água. Foi socorrido para o Hospital Geral de Pedreiras. A equipe médico fez os primeiros socorros, estancou o forte sangramento e depois de estabilizado, o paciente foi encaminhado para o HGP. Ainda segundo informações, a bala perfurou os dois pulmões e ficou alojada em uma área de menor risco. O projétil ainda não foi retirado do corpo da vítima. 

“Não temos como falar em previsão de alta, ele ainda está na UTI, ligado a aparelhos; existe risco, porém, a melhora foi significativa”, disse uma fonte no HGP.

O vereador e médico Dr. Bruno Curvina informou o quadro de saúde de Zé Renato e parabenizou os médicos (Dr. Walber, Dr. Marcos, Dr. Otomar e Dr. Humberto.), que atenderam o colega.

"Seu Zé Renato está nesse momento no centro cirúrgico em Peritoró pra drenagem torácica, mas está estável, consciente e orientado. Trabalho em equipe rápido é preciso. Parabéns aos colegas do Hospital Geral de Pedreiras que fizeram muito bem sua parte. "
Zé Renato
Jose Ribeiro de Araujo é casado, agricultor e foi eleito vereador pelo PTB com 685 votos. Ele é pai de José Roberto, diretor da 7ª Ciretran de Pedreiras.

Entenda o caso

Vereador de Pedreiras é baleado em tentativa de assalto


2 comentários:

  1. Ainda bem q ele estar vereador, pq q caso contrário teria morrido por falta d medicacao e ambulância para transferência. Nossa saúde estar na UTI.

    ResponderExcluir