sábado, 7 de abril de 2018

Cobertura da ordem de prisão de Lula


20h32 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se entregou à Polícia Federal (PF) e foi preso na noite deste sábado (7), após ficar dois dias na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Ele estava no edifício no Centro da cidade do ABC desde quinta-feira (5), quando o juiz Sérgio Moro expediu mandado de prisão.


O ex-presidente saiu a pé da sede do sindicato às 18h42 e caminhou até um prédio próximo, onde equipes da PF o aguardavam. Ele entrou no carro da PF às 18h47. A saída teve de ser feita dessa maneira porque, às 17h, Lula tentou sair de carro, mas foi impedido pela militância.




Lula diz que vai se entregar e provar sua inocência: 'Não estou escondido'. STJ e STF negaram pedidos da defesa para evitar prisão.

Luiz Marinho, ex-prefeito de São Bernardo do Campo (SP), também subiu ao carro de som para conversar com os manifestantes.

AGORA

A senadora e presidente do PT explicou aos militantes que a Polícia Federal deu meia hora para que eles resolvam a situação e, se não for resolvida, Lula será responsabilizado. Ela ainda disse que "é Lula que vai sofrer a consequência" e que, se ele não se entregar, pode ser decretada a prisão preventiva. Mais cedo, o ex-presidente tentou sair do sindicato para se entregar à Polícia Federal, mas foi impedido por manifestantes.

HÁ 8 MINUTOS

“Quando Lula tomou a decisão, ele tomou a decisão baseada em uma situação. A resistência nós podemos fazer. Mas a leitura que fazemos aqui não é a nossa resistência mas é a resistência dele”, disse Gleisi Hoffman, presidente do PT, aos militantes.

HÁ 11 MINUTOS

“Eu preciso dividir com vocês o problema que nós temos. Não vim aqui impor nenhuma posição”, disse Gleisi Hoffman, presidente do PT, aos manifestantes.

HÁ 13 MINUTOS

A presidente do PT, Gleisi Hoffman, subiu em carro de som para conversar com militantes nas proximidades do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo (SP).

HÁ 16 MINUTOS

Militantes não deixaram o ex-presidente sair do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Lula chegou a entrar no carro e acabou tendo que voltar à sede da entidade.

Apoiadores de Luiz Inácio Lula da Silva impedem que o carro com o ex-presidente saia da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), na tarde deste sábado (7)

HÁ 20 MINUTOS

A imprensa internacional também acompanha o processo de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O Clarín, da Argentina, chegou a exibir apresentação ao vivo sobre o caso.

Argentino 'El Clarín' exibiu ao vivo os desdobramentos da prisão de Lula

HÁ 32 MINUTOS

Também na Polícia Federal, em Curitiba (PR), outro grupo se manifesta favorável à prisão de Lula.

Resumo

Moro determinou prisão de Lula para cumprir pena no caso do triplex

Prazo para Lula se apresentar à PF em Curitiba terminou às 17h de sexta

Lula continua na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo (SP)

Ex-presidente disse que vai cumprir mandado de prisão

Ministro Edson Fachin, do STF, negou recurso da defesa para evitar prisão

3 comentários:

  1. Acabou para os mortadelas e bolsas preguiças, agora terão que trabalhar, pois Bolsonaro vem aí em 2018;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tu deve ser um pobre. com espírito de rico

      Excluir
    2. Deve se um otário pobre no meio dos ricos ladrões.

      Excluir