quarta-feira, 18 de abril de 2018

Conheça Pastor Bel: O senador de 120 dias


Entrevista ao jornal O Imparcial, Pastor Bel faz um balanço de seu "mandato - relâmpago" e garante que, apesar do pouco tempo como senador, conseguiu deixar um "legado"
 
Natural de Pedreiras, Heber Waldo Silva Costa é um dos três representantes do Maranhão no Senado Federal, pelo menos até a próxima quarta-feira 18. Mas quem é mesmo Heber? Na política, Heber é conhecido como Pastor Bel, suplente do senador Edison Lobão que assumiu a titularidade na Câmara Alta por 120 dias. Em entrevista ao jornal O Imparcial, Pastor Bel fez um balanço de seu "mandato relâmpago" e garante que, apesar do pouco tempo como Senador, conseguiu deixar um "legado".

Ao assumir ao cargo de Senador em 18 de dezembro de 2017, Pastor Bel realizou aquele que ele considera ser seu maior sonho. Às vésperas de devolver o mandato a Lobão, o ainda senador vislumbra o futuro em Brasília, mas dessa vez, nada de ser suplente.

"Eu sou pré-candidato ao Senado Federal. Vou enfrentar essa batalha no estado do Maranhão. As coisas não são muito fáceis. Toda eleição é difícil para todo mundo e não tem ninguém que já ganhou", afirmou. 

Questionado sobre a formação de sua chapa para concorrer ao Senado, Pastor Bel revela que estará ao lado de Maura Jorge (PSL). "Eu tenho uma conversa muito boa com a Maura Jorge. Acho que tem 99% para ficar com Maura Jorge, porque todos já tem seus candidatos ao Senado. As conversas estão muito bem encaminhadas. É uma pessoa que a gente fala a mesma língua".

O Imparcial - Qual a sua avaliação do seu trabalho em quatro meses como Senador?

Pastor Bel - Foi uma boa experiência. Estou saindo do Senado com o dever cumprido, de ter lutado em busca de recursos aos nossos Maranhenses. Agora mesmo, por causa dessas enchentes, estive com o secretário nacional (de Proteção e Defesa Civil, Cel. Renato Ramlow), juntamente com a bancada maranhense. Eu me sinto muito honrado. Eu fiz uma história nesses quatro meses, eu deixei um legado aos maranhenses e ao meu trabalho no senado.
Continua...

O Imparcial - É possível deixar um legado em apenas quatro meses de trabalho? E qual seria exatamente esse legado?

Pastor Bel -  Meu legado nesses quatro meses é de ter cumprido uma missão e, graças a Deus, entrei com minha consciência tranquila estou saindo com a minha consciência tranquila e de dever cumprido. Fiz muito nesses quatro meses, sempre ali lutando em prol dos nossos maranhenses, falando sobre a segurança, bati muito sobre a falta de segurança no país, especialmente no nosso estado, falando sobre a saúde. Nesses quatro meses, tive condições de me articular, porque eu não sou o senador titular. O titular é o Edson Lobão. Eu sou senador suplente, e o suplente não é como senador titular. Mas eu fiz a minha missão. Todos os dias, eu estava lá. Não peguei uma falta e isso me honrou muito. Sempre estive presente na plenária usando o microfone, defendendo, falando do Brasil, das coisas que estão acontecendo e tive uma participação muito boa nesses quatro meses e para mim, graças a Deus, eu fiz uma história.

O Imparcial - Como suplente, o senhor deve ter imaginado que um dia assumiria o cargo principal. Ser senador foi exatamente como o senhor esperava?

Pastor Bel - Sim, porque desde o começo eu tive uma promessa de Deus, que eu ia sentar um dia em uma cadeira muito especial e eu creio muito na palavra de Deus. Acredito muito nas promessas do Senhor. As promessas de Deus acontecem no seu tempo. Só tenho agradecer ao Senador Lobão e ao Lobão Filho por essa oportunidade de ser senador da República por quatro meses. É uma coisa que eu jamais irei esquecer. As promessas se cumpriram.

O Imparcial - Quais os planos para o pastor Bell para 2018?

Pastor Bel - Eu sou pré-candidato ao Senado Federal. Hoje, eu sou o presidente do PSDC e vou enfrentar essa batalha no estado do Maranhão. A gente sabe que as coisas não são muito fáceis. Toda eleição é difícil para todo mundo e não tem ninguém que já ganhou. Eleição é trabalho, é luta, é guerra. E é o que eu sei fazer. Tenho muita coragem de percorrer o Maranhão, os municípios e levar minhas propostas como senador para defender o povo maranhense em Brasília, não falar mal de ninguém.

O Imparcial - Como será a concorrer contra o senador Lobão, uma vez que o senhor é suplente dele?

Pastor Bel - Estamos em um país democrático. A democracia tem que funcionar. Eu respeito muito senador Lobão e eu desejo a ele muita boa sorte. É um bom senador, um amigo. Cada um faz sua parte, seu trabalho. Vou só concorrer ao Senado Federal com a esperança e com a certeza do povo maranhense de me dar essa chance, essa oportunidade de ser senador da República eleito, como sempre tive o sonho de concorrer ao cargo de senador. Agora, eu tive essa oportunidade e não vou desperdiça-la. Muitos já disseram que eu estava com mandato de deputado garantido, que eu estou sem juízo. Eu acredito que não estou em busca de poder. Se eu estivesse na busca por poder, eu ficava como deputado para ter um mandato. Eu não estou em busca de poder. Estou em busca de trabalhar pelo povo. Quero fazer um trabalho voltado para o povo maranhense, um trabalho digno de ser honrado. Vou para frente e peço a Deus que ilumine o senador Lobão. São duas vagas e você pode eleger dois senadores. Todo mundo tem seu direito de ser candidato. Não estou concorrendo contra ninguém não. Eu vou em busca dos meus votos.

O Imparcial - Nessa sua pré-candidatura, o senhor apoiará quem para o governo do estado?

Pastor Bel - Eu tenho conversa muito boa com a Maura Jorge. Acho que tem 99% para ficar com Maura Jorge porque todos já tem seus candidatos ao Senado. As conversas estão muito bem encaminhadas. É uma pessoa que a gente fala a mesma língua.

O Imparcial - A Maura Jorge é pré-candidato ao governo e concorrerá com dois nomes fortes: Flávio Dino e Roseana Sarney. Ela tem boas chances de competir de igual para igual?

Pastor Bel - Hoje, eu vejo Maura Jorge no segundo turno. Não tenho nem dúvidas de que ela vai para o segundo turno, porque todo começo é aquela dificuldade, mas depois é que a gente vai saber quem é quem lá pelo mês de junho, julho. E Maura só está crescendo. Ela está crescendo muito. Ela é um nome muito forte, e eu acredito que ela vai para o segundo turno.

O Imparcial - O Maranhão conhece o Pastor Bel e todo o seu trabalho a ponto de conduzi-lo ao Senado? O trabalho nos últimos quatro meses o credencia a ir bem na eleição de outubro?

Pastor Bel - Não só quatro meses. Eu venho ao longo da minha vida servindo o estado. Eu conheço as 217 cidades e em todas eu tenho amigos. Sou o único político que não precisa se hospedar em hotel porque tenho amigos nas 217 cidades. Eu conheço o estado como a palma da minha mão. Conheço as necessidades não só dos municípios, mas também dos povoados de muitas cidades, andando a pés, andando de jumento. Eu conheço o povão. Não são quatro meses. A minha história não se resume só de ser esses quatro meses como senador da República. E claro que o cargo me deu mais conhecimento pelos meus discursos, minhas falas no senado. Tive a oportunidade de duas vezes presidir o Senado. Claro que isso me deu mais um nome, mas esse trabalho já venho fazendo a muitos anos, atendo ás pessoas na área social. Acredito nesse meu legado prestado ao Maranhão. A semente foi plantada. Meu nome ficará aí para ser julgado pelo povo do Maranhão.

O Imparcial - Como senhor analise a disputa para o Senado com tantos postulantes ao cargo?

Pastor Bel - Isso é bom. Eu queria que todos que tivessem sonhos botassem seu nome para ver o que vai dar no final. Seria bom se tivesse uns 40 pré-candidatos ao Senado para que o povo faça um julgamento. O povo tem a força e meu nome está para ser julgado pelo povo maranhense.

O Imparcial - Qual sua avaliação do governador Flávio Dino?

Pastor Bel - eu esperava que fosse melhor. Se falou tanto em mudança no estado do Maranhão e a mudança, até agora, não chegou.

O Imparcial - Qual será a bandeira de sua pré-candidatura?

Pastor Bel - A minha bandeira vai ser mais a saúde. É muito complicado, porque sem saúde você pode ter milhões e milhões nos bancos, mas, se você não tem saúde, você perdeu muita coisa. Minha bandeira vai estar muito ligada à saúde e à segurança também. Vou defender a área social porque gosto muito de ajudar as pessoas.


Fonte: O imparcial

18 comentários:

  1. Se ele for candidato ao senado ja tem meu voto!

    ResponderExcluir
  2. O meu também ele é daqui !

    ResponderExcluir
  3. Já ganhou meu voto não voto

    ResponderExcluir
  4. meu voto werverton Rocha e Elisiane Gama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dois comunistas descarados e corruptos

      Excluir
  5. Esse pastor é uma farsa, deve Deus é o mundo.

    ResponderExcluir
  6. Durante 4 anos políticos não fazem nada agora vem malafaias bel dizendo que fez em 120 dias,e outra antonio de frança é filho de pedreiras é não tá fazendo porra nenhuma, melhor político só o lula e só agora por que tá preso kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk aprende filho da gaita.

    ResponderExcluir
  7. Ladrão que gastou 16 mil reais de dinheiro público em 3 dias em fortaleza. Não existe líder religioso dando de líder político. Impossível.

    ResponderExcluir
  8. Por ser o Bel uma pessoa comum e filho da terra muita gente o vê com reservas e preferem dar um voto naquele desconhecido que se mostra mais capaz. Tem meu voto pela amizade que sempre tive com ele e com seus familiares e gostaria que muitos Pedreirenses fizessem uma reflexão do porquê o nosso municipio vem sofrendo o desapreço de todos os Governadores do nosso Estado nos ultimos anos.

    ResponderExcluir
  9. Por ser o Bel uma pessoa comum e filho da terra muita gente o vê com reservas e preferem dar um voto naquele desconhecido que se mostra mais capaz. Tem meu voto pela amizade que sempre tive com ele e com seus familiares e gostaria que muitos Pedreirenses fizessem uma reflexão do porquê o nosso municipio vem sofrendo o desapreço de todos os Governadores do nosso Estado nos ultimos anos.

    ResponderExcluir
  10. FORTALEZA BEIRA RIO

    FOI REALIZADA UMA REUNIÃO NA ESCOLA DE FORTALEZA BEIRA RIO NESTA TERÇA-FEIRA, DIA 17 DE ABRIL COM TODOS OS FUNCIONÁRIOS DA U. I. RAFAEL CORREA BARROS, COORDENADORA ERISVANI E OS REPRESENTANTES POLÍTICOS, VICE - PREFEITO ADENILSON E O VEREADOR JHULIO.

    OS FUNCIONÁRIOS RELATARAM OS PROBLEMAS QUE ESTÃO ATINGINDO A EDUCAÇÃO DA ESCOLA.

    O VICE-PREFEITO ADENILSON E O VEREADOR JHULIO FALARAM DAS DIFICULDADES QUE PASSA O MUNICÍPIO, MAS VÃO SOLICITAR RECURSOS JUNTO AO PREFEITO PARA MELHORIA DA EDUCAÇÃO DA U. I. RAFAEL CORREA BARROS ATRAVÉS DE REFORMAS, MATERIAIS DIDÁTICOS, MATERIAIS PERMANENTES, CLIMATIZAÇÃO DAS SALAS, DENTRE OUTROS.

    DURANTE A REUNIÃO FOI SOLICITADO A PRESENÇA DO PREFEITO PARA VISITAR A ESCOLA E CONVERSAR COM OS FUNCIONÁRIOS.

    Vale lembrar que a educação precisa sim de uma escola com estrutura adequada, com recursos didáticos/pedagógicos e materiais de apoio, mas também de compromisso com a educação por parte de todos.

    Matéria para um bom leitor
    Conclusão:
    Maior problema são os funcionários que estão em poção bebendo cachaça e sem fazerem nada! Cascaria está certo..esses políticos dai fizeram acordo com os funcionários agora querem fazer média com o povo.

    Fortaleza. Beira rio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já que fazer denúncia contra esses vagabundos que se intitulam de professor junto ao MPE não está valendo apena, liguem no disc 100 e façam a denúncia anônima pode ser que assim alguém tome providências. O que não pode é continuar da forma que ai está. Muitos tercerizados no município e no estado nas escolas de Poção de Pedras.

      Excluir
  11. Weverton Rocha esse merece ser senadores

    ResponderExcluir
  12. weverton rocha é ficha suja. não merece meu voto.

    ResponderExcluir
  13. vai é perder essa boquinha de deputado se se candidatar ao senado

    ResponderExcluir
  14. O pastor Bel não é nada de enrolado ,eu conheço de perto ,é um homem íntegro nos seus negócios,não tem apego a dinheiro ,gosta de ajudar as pessoas,está no sangue dele,ele realmente ajuda muito na área da saúde,eu mesma já precisei dele nessa área ,e tive apoio dele,ele tem o meu voto.

    ResponderExcluir