sábado, 21 de abril de 2018

Sandro do Abelha, promotor de festas e suplente de vereador de Lago do Junco, é assassinado com 5 tiros

O suplente de vereador e promotor de festas, Sandro Pinheiro dos Santos, mais conhecido pelo apelido de "Sandro do Abelha", de 30 anos de idade, foi executado com cerca de 5 tiros à queima roupa no povoado Abelha, localizado às margens da rodovia MA-119,  há 3 km da cidade de Lago do Junco.


O crime aconteceu no final da noite de sexta-feira (21), na porta do clube, local onde a vítima morava e promovia suas festas bastantes conhecidas na região dos lagos.



Passava das 23 horas, quando dois homens chegaram em uma moto Bros, o garupa desceu e falou para as pessoas que estavam no local se divertindo: "ninguém se mexe!" A vítima  tava sentada na porta do salão e foi atingida com 5 disparos à queima roupa, sendo 4 tiros no rosto e um no peito. 



Sandro do Abelha  morreu no local. Os criminosos fugiram com destino ignorado.



A policia esteve no local, realizou  os primeiros levantamentos em cima de mais um assassinato em nossa região com características de crime encomenda.

Sandro morava com Fátima, já num segundo casamento e  deixa 4 filhos. Ele também trabalhava como corretor de imóveis e aposentava pessoas. Era natural de Lago da Pedra. 

Nas eleições de 2016, Sandro do Abelha concorreu a vaga de vereador pelo PSDB; ele recebeu 226 votos, ficando na suplência. 



Com informações de R.D.

11 comentários:

  1. Mais uma pena de morte. Agora, se os assassinos forem presos, isto se forem presos, serão bem tratados, comida da melhor qualidade pra não fazer rebelião, colchão, poderão reivindicar auxílio reclusão, advogados sem custo, mais outros benefícios e direito a um programa de ressocialização, tudo pago com dinheiro público. A desgraça é ver gente reclamando da falta de serviços médicos, escola, saneamento, etc. Não entendem que o dinheiro público não dar pra tudo. Pra finalizar, assistimos passivamente.

    ResponderExcluir
  2. Taxa de homicídio no Maranhão está altíssimo é um dos estados mais violento do Brasil.

    ResponderExcluir
  3. Mas que triste, mais um pai de família que partiu. 😪
    É assim que o Maranhão está,com assassinos rondando entre nós.

    ResponderExcluir
  4. Queria saber quandobo governo do estado juntamente com a secretaria de segurança vai tomar providencia e investigar esses crimes de pistolagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cidadão você não compreende a situação. O problema não é a polícia. Pergunta: investigar pra quê, se a punição não inibe, não é temida, não cessa a prática delituosa. Na maioria dos crimes, quem pratica está em regime especial, isto é, está sob guarda da JUSTIÇA. Tu não ver TV, não? Meses atrás um policial foi assassinado por um "rapaz" portando tornezeleira.

      Excluir
  5. Rapaz esse nosso Maranhão deveria te
    Pena de morte para quem matar

    ResponderExcluir
  6. Concordo pena de morte para assacino e para estrupador

    ResponderExcluir