quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Leitores do blog estão preocupados com cachorros infectados vagando pelas ruas de Poção de Pedras



Nesta semana, o blog do Carlinhos recebeu reclamações de leitores de Poção de Pedras referentes a saúde naquela cidade. Eles alertam para a presença de alguns cachorros de rua que estariam infectados com calazar. Várias cidades da região já registraram casos da doença em seres humanos (Leishmaniose) este ano.

Segundo essas reclamações, é possível presenciar vários cachorros doentes vagando pelas ruas da cidade, principalmente na Vila Borges e Rua do Matadouro, colocando em risco a saúde dos moradores.

“Aqui na Rua Pernambuco, na Vila Borges, um cachorro apresentou sintomas dessa doença e a dona o colocou na calçada de outra moradora. O animal está fazendo pena, olhos remelentos, pulgas, carrapato, feridas e quase sem pelo;  em certas partes, a gente ver os ossos do animal. O cachorro tá se desmanchando e os vigilantes sanitários precisam vir recolher ele”, reclamou um morador.

Ainda segundo informações, na Rua Alagoas também tem um animal infectado com a doença. Já na Rua do Matadouro, vários cachorros soltos, alguns em péssimo estado de saúde, podem estar infectados. De acordo com relatos, há 5 anos morreu uma pessoa vítima de  Leishmaniose naquela rua, em Poção de Pedras.

“Na Rua do Matadouro já morreram três cachorros doentes nos últimos dias e tem morador tratando cachorros doentes com remédios, mas sem resultado”, informou outro leitor.

Os internautas estão alertando a secretaria municipal de Saúde de Poção de Pedras sobre esses riscos sanitários e solicitam a presença mais intensiva dos Agentes de Combates a Endemias para combater esse perigo.

Mais


Atualmente o Calazar ocupa a segunda posição entre as doenças parasitas que mais estão matando em todo o mundo, perdendo somente para a malária que continua sendo a mais mortal de todas. E a situação tende a se complicar ainda mais já que o Calazar é extremante perigoso e está entre as doenças tropicais que continuam sendo negligenciadas.



O CALAZAR EM HUMANOS:

Conhecido como Leishmaniose, é uma doença que compromete principalmente o baço, o fígado e também a medula óssea, sendo mais fácil de se propagar nas regiões rurais do Brasil, na região do Nordeste, mas também pode estar presente em qualquer outro local, por isto é preciso muito cuidado, principalmente nos grandes centros urbanos onde vem crescendo o número de animais que ficam soltos pelas ruas e avenidas.


SINTOMAS DO CALAZAR EM HUMANOS:

 A doença é transmitida pelo mosquito-palha ou birigui, que passa um protozoário para a corrente sanguínea. O parasita percorre o corpo do hospedeiro e atinge o fígado, o baço, a até a medula óssea. Se não tratada a leishmaniose visceral (nome científico da doença) pode até matar. Inicialmente, parasitas leishmânia causam feridas no local da picada do mosquito-palha. Se a doença progredir, ela ataca o sistema imunológico. O calazar se manifesta de dois a oito meses após a infecção com sintomas mais generalizados, incluindo febre prolongada e fraqueza.


O blog não encontrou nenhum contato com a secretaria municipal de Saúde de Poção de Pedras para falar sobre o problema citado nesta matéria. A SEMUS pode se manifestar com nota de esclarecimento pelo email: pf.carlosalberto@hotmail.com 



11 comentários:

  1. sobre esse cachorro da rua pernambuco, a dona pagou pro Babão jogar ele fora.

    ResponderExcluir
  2. CaderO candidato a deputado da vila Borges. Aliás ele ganha como agente de edemias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele ganha como agente de Endemias não. Ele agente de Endemias. Então é dever dele também.

      Excluir
  3. PEDRO XIMENES E RODRIGO FREITAS 2020

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra libertação de poção de pedras ...Pedro Ximenes ..e Rodrigo Freitas

      Excluir
    2. É sério mesmo? Eu comheco eles.

      Excluir
  4. na rua do matadouro morreu um cachorro doente no beco da casa do vizinho , um nojo, cidade sem lei

    ResponderExcluir
  5. A maioria é vírus da cinomose... só q não tem custo e nem o gestor se preocupa com essa situação dos animais

    ResponderExcluir
  6. É muito perigosa essa doença, cuidado principalmente com as crianças.

    ResponderExcluir
  7. Quem tem que dos animais são os donos. Ninguém é obrigado a cuidar de cachorros​ dos outros não. Os bichinhos ficam soltos nas ruas sem ninguém cuidar​. Prefeito não tem canil não.

    ResponderExcluir
  8. nim quem esta preocupado com os animais nao,se assim estivem,tratariam os animais.
    fariam campanhas contra o mosquito que infecta os animais.

    ResponderExcluir