sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

De olho na saúde municipal, Prefeito Erlânio Xavier capacita novos profissionais em Igarapé Grande

Fotos do evento ocorrido na manhã desta sexta-feira (25)
Aproveitando a popularidade em alta dentro de Igarapé Grande, o Prefeito Erlânio Xavier não se acomoda e continua com os esforços de melhorias em todas as áreas, e a saúde não deixa de ser uma das mais importantes prioridades de seu governo.

Tendo em vista que o Maranhão é um dos estados com os índices mais altos de hanseníase do país, a Prefeitura de Igarapé Grande em parceria com a Secretaria de Saúde municipal trabalham duro para não deixar essa doença se proliferar na região, visitando povoados, consultando pessoas e oferecendo tratamento gratuito para pacientes.
Secretária de Saúde Raquel Evangelista
Continua...

E hoje (25) às 8:30h, ocorreu a capacitação para os profissionais da Atenção Básica, cujo tema versou sobre: Tratamento da Hanseníase, Diagnósticos e Cuidados com os Portadores da Patologia. A capacitação foi no Salão Paroquial da Igreja Católica, no centro da cidade.

“Devido ao preconceito, a hanseníase ainda é uma doença desconhecida, e para mudar esse quadro, o Mistério da Saúde resolveu colocar o nome de Janeiro Roxo, focando e realizando várias atividades relacionadas ao tema. A partir disso se fez necessário o treinamento com todos os agentes da Atenção Básica” disse a secretária de Saúde Raquel Evangelista.

Coordenadora da Vigilância Epidemológica e enfermeira Maria Cristina Carneiro Vieira
Segundo a enfermeira Maria Cristina Carneiro Vieira, coordenadora da Vigilância Epidemiológica, a hanseníase é uma doença que se diagnosticada corretamente tem cura. Ao todo, existem quatro formas da hanseníase, duas delas não são contagiosas e o tratamento é feito em apenas seis meses. No caso das duas formas que são contagiosas, o paciente recebe tratamento de um ano, e gratuita. “Se o tratamento for iniciado assim que se descobriu a doença, o paciente recebe a cura em até 100%” disse Maria Cristina.

Prefeito Erlânio Xavier
Em conversa com o Prefeito Erlânio Xavier, ele falou sobre a operação do Janeiro Roxo em Igarapé Grande; “Esta é uma campanha preventiva, que tem o objetivo de garantir o diagnóstico precoce e oferecer apoio para vítimas, principalmente em idade infantil. Há ainda ações educativas sendo postas em prática. Com o envolvimento da escola, é possível atingir um público ainda maior, que muitas vezes não tem acesso a certos procedimentos ou não sabe que tem direito a eles”.

- ASCOM

4 comentários:

  1. Funcionário e gestores acordos
    Cuidados Estamos de olho

    Cópiei colei vamos nos ajudar nesses crimes combater


    Anônimo25 de janeiro de 2019 08:24
    Hoje estávamos no comércio de um amigo e observando os corruptos em fraudes chegamos a falar se cortar os 65 funcionários irregulares vamos ter 65 famílias empregadas em poção de pedras então não deixe esses criminosos fazerem acordo com políticos locais denuncie para nosso vereador Joaquim filho ajude nós vereadores estão desempregados

    Terceirizando
    Correio e municípios
    Agente e professor
    3 matrículas
    Judiciário e professor 40 mais 40 horas
    Saúde e educação 40 horas mais 40 horas
    40 horas em poção e 25 horas cidades vizinha
    Tem matrícula aqui em poção porque i funcionário trabalha em outras cidades
    Injustiça com nós
    Quem entende por favor nos ajude a denunciar
    Mais emprego para quem precisa

    Responder
    Respostas

    Anônimo25 de janeiro de 2019 10:27
    Tinha gente do judiciário que recebeu os quatro anos do gildasio sem nem trabalhar e toda vez que ia pra São Luís, ainda abastecia o carro de gasosa.


    ResponderExcluir

  2. Anônimo25 de janeiro de 2019 12:42
    O TCE tem demitir é os acúmulos de cargo. Pra dá vagas pra quem não tem

    Responder

    Anônimo25 de janeiro de 2019 12:50
    Pedreiras tá na lista também!

    Responder
    Vamos compartilhar os irregulares que nós temos oportunidade de trabalhar

    Crimes de funcionsrios público
    Terceirizar já mais
    É irregular


    ResponderExcluir
  3. QUE TIPO DE ELEITOR É VOCÊ?
    Os tempos mudaram, os eleitores precisam se adaptar.

    Na política local, sempre houve 3 tipos de Eleitores: O financiador: Aquele que não tem votos, não faz fofoca, mas ajuda financeiramente na campanha. No final cobram a fatura, são os mais beneficiados economicamente.

    Os cabos eleitorais: Geralmente são políticos da ativa ou lideranças do interior, não tem dinheiro, não fazem fofoca, mas tem votos: Cabem a esses, receberem secretarias e cargos de segundo escalão, ganham pouco, mas se contentam com o falso poder que o cargo lhe proporciona.
    E por fim, tem os Zuadentos: Não possuem dinheiro, não tem votos mas pensam que são lideranças, não falam “ Eu voto em você “ e sim “ Eu te apoio “ como se a ele concedesse o poder de multiplicar o único voto do qual ele tem poder: o dele próprio. Mas tem coragem de fazer Zoada, fofocas, intrigas. Esse tipo de eleitor briga com o vizinho, se separa da mulher, se intriga com a mãe, faz o jogo sujo e desnecessário que o candidato não tem coragem de fazer. Cabe a esse tipo de eleitor, quando muito, cargos de garoto de recado, de perseguidor de funcionários, são o sub-troços do vice-trecos, ficam contentes por receberem 1 salário e entram em êxtase se forem convidados para um churrasco na casa do Prefeito. É especificamente pra esses, que gostaria de me dirigir. Não se comportem como o Frango da propaganda da Sadia, que ficam contentes ao ver um frango assado, ou seja , consciência de classe: Zero. Gostam de levar fofocas, fazer intrigas e prejudicar. Para esses eleitores eu tenho uma péssima notícia a lhe dar: Vocês são descartáveis, os políticos toleram, suportam mas não gostam de eleitores assim. E se tudo mudou, porque você não pode mudar também?
    O rouge virou blush, brilho virou gloss, anabela virou plataforma, corpete virou porta-seios, que virou sutiã, a peruca virou aplique, que virou implante.”Problemas de moça" viraram TPM, crise de nervos virou estresse, purpurina virou gliter e goma virou gel. A cueca capa garrote virou sunga e tanga virou fio dental, PLOC virou big-big, a la-carte virou self-service, espaguete virou Miojo, paquera virou pegação, praça virou playground, LP virou CD que virou Pendrive que agora é Streaming, carta agora é email e mensagem virou torpedo que virou direct. O samba virou pagode, folclore brasileiro virou halloween, forró pé de serra ficou eletrônico, fortificante não é mais Biotônico, catuaba com amendoim virou Viagra, bicicleta virou Bis, polícia e ladrão virou counter strike. A bala antes era “ Estramites” agora é perdida. Mestre, virou professor e agora é facilitador.
    Se tudo mudou, porque continuar com o mesmo jeito de fazer política?.
    Vimos na última Eleição municipal e muito mais intensamente nessa eleição para Presidente, uma mudança de como se obter informação, hoje leva vantagem quem se comunica melhor em todas as mídias, seja: blogs ou redes sociais. Portanto, na próxima eleição, influenciará mais, não quem fizer mais zuada em bares ou rodas de fofocas mas sim, quem souber lidar melhor com as mídias Sociais, pois o alcance é maior e bem mais rápido.
    Chegou o tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas que já tem a forma do nosso corpo e esquecer os velhos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado para sempre à margem.
    E você ? É qual tipo de Eleitor ? Ou melhor, que tipo de Eleitor você pensa que é ?

    Créditos: Dr. Nelson Jonas

    Eleitores que tercerizam os seus serviços e falam dos políticos que eleitor você é?


    Fazer acordo com os políticos é falar dia mesmos que eleitor você é?

    ResponderExcluir
  4. Estava observando um determinado cidadão que não trabalha nem em poção pois já tem a mania de se escorar nos políticos ainda atrapalhar em outra cidades amigo acorda a casa tá caindo as redes sociais estão de olho

    Crime em concurso Est amos de olho
    Vamos salvar nossos empregos

    Tantos desempregados e os fraudadores terceirizando por corrupção

    ResponderExcluir