quinta-feira, 9 de maio de 2019

Informações sobre o estado de saúde das vítimas do acidente próximo ao Castelo de Pedreiras

No começo da tarde de quarta (8), um violento acidente envolvendo uma moto foi registrado na Avenida Mariano Lisboa, Centro de Pedreiras (MA).
 
Trecho da Avenida Mariano Lisboa, local da batida


A batida ocorreu às 13h e deixou os ocupantes da motocicleta feridos com bastante gravidade, felizmente, sem risco de morte. Eles foram socorridos no Hospital Geral de Pedreiras. Receberam os primeiros atendimentos e passaram por Raio X.  A estudante foi encaminhada para o Hospital Geral de Peritoró com suspeita de fratura no colo do fêmur.

Logo em seguida, o pai da estudante, Jailson Aguiar Silva, também foi transferido com suspeita de fratura na região pélvica (bacia). As últimas informações apontam, que ele foi novamente transferido, desta vez para o Hospital Macrorregional (Socorrão) de Presidente Dutra.  Pai e filha recebem tratamento ortopédico mais especializado nestes centros.

Jailson levava a filha na moto para o Colégio São Francisco, quando ocorreu o acidente. Eles moram na Rua do Tamarindo, em Trizidela do Vale.

O motorista do Fiat/Mob, José Morais da Silva, mais conhecido como “Seu Morais”, reside próximo ao local do acidente. Ele esteve na delegacia de Pedreiras, prestando depoimento sobre o acidente. Ele disse que retirou o carro da garagem e como não existe placa proibindo fazer o retorno, fez a convenção, que resultou no grave acidente. Seu Morais ajudou a socorrer as vítimas.

Um familiar das vítimas também esteve na delegacia de Pedreiras, ontem à tarde, e confeccionou um Boletim de Ocorrência. O caso está nas mãos do delegado Dr. Perikles.

Vídeo registra o momento do acidente 
Imagens dos veículos depois do acidente 
Mais informações

Colisão entre carro e moto deixa dois feridos próximo ao Castelo de Pedreiras


2 comentários:

  1. O velho do Fiat é que tava errado

    ResponderExcluir
  2. Em Pedreiras é difícil saber quem está errado, visto que as pessoas andam de moto sem habilitação, sem capacete, além pilotar de forma agressiva. Vale ressaltar que não se tem fiscalização por parte do poder público para conscientização dos motociclistas.

    ResponderExcluir