quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Apresentador de TV de Pedreiras sofre ameaça de morte nas redes sociais


Neto Corinto
Os profissionais da comunicação sofrem com diversas ameaças a sua integridade física; nesse sentido o Brasil registrou em 2015 o maior número de jornalistas assassinados em 23 anos; segundo o relatório do Comitê para a Proteção de Jornalistas (CPJ), 69 mortes em todo mundo provocadas pelas atividades jornalistas; desse total seis casos aconteceram no Brasil, que ficou em terceiro lugar na lista; o Maranhão é o estado com maior número de assassinatos, dois foram mortos em 2015.

Nesta semana, em um grupo da rede social, o blogueiro Carlos Barroso denunciou que já sofreu três ameaças de mortes neste ano. Há poucos dias, o apresentador Neto Corinto, Programa Tribuna na TV, Band de Pedreiras, sofreu ameaça de morte. Um rapaz deficiente, morador do bairro Mutirão, postou um vídeo nas redes sociais ameaçando a vida do apresentador. No vídeo aparecem vozes de outras pessoas incentivando as ameaças. Neto Corinto já procurou a delegacia de polícia para prestar queixas.

A polícia deve combater com rigor os criminosos que ameaçam a liberdade informação. 

4 comentários:

  1. Olha as expressões desse rapaz.Tá na cara que é marginal.Pode estar só fobando, mas fosse o Neto ficaria esperto.

    ResponderExcluir
  2. Esse ai que e o Neto, se liga marginal, se mexer com ele o bicho vai pegar!

    ResponderExcluir
  3. Não mata nem o vício dele esse mizeravel viciado em crak. Rouba a coitada da mãe pra usar drogas. Tenho é pena dele. Ele devia era morrer em vez de falar besteira. #indiguinado

    ResponderExcluir
  4. Se fosse comigo, mandaria dar uma surra de umbigo de boi nesse aleijado.

    ResponderExcluir