sábado, 2 de julho de 2016

O mistério cerca o desaparecimento de um homem em Pedreiras


Passado duas semanas, as autoridades envolvidas na busca não conseguiram uma única pista do paradeiro de um homem desaparecido nas matas da zona rural de Pedreiras.
Homem saiu para caçar no dia 20 de junho e não foi mais visto
Cícero de Jesus, 53 anos (foto), saiu de casa, no povoado Santa Edwiges, município de Pedreiras (MA), no meio da tarde do dia 20 de junho do corrente, para caçar e nunca mais foi visto. Após o desaparecimento, os moradores da comunidade começaram a procurá-lo, mas sem êxito; em seguida, foi acionado o Corpo de Bombeiros, sediado em Trizidela do Vale (MA).

Os bombeiros, auxiliados pelos jovens do Tiro de Guerra (Exército Brasileiro) de Pedreiras e moradores da comunidade, empreenderam uma grande operação nas matas fechadas que cercam o povoado de Santa Edwirges. Os homens já gastaram dezenas de horas e km no trabalho de busca e não foi localizado um único vestígio do paradeiro de Cícero nestes treze dias de intensa procura. “Estamos atentos até para presença de urubus voando na região que talvez apontem para o cadáver do seu Cícero, mas não tem nada”, disse um morador.

“É um caso intrigante”, declarou o tenente Machado, comandante do Corpo de Bombeiros e responsável pela coordenação da busca.

No meio da semana, uma mulher passou a informação que teria visto Cícero próximo ao lixão de Pedreiras e que teria tentado contato com ele,  porém, o mesmo se embrenhou na mata e sumiu de sua vista.

A esposa de Cícero, acompanhado do tenente Machado, esteve na casa desta senhora, com fotos de Cícero para confirmar a informação, mas ao olhar a foto a mulher disse que o homem que ela viu em atitude suspeita não era o Cícero.

Tenente Machado levanta várias hipóteses para o desaparecimento de Cícero.

“Com a experiência que temos são várias hipótese que podemos levantar: uma é que ele tenha perdido a noção do tempo, porque a mata faz a pessoa perder a noção do tempo e, em decorrência, ficar desorientado; então ele pode estar desorientado e andando em círculo. Mas ele é um homem experiente, que conhece a mata e está acostumado aquela rotina de andar por ela. Ocorre que antes de desaparecer, ele passou na casa de uma comadre, pediu um copo d’água e antes de ir embora, apontou numa direção e perguntou: ‘pra onde vai dar esse caminho’; e ela respondeu: ‘tu tá querendo fazer é graça, é Cícero.’ Então, pela nossa experiência, ele já tinha uma amnésia e ela não percebeu que tinha algo errado com ele”, disse o comandante do Corpo de Bombeiros de Trizidela do Vale.

Outra hipótese que está se fortalecendo é que Cícero de Jesus foi vítima de assassinato.

“Pelos dias que já passaram, são 13 dias, nós entramos na possibilidade dele ter sido assassinado; a gente não sabe o motivo, mas alguém pode ter armado uma emboscada, assassinado e enterrado o corpo do Cícero. Pra mim virou caso de polícia e já aconselhei a esposa, no quarto dia de busca, a procura a polícia e registrar um B.O.”, disse.

O certo é que o desaparecimento desse homem, como disse o tenente Machado, é intrigante, um caso cercado de mistério. O que teria acontecido com o pedreirense Cícero de Jesus? 

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário