segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Ativista de Esperantinópolis promete processar Flávio Dino em 100 mil reais por danos morais


“Ele mandou me prender, porque eu estava com panfletos reclamando do governo do estado”, afirmou João Alves.
Vídeo 
O ativista das causas de igualdade racial e social de Esperantinópolis, João Alves, afirmou que vai processar o governador Flávio Dino por danos morais. Segundo ele, em conversa com o blog do Carlinhos, vai pleitear na justiça uma indenização no valor 100 mil reais do Governo do Estado.

João Alves explicou que durante a passagem do governador Flávio Dino em Esperantinópolis, na tarde do último sábado (16), ele estava distribuindo panfletos contra o Governo do Estado e, por causa disso, o ativista acredita que o próprio Flávio Dino ou o Governo do Estado agiu de forma repreensiva com ele.

“Mandaram seguranças e a polícia atrás de mim. Eu fui abordado pelo sargento Zé Antônio e por seguranças do governador. Eles me revistaram, revistaram a minha mochila, me constrangeram na frente das pessoas, fui tratado como criminoso; a ideia deles eram me prender, mas como não acharam nada, fui liberado”, contou a reportagem do Blog do Carlinhos.
João Alves, conhecido ativista pela igualdade racial no Médio Mearim 
O blog conversou com o ativista João Alves após o encerramento da solenidade de inauguração do asfaltamento de vias urbana de Esperantinópolis. O evento contou com secretários de governo do Estado, deputados, prefeitos e o próprio governador Flávio Dino.

João Alves reclamou da ação policial, afirmou que ela foi truculenta e o deixou constrangido.

“Hoje, o Flávio Dino manda a polícia pra cima de mim, mas ele não dizia que isso era crime, quando eu fazia esses mesmo panfleto contra a governadora Roseana; pelo contrário, me chamava para almoçar com ele”, declarou.

Ainda sobe o assunto, o blog resolveu gravar um vídeo com o ativista para que ele explique melhor o que aconteceu durante a passagem do governador Flávio Dino por Esperantinópolis. Assista!

João Alves foi secretário municipal de Igualdade Racial, no governo do prefeito Dr. Raimundinho (2013-2016), em Esperantinópolis (MA).

“Eu fiz muitos protesto contra Roseana Sarney e ela nunca mandou me prender”, finalizou o ativista, muito revoltado. 

Mais em continua...

Flávio Dino inaugura obra em Esperantinópolis no sábado, dia 16
Após a solenidade, o ativista João Alves procura o blog do Carlinhos para fazer uma denúncia e promete processar o governador Flávio Dino em 100 mil reais 


Confira 

Flávio Dino, Aluisinho e Ana do Gás inauguram obras do Programa Mais Asfalto em Esperantinópolis

37 comentários:

  1. Quer ganhar R$ 100 mil sem trabalhar?

    ResponderExcluir
  2. E cada uma q me aparece.kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Governo opressor so que o povo ja esta dando a resposta nao foi que me contaram eu vi com meus proprios olhos foi uma vergonha o povo nao foram.fora Dino.100 mil pro joao alves.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vendo o governador, esse oportunista vai se amostrar, querendo aparecer fazendo protesto, ainda quer 100 mil, vai trabalhar.Você merece é uma cadeia para aprender a respeitar o governador.

      Excluir
    2. Esse João Aves vai ganhar é o que a jumenta ganhou.

      Excluir
  4. O povo nao engoliu essa gororoba de asfalto nao,e nao esquerceu da perseguicao desse governador prendendo as motos do povo.ele nao e doido sabe que o povo nao vota mais nele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo tu és um liso, como todos esse donos de motos de Esperantinópolis. Não existe essa de ter uma moto e não pagar o DUT, se não tem dinheiro pra manter uma moto vai andar de jumento.

      Excluir
  5. É muito e bom de tralha não tem um fazer

    ResponderExcluir
  6. Pela foto da de ver a animacao do povo a deputada a 1 dama nao ta muito animada nao. Jao alvez e um homem
    politico.

    ResponderExcluir
  7. Esse ai não que trabalha por q deixar um governador

    ResponderExcluir
  8. A gente vê cada uma.
    Esse é mais um desocupado, querendo se dá bem.
    Eita país sem jeito!

    ResponderExcluir
  9. agora o cidadao toma uma geral e quer processar o governador, 100 mil é facil né , vai trabalhar cidadao, é uma obrigaçao da policia revistar arruaceiro....
    e voçe Sr blogueiro nao tem noticia fica cassando picuinha porque o governo nao te paga né.

    ResponderExcluir
  10. Aaah João... mais tu caçou pras costas meu amigo. Janeiro fevereiro Março abril maio Junho Julho agosto e tu foi achar de divulgar panfletos logo em setembro na visita do homem moço!!!
    Mesmo assim tu ta de parabéns por a coragem que tu teve de andar divulgando esses panfletos. É direito seu e nosso fiscalizar. Afinal quem colocou ele lá no cargo de governador (por pouco tempo) foi nós!

    ResponderExcluir
  11. Kkkkkkkkkk... piada boa essa!! Ela fala com tanta convicção que se embaralha todo, procure argumentos e prove que foi o Governador que mandou fazer isso, e olhe lá pra ver se isso é verdade!! Faça me favor cidadão, vá trabalhar meu amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aposto que foi o Aluizim pé de mandacaru

      Excluir
  12. Rapaz o joao ta certo de correr atraz dos direitos dele,mas o valor er o juiz q determina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que direito que ele tem? Toda pessoa pode ser abordada pela polícia. Ele estava em atitude suspeita e parecia um desocupado.

      Excluir
  13. Vai trabalhar malandro

    ResponderExcluir
  14. É isso mesmo João ele tem que respeitar o povo!

    ResponderExcluir
  15. Ganhar dinheiro sem trabalhar e Rui mm não em!povo nogento ja faz as coisas pensando em processo pra arrancar dinheiro.

    ResponderExcluir
  16. So aki no Brasil mesmo... Vai trabalhar...

    ResponderExcluir
  17. quem prende moto é a lei, quem nao anda na lei tem que pagar por isso, quem inventou a lei nao foi governador, povo sem cultura e sem conhecimento. fora da lei tem que ser preso.
    ....tome uma geral da ROTA em sao paulo e fale bobagem seu bobao...kkkk...oh cidadezinha de gente burra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, nessa cidade a cultura é a ignorância e o analfabetismo, e só tem liso.

      Excluir
  18. Vai procurar alguma coisa pra fazer quer ganhar dinheiro sem trabalhar e desonesto não pode falar de erro e quanto te revistarem ta certo desoculpada e
    Mesmo um perigo

    ResponderExcluir
  19. Essa é a indignaçāo de quem votou no Flávio! O sentimento de revolta dele é o mesmo da maioria da população do nosso Estado!

    ResponderExcluir
  20. Esse governo comunista está chegando ao fim

    ResponderExcluir
  21. Esse bost tá com os dias contados

    ResponderExcluir
  22. Esse governo tem mesmo de ser processado

    ResponderExcluir
  23. Ele é dono disso mesmo!

    ResponderExcluir
  24. O maior desejo ser comunistas é prender todos os que lhes fazem.

    ResponderExcluir
  25. O mesmo João Alves, que além de votar em Flavio Dino, em 2014, ainda fez campanha em toda a região e panfletou em apoio ao mesmo.
    Agora, João Alves, o dito cujo, faz o contrário de tudo o que havia feito antes, é a democracia em pleno funcionamento em todo o estado e também em todo o país.

    ResponderExcluir
  26. Joao vove tem muinta sorte voce nao viu apolicia do comunista cada armario. Ainda mais que voce e negro. Neste brasil so premde preto puta e pobre kkkk

    ResponderExcluir
  27. DEIXEM O JOÃOZINHO SOLTO, NÃO PRENDAM O RAPAZ NÃO.

    ResponderExcluir
  28. cadê o asfalto do povoado Palmeiral heim

    ResponderExcluir
  29. é João o feitiço virou contra o feiticeiro

    ResponderExcluir
  30. manda a Polícia prender quem incomoda com som alto aqui em Palmeiral

    ResponderExcluir
  31. O João, panfletou e o João, se calou.
    Viu João? você está proibido de fazer panfletagem.

    ResponderExcluir