terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Mais informações sobre o assassinato de empresário em Igarapé Grande



Na manhã desta terça-feira (6), o empresário Raimundo Lucena da Costa, 60 anos, foi assassinado num estabelecimento comercial, localizado no Centro Comercial da cidade Igarapé Grande (MA).
Raimundo Lucena, 60 anos
No momento do crime, o empresário foi surpreendido por três disparos de pistola .40, quando estava no interior Mercantil Lucena, de sua propriedade. Raimundo Lucena morreu poucos minutos depois. Ele foi ferido no peito, no pescoço e na cabeça. A polícia descarta tentativa de latrocínio (assalto). O homicídio tem características de crime de encomenda.

Ainda segundo informações, outro comparsa ficou numa motocicleta Bros, aguardando na porta do Mercantil Lucena, dando apoio à ação criminosa. Testemunhas afirmam que os dois estavam bem vestidos, usando camisa com mangas longas. Após os disparos eles fugiram na motocicleta.
Curiosos se aglomeram em frente ao local onde aconteceu o homicídio 
A Equipe da Polícia Militar de Igarapé Grande foi acionada pouco tempo depois do crime. Os PMs estiveram no local, colheram informações e iniciaram diligências para prender os autores do assassinato. “No final da rua, soubemos que eles seguiram pela estrada das vilas e fomos atrás”, relatou Sargento Carlos, comandante do DPM de Igarapé Grande. 


Leia 


A estrada vicinal das vilas dá acessos ao outras cidades, como Bacabal e São Luís Gonzaga, bem como à dezenas de povoados. “A guarnição de Igarapé Grande saiu sozinha em perseguição da dupla; mas logo em seguida, quando estavam passando por um povoado, chegaram o reforço de duas viaturas da Força Tática e mais homens do Esquadrão Ágiua (motociclistas). Major Ricardo, comandante do batalhão de Pedreiras, estava junto e comandou toda operação”, disse.

Os PMs vasculharam dezenas de comunidades, chegando inclusive a povoados de São Luís Gonzaga. “Chegamos até cedo, mas  5 minutos de vantagem de uma moto é muito grande diante de carros, e desapareceram”, relatou Sargento Carlos.

Por volta das 15h, sem parada para almoço, os policiais retornaram à cidade de Igarapé Grande.

“A Polícia Militar, no comando Major Ricardo, fez tudo o que era possível, o que tinha que ser feito. Chegamos agora da operação; estivemos em todos os povoados, inclusive nos povoado de São Luís Gonzaga, do batalhão de Bacabal. O cerco foi grande, Viatura se deslocaram para a estrada de Joselândia, outra seguiu pela estrada do Lucindo. A polícia de Bacabal e São Luís Gonzaga estavam comunicadas”, relatou o Sargento Carlos.

Em Igarapé Grande, um forte aparato da Polícia Civil foi montado. O delegado regional de Pedreiras, Dr. Lucas Smith e investigadores da 14ª Delegacia Regional, iniciaram as investigações. A polícia teve acesso às imagens de câmeras de segurança que registraram a ação dos criminosos. As imagens estão sendo analisadas e vão ajudar nas investigações. O desafio da polícia é descobrir os autores, mandantes e motivo para o assassinato. 

Em Igarapé Grande, o clima é de consternação e medo...

Câmera de segurança registraram o crime 





Reportagem da TV Rio Flores com depoimento do Major Frans, subcomandante do 19º BPM de Pedreiras 
Vídeo
Mais 

Empresário Raimundo Lucena é assassinado em Igarapé Grande

Nenhum comentário:

Postar um comentário