quinta-feira, 5 de julho de 2018

Major Ricardo, comandante do 19ª BPM, faz esclarecimentos sobre a ocorrência do policial ferido com a própria arma em Igarapé Grande


A noite de quarta-feira (4), na cidade de Igarapé Grande, foi marcada com uma morte violenta e uma tentativa de assassinato na cidade de Igarapé Grande (MA). O comandante do DPM daquela cidade, Sargento Carlos, foi alvejado com três tiros da própria arma. Uma mulher identificada até o momento como “Sebastiana” tomou a arma do policial e efetuou os disparos. Ela foi morta pela guarnição durante troca de tiros. Nesta manhã, o comandante do 19ª BPM de Pedreiras, Major Ricardo, em entrevista para a imprensa local, forneceu detalhes da trágica ocorrência.

Confira alguns trechos da entrevista 
Major Ricardo, comandante do 19º BPM de Pedreiras 
OCORRÊNCIA

Major Ricardo – Infelizmente, nós tivemos essa ocorrência na cidade Igarapé Grande, em que segundo informações dos policiais que atenderam a ocorrência, a policia militar foi acionada, via telefone, a guarnição recebeu o chamado de uma possível agressão familiar em uma residência; no deslocamento, o policial encontrou um senhor que estava sem camisa ,sem vestimenta da cintura pra cima, alegando discursão, um atrito familiar. A policia chegou ao local, a mulher estava desiquilibrada na hora da abordagem; os policiais tentaram conversar com ela, não conseguiram, no dialogo deram voz de prisão pra mesma e na hora da abordagem,  de efetuar a prisão, ela resistiu a prisão, e ela em uma força descomunal, pode se dizer dessa forma, os policias não conseguiram colocar o uso das algemas nela  pra conseguir cessar as agressões dela e, nesse momento, ela pegou o armamento do Sargento Carlos e efetuou os disparos de arma de fogo. O nosso policial foi atingido por três disparo de arma de fogo.

ESTADO DE SAÚDE DO PM

“Graças a Deus ele se encontra hospitalizado na cidade de Peritoró; foi feito uma cirurgia, ele requer bastante cuidado, ainda corre certo risco... ele recebeu um disparo de arma de fogo no lado esquerdo do pescoço; esse disparo pegou na clavícula do lado esquerdo, transcursou pela garganta e foi amortecido na outra clavícula do lado direito; talvez se não tivesse pego nessa clavícula, teria sido fatal; outro disparo foi na região do abdome e um outro disparo nas nádegas. Foram três disparos que ela efetuou contra o policial militar.”

A AUTORA DO DISPAROS

“Após alvejar o policial, ela fugiu do local com a arma do policial e os policias foram socorrer o Sargento. Ela  foi pra residência dela, se trancou e lá, segundo informações, nós também iremos apurar essas versões, será aberto o procedimento, e os policiais ao chegarem lá, ela com as luzes todas apagadas, efetuou disparos na guarnição da policia militar e a policia militar só revidou dentro do necessário.”

“A arma foi recuperada, então agora nós estamos abrindo o procedimento administrativo, que é da policia militar, a polícia civil também irá abrir o procedimento;  já abriu é claro, nos vamos agora cuidar do nosso policial, prestar toda a solidariedade para a família e nós iremos nos deslocar para a cidade de Igarapé Grande para ver como está o clima na cidade.” 
Sargento Carlos, comandante do DPM de Igarapé Grande 
“Recebemos informações que ela estava andando na rua armada, que ela efetuou vários disparos com a arma do policial, que ela apagou as luzes dentro da casa, tirando assim a visibilidade da guarnição que foi chegando; varias informações chegou pra gente; agora nós vamos colocar no papel pra filtrar essas informações.”

INFORMAÇÕES SOBRE SEBASTIANA

“Segundos relatos, ela já vinha causando vários problemas na cidade, inclusive parece que até aqui na cidade também de Pedreiras, em um evento teria causado problema.”

Sargento Carlos 

POSICIONAMENTO DA POLICIAL

“O que a gente pede agora é que nosso policial se restabeleça o mais rápido possível, estava trabalhando, atendeu uma ocorrência de atrito familiar, que muita das vezes a gente vai nesse tipo de ocorrência e quando a policia vai chegar de forma mais viril, a sociedade às vezes questiona, porque a policia já chega fazendo aquela abordagem. Nós temos um padrão de abordagem e essa abordagem ela deve ser cumprida para a segurança do policial; as pessoas podem dizer assim: “uma mulher, a polícia tá abordando uma mulher de uma forma...” e olha o que aconteceu? Infelizmente aconteceu essa situação, mas uma vez reforço o nosso policial, encontra-se internado, encontra-se em um estado que realmente inspira muito cuidado.”

Com informações de Ribinha da FM Cidade e Ricardo Farias da TV Rio Flores para o blog do Carlinhos
Ribinha entrevista Major Ricardo Almeida 

______________

Mais informações 


Sargento Carlos, de Igarapé Grande, é feriďo a tiros com a própria arma



Vídeo registra momento em que policiais invadem a casa da atiradora em Igarapé Grande


39 comentários:

  1. Antonio do Mercado5 de julho de 2018 12:56

    Sargento Carlos, Deus está no comando de tudo, melhoras amigo.

    ResponderExcluir
  2. Muito mal contada essa história. . Ou uma abordagem muita atrapalhada .. foram erros em cima de erros ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A violência existente é por culpa nossa, sociedade. Vejam esse comentário, representa exatamente a nossa forma de pensar: a vítima sempre tem culpa... porrrrrrr

      Excluir
  3. Abordagem falha essa

    ResponderExcluir
  4. Major Ricardo. Esse sim tem meu respeito.

    ResponderExcluir
  5. Terá sido um caso de possessão? Uma mulher com força desproporcional à ponto de Resistir à três policiais masculinos não se vê comumente por aí!!!!

    ResponderExcluir
  6. Polícia muito preparada essa aí viu 😪😪😪 ... Deixa uma mulher desarmada fazer o que fez ... E pra piorar ainda a levaram a óbito o que é pior ainda ... porque mostra o despreparo da policia em uma abordagem .... Maranhão precisa de polícias mais preparados .... Porque se uma mulher fez isso imagina se fosse um homem como seria 😪😪😪

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato de a mulher tomar o revolver dele revela um despreparo sim. Mas ai falar é facil pra um moleke q ta atrás do teclado e nunca passou por situações como essa.

      Excluir
    2. Meu caro se vc não sabe essa "mulher" era um homem, só estava no corpo errado.

      Excluir
    3. Vc deveria tentar entrar p a polícia e entender como as coisas realmente funcionam... as vezes calar é melhor do que falar sem fundamentos...

      Excluir
  7. Muito mal contada a historia, ela realmente agredia o companheiro mas depois que deu os tiros no sargento ela nao efetuou mais nenhum e eu como vizinho so tenho a dizer que a policia entrou na casa dela quebrando a porta, a postola ja estava travada todo mundo vou e eles entraram e enquanto ela corria pra fora eles atiraram nela até ela cair de costa para a rua no ultimo tiro e o que eu sei é que quando a policia disparou no sentido da rua atinjiu o portao de uma casa e o sofá, realmente muito despreparo da policia poderia ter mais vitimas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que me impressiona é algumas pessoas se incomodarem quando outras comentam que é despreparo.
      Excesso de despreparo em série. O policial atingido não tem preparo nem para proteger sua própria árma ou querem que as pessoas acreditem que uma mulher simples tenha mais força que 3 policiais? Kkkkkk

      Excluir
    2. se fosse um Policial de sua família, tu não estava com essa conversa, ela causava grandes problemas dentro de Igarapé Grande, e viviam dizendo que a Policia nada fazia, agora ela atinge um Pai de família, tenta matar outros Policias, e tu vem dizendo que a policia e despreparada, vai tomar vergonha na cara,espero que você nunca passe por isso em sua família.Parabéns Policia Militar pelo belo trabalho, força Sargento Carlos estamos em oração.

      Excluir
  8. Essa história precisa ser muito bem explicada, por que a polícia, pelo que podemos ver nos relatos, cometeu uma execução sumária em prou do corporativismo.O dever da polícia e a de preservar vidas, e não a de tirar vidas.Independente do que essa senhora tenha feito, não foi uma ação correta dessa guarnição.O correto seria, primeiro uma negociação eficaz para sua rendição, segundo, havendo uma possível resistência por parte da mesma, fossem efetuados tiros para conte-la, e não o executarem dessa forma, sim executarem, porque isso foi uma execução.A justiça(a lei) taí para punir todos aqueles que comentem qualquer crime ou delito seja ele qual for. Portanto o papel da polícia é apresentar todos os que cometem crimes, seja ele qual for, para serem julgados na forma da lei.Povo do Maranhão, de Igarpé Grande e região,acordem isso não pode ser considerado normal, não se combate um crime com outro crime.Esperamos que o comando dessa corporação dê explicações para a população de Igarapé Grande que justifique essa ação desastrosa de seus polícias. E que a polícia civil fassa uma apuração dos fatos com isonomia, isenção e impacialidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprenda pelo menos a escrever seu cuzão,a polícia agiu corretamente e etae de parabéns,bandido(a) tem que tomar mesmo é bala na cara,vc deve ser um bandido horas cù de grude

      Excluir
    2. Aprenda pelo menos a escrever seu cuzão,a polícia agiu corretamente e etae de parabéns,bandido(a) tem que tomar mesmo é bala na cara,vc deve ser um bandido horas cù de grude

      Excluir
    3. Sim, o dever da polícia é preservar vidas, principalmente as vidas deles. Íncrivel como tem gente burra que defende uma louca que tentou matar um policial. Essa gente pensa que os policiais são blindados e vão resolver tudo dando abraço.

      Excluir
    4. Quero saber qual foi a quitanda q esse sujeito frequentou pra falar tanta merda

      Excluir
    5. Deixa de ser trouxa, a PM tem o procedimento padrão para cada tipo de abordagem, como foi feito na primeira tentativa, já na segunda tentativa com a bandida armada, o procedimento foi correto, pois a mesma atirou na PM primeiro. Agora se tu quer ser bonzão, vai ser um PM e botar o teu traseiro na reta se tiver coragem. Falar nas redes sociais é fácil.

      Excluir
    6. O cara desse comentário aí acima criticando a PM, é melhor ele voltar a estudar, pelo menos o português para não ficar passando vergonha.

      Excluir
    7. Rapaz isso aí é um esquerdopata, como todos, sabe lê e escrever péssimo.

      Excluir
    8. Respondendo a esse professor, ou a esses professores de gramática:O texto acima foi escrito somente para expressar uma opnião e não como uma redação oficial. A lingua portuguesa trata esse tipo de texto como LÍNGUA ESCRITA DESPREOCUPADA(caráter híbrido, pois é utilizada por pessoas escolarizadas em situações que não exigem tanta atenção à gramaticalidade)Aprendam seus burros. Até por que eu não estou aqui para dâ aulas de gramática.Com tantas palavras de baixo calão proferidas por esse ou esses sujeitos não devem ter uma boa cultura(MULAS NO PASTO).

      Excluir
    9. Vamos organizar um curso para que o "sábio" redator do texto acima possa ensinar como a polícia deve trabalhar! Menos julgamentos e mais sabedoria, vc n deve saber msm qual a realidade daqueles que dão trabalho p polícia!

      Excluir
  9. Muita polícia morre por despreparo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi despreparo, ele sabe como é o procedimento padrão de abordagem da PM, mas confiando que Igarapé Grande é uma cidade pacata, relaxou.

      Excluir
  10. Parabéns Major Ricardo, pelo pelo trabalho a frente do comando de nossa Policia Militar, o trabalho realizado está perfeito, e sobre o ocorrido a policia deu uma resposta a altura, caso essa Mulher estivesse se evadido, esses mesmo que criticam o ocorrido, também estavam criticando dizendo que nada foi feito. nem Deus agradou a todos infelizmente. forças Sargento Carlos estamos em oração.

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente isso vai quai no esquecimento igual o caso do Cotonete Major Ricardo de uma resposta a sociedade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A resposta já foi dada mané. a bandida já foi pro inferno, pra que resposta melhor?

      Excluir
  12. Com todo respeito aos policias, mas estavam sem preparo nenhum na hora da ocasião, jamais um policial poderá deixar um indivíduo chegar a sua arma de defesa na hora do combate, minha opinião em relação ao caso.

    ResponderExcluir
  13. Como que você viu isso Zé mane, tu tava dentro da casa ??? Como tu sabe a arma tava travada você ajudou ela entrar e pegou na arma, dentro da casa como mostra em vídeos estava tudo escuro como você sabe que só os polícias atiraram ??? Deixa de ser crítico meu amigo falar e muito fácil porque você como vizinho não abordou os polícias e disse que entraria na casa e pegaria a arma já que conhece ela, na hora todos querem falar besteiras, Parabéns aos polícias e isso mesmo não importa se é mulher ou homem, quando se tá com arma todos são iguais, você nunca foi assaltado por uma criança de 14 a 17 anos com uma arma na mão ?? Caso seja assalto por uma criança não faça nada e apenas uma criança também. Parem de quererem colocar pilhas nas coisas deixem para que as autoridades copetentes façam suas conclusões do ocorrido.

    ResponderExcluir
  14. E agora ! Quem poderá nos defender?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Euuuuuu!!!! o Breadolin Colorado!!

      Excluir
  15. Carlinhos tem uns comentários aí muito agressão verbal as pessoas tem pensa melhor nois comentário

    ResponderExcluir
  16. ????????????????????????????????????

    ResponderExcluir
  17. Na minhão opinião, neste momento devemos orar e pedir a Deus pela restauração da saúde do policial, afinal o seu estado de saúde merece toda atenção e cuidados. As outras situações de como isso ocorreu, neste momento ficam para segundo plano.

    ResponderExcluir
  18. Na minha opinião foi uma execução. .polícia é polícia mais que vacilou vacilou..ela era mulher mais queira ser homem tanto no modo de se vestir como no seu jeito machista. .então como a policia já conhecia era bom ficar atento..tem um ditado que diz p não confiar nem na sombra

    ResponderExcluir
  19. Qem não conhecer u sargento Carlos ele não tem diálogo ele já quer e chegar e batendo nos outros eu conhecia ela era uma ótima pessoa pra mim ali eles veio só pra Mata msm e outra momento algum teve troca de tiros pq todos viram á polícia tirando a arma da sentura dela

    ResponderExcluir
  20. A polícia está de parabéns, uma ação enérgica é necessária como resposta. Não importa se homem ou mulher, se adulto ou criança, se o ser indivíduo tem coragem de realizar qualquer ação contra a força pública, e que representa o Estado e seus cidadãos, deve receber a reação devida, proporcional, necessária e legal. Parabéns mais uma vez a todos os policiais da cidade e que Deus abençoe o SGT em sua recuperação.

    ResponderExcluir
  21. A polícia está de parabéns, uma ação enérgica é necessária como resposta. Não importa se homem ou mulher, se adulto ou criança, se o ser indivíduo tem coragem de realizar qualquer ação contra a força pública, e que representa o Estado e seus cidadãos, deve receber a reação devida, proporcional, necessária e legal. Parabéns mais uma vez a todos os policiais da cidade e que Deus abençoe o SGT em sua recuperação.

    ResponderExcluir