domingo, 2 de setembro de 2018

Professores de Marajá do Sena realizam mobilização na Câmara para garantir direitos e pedem fim de transferências



“Prefeito de Marajá do Sena diz ser uma questão pessoal, não conceder reajuste salarial para os professores”, afirma professora

 
Os professores da rede municipal de ensino de Marajá do Sena (MA), lotaram, na tarde da ultima sexta-feira(31), a galeria da Câmara Municipal, em busca  de apoio dos vereadores, para o cumprimento da Lei que garante os direitos da classe adquiridos, mas segundo a categoria, o prefeito não está cumprindo.

De acordo com a coordenadora do núcleo do SINPROESEMMA naquele município, Antônia Cléia Sousa da Silva, o prefeito Lindomar Araújo, “até o momento, nunca concedeu o reajuste salarial aos professores de Marajá do Sena, e que o plano de carreira, cargos e salários do magistério de Marajá do Sena, lei 19/2007, é de direito dos professores, é lei”, garante.
 
De acordo com a lei 19/2007, em seu artigo 43, fica assegurado o mês de março, para revisão dos valores do piso salarial dos servidores da rede pública municipal de ensino de Marajá do Sena – MA.

Outra questão polemica em Marajá do Sena, envolvendo o prefeito, é a remoção dos professores para a zona rural.

Quanto a respeito das remoções, os professores afirmam contarem com um documento, que assegura os meses na sede, mas por conta de perseguição política, o prefeito da cidade, Lindomar Araújo fez uma nova portaria e colocou alguns professores para lecionarem no interior, sendo que quem votou para o prefeito, que estavam no interior, ele colocou os mesmos na sede, nos lugares dos professores que foram removidos, e que de acordo com a classe, o motivo é perseguição polític. “Pois quem não votou nele ou não apoia seus candidatos, estão sendo de alguma forma, punidos”, afirma a sindicalista.

Os vereadores, por sua vez, receberam os professores em audiência, por unanimidade, declararam apoio a categoria e confirmaram que  a classe pode contar com eles pra  o que der e vier.

Em  seu depoimento, a presidente do Simproesemma, Antonia Cléia, se emocionou durante um desabafo.
 
“Se eu viver 1000 anos, serão 1000 anos dedicado em defesa dos nossos direitos”, disse.

A sessão da Câmara em que aconteceu a mobilização dos docentes marajaneses contou com as presenças dos vereadores Pedro do Airton, Cleone, Celestino, Willami, Almir Soares, Negão e o presidente da Casa Ernaldo. Dos nove vereadores do município, dois estiveram ausentes: Os vereador Dadá e Bismarqui César. O vereador Dadá, justificou sua ausência, informando que seu carro teria quebrado na cidade de Lago da Pedra, onde estaria a negócios.

Entre os três principais assuntos pautados para serem discutidos na sessão desta data (31/08), dois, foram relativos à participação dos professores, remoção de professores da sede para zona rural e plano de cargos, carreira e salários do professores.

Fato curioso: a maioria dos vereadores da cidade são professores ou já exerceram o cargo docente algum dia.

Veja a fala da coordenadora do núcleo do Simproesemma de Marajá do Sena, Antônia Célia.


Vídeo 
Mais fotos em continua...












Com informações do Blog do Vilmar Ferreira


23 comentários:

  1. Carlinhos,aqui em nossa cidade Poção também nunca recebemos tal reajuste e mesmo assim estamos Pianinhos,Será pq de tal omissão por nossa parte?Em quase 25 de magistério nunca tinha visto tanta bagunça.Olhem só os absurdo:Existe professores dando 14 aulas em 2 dias,professores que os diretores não querem.professores terceirizando a educação,professores sem competência de passar num concurso(gravíssimo).professores que dão aulas só através de xerox,professores que faltam semanalmente;enfim,uma bagunça generalizada.Será se podemos mesmo cobrara do cascaria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse negócio de diretor não querer professor é uma vergonha, pois tem muito diretor vagabundo querendo ser dona da escola,enche o peito e diz não aceito o professor tal em minha escola. Falta de respeito e preparação.

      Excluir
    2. Em poçâo o prefeito criou um projeto na camara para diminuir o salário dos professores. e todos vereadores do seu grupo votaram a favor.

      Excluir
    3. Vc não,seu texto é uma vergonha .Diga q não é professora da região. Pq o prefeito tem razão,Vc É uma leiga .

      Excluir
  2. Cadê o vereador Pedro que não presta pra nada e dizia que iria apoiar os professores e hoje chupa o pau do prefeito ?

    ResponderExcluir
  3. E para os varredores de rua que o prefeito lindomar passou 5 meses sem pagar e quando foi começar a pagar só pagou 800 reais para as mulheres e 500 para os homens. Eles não puderam se manifestar por ser contratados da prefeitura e precisar do emprego mesmo sendo humilhado.

    ResponderExcluir
  4. Esses vereadores são todos analfabetos. Não prestam pra nada. O lindomar vai o que quer e eles não fazem nada. Vergonhoso.

    ResponderExcluir
  5. Por que os vereadores não fiscalizam os contratos da prefeitura feitos com o niva ? Por que não fiscalizam a empresa preta contratada pra limpar a rua da cidade que mais parece um beco? Isso é desvio de dinheiro público. Ah cadê a ozeneide que passa o dia mamando o prefeito no Facebook ?

    ResponderExcluir
  6. Só uma dúvida,o que o tal de araújo faz aí no protesto?O cara foi colocado pela janea e ainda acha pouco.Affffffffffff

    ResponderExcluir
  7. Esse prefeito está igual a ex-prefeita Arlene, nunca pagou reajuste para os professores, ela preferiu pagar mais para a justiça, mas perdeu pra deixar de ser ruim.

    ResponderExcluir
  8. Araújo é um doido que apareceu aqui e agora quer cantar de galo. Anda na rua debochando do prefeito kkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Esses vereadores não prestam pra nada e pior é o povo que vota. O Almir é o pior, se vende até por um kilo de sal. É igual puta por dinheiro.

    ResponderExcluir
  10. Esperantinopolis também é a única cidade que não tem um povoado asfaltado o povoado Palmeiral necessita urgentemente desse asfalto diz aí secretaria da transparência quando esse asfalto vai sair o povo quer saber

    ResponderExcluir
  11. Agora é Bolsonaro presidente e Maura Jorge governadora galera

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário do Araújo. Chegou no marajá arrastando um cachorro a grito e agora só quer ser.

      Excluir
    2. O prefeito não tinha nem uma casa e hoje é milionário e ninguém investiga a procedência do dinheiro.

      Excluir
  12. Lindomar contratou 3 vigias pro colégio pagando 300 REAIS pra cada e os vereadores não fazem nada e nem o ministério público. Isso é considerado trabalho escravo. Cadê vc vereador moralista wilame ? Por que não abre sindicancia sobre isso ? Isso é crime!!! Os coitados se humilham pra ganhar 300 reais porque passam necessidadea básicas. Falta de caráter. O prefeito não tá nem aí, tá escravizando a população carente. O pior prefeito do país é esse homem. Pior do que ele é impossível. Numa cidade visível perante a lei ele já teria o mandato casado.

    ResponderExcluir
  13. Marajá do Sena está nas mãos de um ditador...

    ResponderExcluir
  14. Para os babão contratadozinho!!! Vão estudar!!!! Esse prefeito só ficando rico a custa do dinheiro público, passou mais de 10 anos não tinha nem casa para morar em marajá do Sena!!! E agora tem fazendas, apartamentos tudo a custa dos babão, FORA LINDOMAR CORRUPITO.

    ResponderExcluir
  15. O estado deveria intervir nessa cidade não tem como continuar assim. Os vereadores deveriam se manifestar. Ele confia que tem parente desembargador. Deixa o Flávio Dino se reeleger que ele vai saber o que é bom pra gripe.

    ResponderExcluir
  16. Fora ditador corrupto!Nós desta cidade não tem medo deste prefeito Lindomar Araújo, todos somos trabalhadores, você que não tem profissão,pena que você não ganha mais,o povo maranhense não é bobo, vai rouba em outra freguesia não dar mais para você Lindomar....

    ResponderExcluir
  17. Cadê o ministério público? Por que os vereadores não denunciam ? Cadê a professora ozeneide que passa o dia no Facebook defendendo o prefeito que se nega a pagar os direito da categoria que ela faz parte ? uma mulher casada discutindo em redes sociais por político é coisa feia. Tá defendendo demais, isso tá suspeito.

    ResponderExcluir