quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Médico pedreirense reclama e culpa governo e prefeituras por descaso na saúde

Atualizada para correções de informação às 19h26
Médico Alan Roberto Costa Silva 
A situação crítica da saúde publica no Maranhão tem revoltado não só usuários do sistema, como também profissionais que atuam nesse setor. Nesta quinta-feira (13), em entrevista ao Bom Dia Mirante o médico Alan Roberto Costa Silva, que já foi vereador de Pedreiras, criticou algumas prefeituras do interior e o governo do estado devido a situação crítica pela qual passa o hospital do Centro de São Luís. O médico trabalha na emergência do Hospital Djalma Marques, o “Socorrão I”.

De acordo com médico Dr. Alan Roberto, o problema da superlotação no hospital é provocado, principalmente, por receber pacientes de todas as partes do Estado.

“O problema dos Socorrões I e II não é São Luís, mas é sim o interior do estado e mais recentemente um verdadeiro desmonte que o governo do estado está fazendo na saúde, e o município é que está sofrendo as consequências. Estamos à beira, realmente, de um colapso”, conta Alan Roberto Silva.

Sobre a informação que morreram quatro pacientes à espera de atendimento, Dr. Allan nega que passou essa afirmação a imprensa.  Em conveesa comco blog do Carlinhos agora à noite, eje  disse que os pacientes estavam recebendo atendimento e morreram em decorrência da gravidade da enfermidade, dois à espera de UTI.


"Não afirmei que morreram esperando atendimento. Eram pacientes graves, internados há dias e morreram pela gravidade de suas doenças. Estavam no corredor. Dois precisavam de UTI e não tínhamos vagas", retificou o médico agora a noite.

Outra reclamação do médico é com relação à falta de investimento de prefeitos nos hospitais de outros municípios do interior do Maranhão. Outro ponto reclamado são os recentes problemas ocasionados pela falta de médicos na rede estadual de saúde.

“Estamos vivendo um drama muito maior, que é um verdadeiro desmonte que o governo do estado está fazendo na saúde do estado, com demissões em massa de médicos em hospitais de alta complexidade, como o Carlos Macieira (Hospital de Referência Estadual de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira) e em hospitais macrorregionais no interior do estado, por isso está vindo tudo pra cá. Até uma cirurgia de apendicite, que era algo simples feito no interior, não é mais, pois onde tinham dois cirurgiões, agora só tem um, e uma operação como esta não pode ser feita só por um, tem que ter um auxiliar, aí vem tudo pra cá”, declarou o médico.

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) também diminuíram a capacidade de atendimento, de acordo com Alan Roberto Silva.

“As UPAs não tem mais resolutividade nenhuma e encaminham pra cá até cólica menstrual, pois não tem medicamentos, as alas vermelhas vao fechar. Onde tinham três médicos, agora tem dois, e onde eram dois agora só tem um. Então hoje, as UPAs são meros postos de saúde que não resolvem nada. Então tudo que chega lá um pouco mais complexo, eles mandam para o Socorrão I. Vivemos aqui uma situação dramática”, concluiu.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) disse que o atendimento segue de modo regular aos pacientes tanto nas UPAs e hospitais de alta complexidade. Em relação aos médicos do Hospital Carlos Macieira, a secretaria informou que houve “apenas a substituição da empresa responsável pela Central de Regulação de Leitos e que em nada acometeu o atendimento aos usuários”.

Fonte: Imirante 

10 comentários:

  1. Parabéns Dr Alan,é uma pura verdade.Os socorrões de são luís tornaram-se um matadouro humano,onde a cada hora morre 2 ou 3 pessoas por falta de atendimento.Onde está o ministério público??

    ResponderExcluir
  2. Bota pra arrebentar, dr. Allan Roberto, meu futuro prefeito de Pedreiras!

    ResponderExcluir
  3. Verdade parabéns DR Alan Roberto, estou com um primo Meu a quase 2 dois meses no Socorro 2 para fazer uma cirurgia do femo,e até agora nada de traferirem ele para o HTO porq só la pode ser feita essa cirurgia..

    ResponderExcluir
  4. Só tá falando isso por que não ganhou a babinha, se não tava caladinho na dele. Ele é outros por ai

    ResponderExcluir
  5. Dr alan e filiado a qual partido ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E daí que ele seja filiado a partido? nao vi ele sitando em nenhum momento algo relacionado a politica, ele esta se posicionando como profissional e principalmente como ser humano que ele é. Agora vc deve ser um dos muitos baboes que está se beneficiando da incompetencia desse governo.Gostaria de saber onde está o ministério publico do Maranhao que nao se move com comprovidências contra a gestao desse homem assim como dos prefeitos que estão de coloio com ele.

      Esperemos mais um pouquinho, 2019 está chegando e com ele o MITO o MOURO pra organizar esse Brasil. Pra tirar esses defensores publicos das caixinhas dos gestores e botar pra trabalhar de verdade.

      Excluir
  6. Doutor Alan falou foi a verdade nua e crua. O problema da saúde maranhense está um caos,como em todo o Brasil.

    ResponderExcluir
  7. Futuro prefeito de Pedreiras.
    O único que pode dar jeito naquela troça.

    ResponderExcluir
  8. Futuro prefeito de Pedreiras.
    O único que pode dar jeito naquela troça.

    ResponderExcluir