quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

“O meu cachorro é dócil, o culpado é o cavalo que estava solto pelo bairro”, afirma dona do Pitbull em Pedreiras


O nome do Pitbull é "Demon" 

 
O pangaré branco é que é casqueiro ...

Ainda sobre o Pitbull solto em um bairro de Pedreiras, que atacou um cavalo, fato que alarmou moradores, ontem à tarde (5), a dona do cão (que preferimos resguardar o nome), entrou em contato para afirma que o animal é pacato, e que o cavalo, (que mais parece um velho pangaré), é que estava solto indevidamente, que o cavalo foi caçar conversa com o pitbull, que estava tranquilinho em seu lugar, que ainda deu um coice violento no cão e que o pitbull precisou usar de sua força descomunal para se defender do pangaré. A dona afirma que o pitbull é dócil, que não ataca crianças, que foi apenas um descuido momentâneo ele ter se soltado... Em fim, o pangaré que estava no local errado e na hora errada. "Aqui é um bairro, não é um curral”, reclamou. E para comprovar que o pitbull é dócil, ela gravou um vídeo e encaminhou para o blog do Ricardo Farias, com o animal brincando com uma criancinha inocentes.

Confira


Fotos e vídeos públicados com autorização de Cléo Pereira, mãe da criança. 
O nome do Pitbull é  "Demo"

Ou seja, as pessoas que caminham por aquelas ruas do Bairro Maria Rita podem ficar tranquilas que o pitbull não vai atacá-las, ele apenas se defendeu do pangaré casqueiro, que provocou o pobre cachorro.

Criança é fotografada em cima do pitbull para comprovar que o cão é dócil 
Mais 

Proprietária de pitbull que atacou cavalo no bairro Maria Rita, emite nota em defesa do seu animal de estimação


Momento em que o pitbull ataca um cavalo no Bairro Maria Rita. (Crédito: Repórter Ricardo Farias)



Pitbull à solta ataca animais e leva medo a moradores em Pedreiras





21 comentários:

  1. O Pitbull é uma cão agressivo por natureza e não pode ficar solto na rua, pode até matar uma criança.

    ResponderExcluir
  2. As autoridades tem que tomar um providencia contra esse cão antes que ele mate uma pessoa.

    ResponderExcluir
  3. Se esse bicho me atacar ele morre na hora.

    ResponderExcluir
  4. na imagem o cão ataca covardemente o pangaré que só faz se defender e fugir.

    ResponderExcluir
  5. O vídeo do ataque é claro. O cavalo nem vê quando o cachorro chega por trás e o ataca. Alguem já viu um cavalo vir do nada, ir lá numa casa aperriar um cachorro e dar um coice nele? Conta outra mulher e amarra esse teu bicho. Depois num reclama.

    ResponderExcluir
  6. Eu pensei que o Carlinhos só publicava disculpa esfarrapada de político mas essa aí foi de lasca

    ResponderExcluir
  7. Cães desse porte só podem andar na rua, utilizando focinheira.
    Lei Estadual nº 11.531/03, que exigem a utilização de coleira, guia curta, enforcador e focinheira para os cães das raças de grande porte.

    ResponderExcluir
  8. O que aconteceu foi um acidente, o cachorro se soltou e atacou o cavalo, isso é fato! Também tenho um pitbull muito dócil, mas eles são agressivos com animais que eles não têm costume de conviver, por isso temos que ter cuidado redobrado para que não se soltem. O Pitibull é uma raça bastante dócil com crianças. Todos os animas de grande porte tem um potencial maior de ataque para defender seu espaço, então nós que temos cães assim temos sempre o cuidado redobrado. Foi um acidente, tenho certeza que o dono do cachorro terá mais cuidado ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho uma Rottweiler, ela é muito dócil também!

      Excluir
  9. Eu tenho pavor de cachorro.Ainda mas desta raça,nao é de confiança pos ja li várias reportagens ele atacando até seu próprio dono.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso varia muito, vai de como criamos o cão! A minha cadela é Rottweiler, e a mesma é muito dócil com todos, mas quando saio na rua com ela, ponho a focinheira e o enforcador, apesar de ela ser muito obediente.

      Excluir
  10. Meu Deus quanta polêmica meu caro amigo. Acidentes acontecem, correntes se quebram.
    E mas independente de raça todos os cachorros atacam jumentos burros e cavalos; isso é fato.
    E isso não quer dizer que o cão não seja dócil!

    ResponderExcluir
  11. A dona diz que culpado foi o cavalo q passou na rua. No caso, se alguém passar e ele atacar, o culpado foi a pessoa que tbm passou rua?

    ResponderExcluir
  12. Agora fiquei na dúvida!
    Burro é o quadrúpede que passava na rua ou a pessoa que afirma que o animal atacou o Pit Bull?

    ResponderExcluir
  13. Veja na íntegra o conteúdo da lei, que foi publicada no Diário Oficial do Maranhão no dia 28 de dezembro de 2017.

    PODER EXECUTIVO - LEI Nº 10.761, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2017.
    Cria normas para condução e permanência de cães nos locais que menciona e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO, Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembleia Legislativa do Estado decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1º A condução de qualquer cão em locais de grande fluxo de pessoas no Estado do Maranhão, independentemente de raça ou tamanho do animal, somente poderá ser efetuada com o emprego de guias, reguláveis ou não.
    Art. 2º Os cães das raças tipificadas pelo Poder Executivo Estadual como potencialmente perigosas somente poderão transitar ou permanecer em locais públicos do Estado do Maranhão se conduzidos com coleira do tipo enforcador, além de mordaça com resistência compatível à força dos animais.
    Parágrafo único. O disposto neste artigo aplica-se, também, ao trânsito ou à permanência desses cães em áreas comuns e de serviços de prédios, conjuntos habitacionais e condomínios.
    Art. 3º Os cães a que se refere o artigo anterior, assim como os cães de médio ou grande porte de qualquer raça, em hipótese alguma poderão ser conduzidos por menores de 16 anos de idade.
    Parágrafo único. Para efeitos da presente Lei, considera-se de médio porte os cães com altura superior a 50 centímetros, medidos da cernelha até o solo.
    Art. 4º O descumprimento de qualquer dos artigos anteriores, acarretará a apreensão do cão e a imposição de multa a seu proprietário, no valor de R$ 600,00 (seiscentos Reais), para a liberação do animal.
    Parágrafo único. Se em decorrência do descumprimento houver ataque a pessoas, o valor será triplicado.
    Art. 5º Constatada a inobservância do disposto nesta Lei, qualquer pessoa poderá intervenção de força policial.
    Art. 6º No caso de cães que, comprovadamente, tiverem atacado pessoas, os mesmos serão apreendidos e somente liberados através de laudos expedidos pelo corpo técnico veterinário do município onde aconteceu o fato, independentemente das sanções civis ou penais decorrentes de eventuais danos causados.
    Parágrafo único. Será assegurado o acesso aos laudos de avaliação dos cães às sociedades protetoras de animais.
    Art. 7º As residências e quaisquer estabelecimentos onde houver cães de guarda perigosos deverão ser guarnecidos com muros, grades de ferro, cerca e portões de segurança para garantir a tranquila circulação de pedestres, e sinalizados com placas indicativas, fixadas em locais visíveis e de fácil leitura, para alertar da presença dos animais.
    Art. 7º Na forma da legislação em vigor, os proprietários de cães de qualquer raça, ficam obrigados a identificá-los, bem como a recolher dos logradouros públicos as fezes de seus animais.
    Art. 8º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Mando, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e a execução da presente Lei pertencerem que a cumpram e a façam cumprir tão inteiramente como nela se contém. O Excelentíssimo Senhor Secretário-Chefe da Casa Civil a faça publicar, imprimir e correr.
    PALÁCIO DO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO, EM SÃO LUÍS, 27 DE DEZEMBRO DE 2017, 196º DA INDEPENDÊNCIA E 129º DA REPÚBLICA.

    FLÁVIO DINO
    Governador do Estado do Maranhão

    ResponderExcluir
  14. A pessoa que sai na rua com um cão desse porte e dessa raça na rua sem focinheira e sem coleira comete um crime, de acordo com esta lei adotada em vários estados.

    ResponderExcluir
  15. Vai chega a hora que essa menina vai vira lanche dele

    ResponderExcluir
  16. Essa família não tem noção do perigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Essa raça foi desenvolvida para riam brigas entre cães, quando eles atacam eles só larga a vítima quando ela está completa móvel sem movimentos. Quero distâncias de um animal desse.😱

      Excluir
  17. A dona do cachorro merece ficar presa por falar tanta tolice. Pensa que o povo é idiota. Agora que me lembrei . Foi esse mesmo povo que vendeu seu voto para o flavio dino. Então ela tá certa.

    ResponderExcluir