sexta-feira, 26 de abril de 2019

Lula: “Fico preso cem anos. Mas não troco minha dignidade pela minha liberdade

O ex-presidente Lula falou com exclusividade ao EL PAÍS e à 'Folha' na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, na manhã desta sexta-feira

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entra em um pequeno auditório da superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Lá dentro, é esperado pelos jornalistas do EL PAÍS e do jornal Folha de S. Paulo. Chega de tênis, camisa social, calça jeans e paletó cinza, e um calhamaço de papeis embaixo do braço. Senta-se numa mesa ao centro com alguns poucos microfones. Não está feliz nem triste. Nem tampouco envelhecido. Mas está diferente. “Tudo bem?”, diz ele aos presentes, ainda com o rosto um pouco fechado, e se dirige para uma mesa improvisada ao centro, onde fica de frente para o repórter do EL PAÍS e para Mônica Bergamo da Folha, que vão conduzir a entrevista.

 “Antes de vocês fazerem a primeira pergunta... quero fazer um micropronunciamento para tratar especificamente do meu caso, e depois do caso do Brasil”, diz ele, em tom grave.

Suas mãos tremem um pouco quando começa a ler. Seu rosto fica vermelho olhando para o texto que traz um rosário de críticas contra seus julgadores. “Sei muito bem qual lugar que a história me reserva. E sei também quem estará na lixeira.” Lula critica o ex-juiz Sergio Moro, responsável pela sua condenação, a Operação Lava Jato, e o procurador Deltan Dallagnol. “Reafirmo minha inocência, comprovada em diversas ações”. O silêncio é absoluto, apesar da presença de delegados da Polícia Federal e de três oficiais armados, todos a serviço da PF, que está sob o guarda-chuva do Ministério da Justiça, conduzido por Sergio Moro.

Lula está engasgado e sabe que esta entrevista é a oportunidade para falar depois de um ano silenciado pela prisão em abril de 2018. A conversa tem início e o ex-presidente ainda mantém um semblante sério. Mas uma pergunta quebra a rigidez. Quando é questionado sobre a morte do irmão Vavá, em janeiro deste ano, e o neto, Arthur Araújo Lula da Silva, de 7anos, dois meses depois.  “Esses dois momentos foram os mais graves”, lembra ele, citando também a perda do ex-deputado Sigmaringa Seixas, morto no final do ano passado. “O Vavá é como se fosse um pai pra família toda. E a morte do meu neto foi uma coisa que efetivamente não, não, não… [pausa e chora]. Eu às vezes penso que seria tão mais fácil que eu tivesse morrido. Porque eu já vivi 73 anos, eu poderia morrer e deixar meu neto viver."

“Não tem problema que eu fique aqui para o resto da vida. Quem não dorme bem é o Moro”

Lula diz que há outros momentos que o deixam triste, com uma mágoa profunda. “Quando vejo essa gente que me condenou na televisão, sabendo que eles são mentirosos, sabendo que eles forjaram uma história, aquela história do powerpoint do Dallagnol, aquilo nem o bisneto dele vai acreditar naquilo. Esse messianismo ignorante, sabe? Então eu tenho muitos momentos de tristeza aqui. Mas o que me mantém vivo, e é isso que eles têm que saber, eu tenho um compromisso com este país, com este povo”, completa.

 Entrevista de Lula

Começa a entrevista, que virou caso de Justiça. Só foi realizada após a interferência do Supremo Tribunal Federal. Uma conversa que vai durar duas horas. E o ex-presidente começa a relaxar. É o Lula de sempre. Ele está igual. Quem esperava vê-lo envelhecido ou derrotado, se frustra. Ele tem fúria. E obsessão para provar sua inocência. “Não tem problema que eu fique aqui para o resto da vida. Quem não dorme bem é o Moro, Dallagnol e o juiz do TRF-4 [que confirmou sua condenação em segunda instância].”


Vusei com a primeira parte da entrevista

Os detalhes desta conversa serão publicados ao longo do dia no site e nas redes sociais do EL PAÍS.

Fonte: El País


29 comentários:

  1. Cem ano é pouco pra esse bandido

    ResponderExcluir
  2. Ainda tem 7 processos pra ser julgado molusco #lula livre em 2099

    ResponderExcluir
  3. Já era hora de uma notícia boa sobre o ex-presidente. Mantida a promessa de ficar "cem anos preso", acrescido de 73 anos da idade, somará 173 anos. Assim, saindo da prisão com 173 anos de idade não terá mais energia para criar ORCRIM, nossos descendentes não serão roubados, segundo a justiça do Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meus amigos, a justica desse pais e mesmo uma piada, deixar presidiario da entrevista,so aqui mesmo.

      Excluir
  4. Tu vai ficar é 200 ladrão

    ResponderExcluir
  5. Fica preso cem anos mais não assume q é ladrão pra não perder os idiotas q o idolatram!

    ResponderExcluir
  6. Vagabundo todo, os filhos dele estão sentindo falta da teta do governo, dificuldade está passando a grande maioria da população brasileira!

    ResponderExcluir
  7. Tô vendo alguns celulares na mesa do Luladrão, isso é permitido pra bandido preso?

    ResponderExcluir
  8. Tem que morrer na cadeia bandido

    ResponderExcluir
  9. So na mente demente desse delinquente que ladrão tem consciência,devi d ficar mesmo o resto da vida preso

    ResponderExcluir
  10. So na mente demente desse delinquente que ladrão tem consciência,devi d ficar mesmo o resto da vida preso

    ResponderExcluir
  11. Eu sou é Bolsonaro.

    ResponderExcluir
  12. Fazer um exercício de reflexão é sempre bom. Lula é preso antes das eleições de 2018, não vai para o presídio comum nem especial e cumpre pena na delegacia da PF, em uma sala com várias regalia conforme mandou Sérgio Mouro. Lula pode convocar entrevista, receber amigos, parentes. Enfim, um tratamento diferenciado dos outros ex politicos detentos. Ao mesmo tempo em qué o Juiz responsável por sua condenação é galardoado ministro da justiça, logo será integrante do STF. Algo muito suspeito.

    ResponderExcluir
  13. O bens dos filhos tbm foram bloqueados? Ou só os dele? Esse Lula é mala. Como se os filhos estivessem lisos. EhegeE

    ResponderExcluir
  14. da nojo de vê um vagabundo desse dá entrevista, só no Brasil mesmo!!! não tenho nem palavras pra medir a falta de caráter de um larápio desse.

    ResponderExcluir
  15. Linda entrevista. Muito esclarecedora. Agora não restam mais dúvidas, fica ratificado que esse cara além de corrupto, conforme ddecisão do Juiz, do TRF4, STJ e STF, não tem consciência e ética, visto que acha normal e honesto os crimes praticados por ele. Pior é que essa cegueira pega, todos tenham muito cuidado.

    ResponderExcluir
  16. Seu lugar é na cadeia mesmo, só não pode é conceder entrevistas, isso preso da sua espécie e de categoria nenhuma deve.

    ResponderExcluir
  17. Kkkk esse bandido ta é doido

    ResponderExcluir
  18. Meu Presidente tamos juntos

    ResponderExcluir
  19. Esses bolnions cader o Queiroz e Flávio bolssonions? Esse desgoverno 4 anos e muito fora quadrilha de desgoverno da bolssonions...

    ResponderExcluir
  20. Não votei no Lula. ..mas esses anos todos o Brasil perdeu muito sem vc. ... É uma pena, tinha que voltar, só não sabe disso quem é demagogo.

    ResponderExcluir
  21. Esse aí é pior que terrorista, não tem nem adjetivo para o nomear. Pois terroristas ainda assumem a culpa.

    ResponderExcluir
  22. Eu nunca em toda minha vida vi um bandido que assumisse culpa pelos seus crimes e este senhor que nunca teve palavra não seria o primeiro. Que Deus nos livre de gente como essa...
    Vade retro Satanáse...

    ResponderExcluir