sexta-feira, 21 de junho de 2019

Idosa atropelada em avenida de Pedreiras morre no Hospital de Presidente Dutra


Morreu na manhã desta sexta-feira (21) a senhora Maria das Mercedes, de 75 anos. A mesma residia na Rua Sebastião Curvina, em Pedreiras e foi vítima de atropelamento na Avenida Rio Branco, ocorrido no dia 18 de junho. 

A idosa foi levado ao Hospital Geral de Pedreiras e após ser feito uma tomografia, foi constatado que ela recebeu uma lesão no cérebro. Devido a gravidade do quadro, a vítima tinha sido transferida para o Hospital de Presidente Dutra, onde faleceu. 

O acidente

Uma câmera de videomonitoramento da Loja Dois registrou o momento em que Maria foi atropelada. No vídeo, é possível ver que a idosa atravessava a avenida, quando um motoqueiro não conseguiu desviar e a atingiu. O responsável, que ainda não foi identificado, fugiu sem prestar socorro.

Desde o começo do ano, esse já é a segundo acidente de trânsito na região cuja vítima fatal é uma idosa. No último dia 18 de maio, Maria das Graças, de 71 anos, estava na garupa de uma motocicleta na BR-381, quando foi atingida por um jovem que perdeu o controle da moto após fazer uma manobra conhecida como "grau". O adolescente fugiu sem prestar socorro. Três dias depois da batida, a idosa faleceu no HG de Presidente Dutra. 


Relembre o caso: https://www.carlinhosfilho.com.br/2019/05/adolescente-que-fugiu-sem-prestar.html

https://www.carlinhosfilho.com.br/2019/05/idosa-de-pedreiras-morre-em-decorrencia.html

Imagens do momento do acidente que vitimou Maria das Mercedes na avenida Rio Branco. 

Imagens: Sandro Vagner.

8 comentários:

  1. Sinceramente esse aço de poderia ter sido evitado se a mesma estivesse atravessando na faixa de pedestre e também se os motoqueiros respeitassem a velocidade permitida nesse trecho e mesmo com tudo isso e a falta de atenção de ambos acarretou nesse triste ocorrido .Lamentável ..
    Meus pêsames a família●

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ela tivesse atravessado na faixa ela n teria morrido

      Excluir
  2. Sinceramente esse acidente poderia ter sido evitado se a mesma estivesse atravessando na faixa de pedestre!e também se os motoqueiros respeitassem a velocidade permitida nesse trecho e mesmo com tudo isso e a falta de atenção de ambos acarretou nesse triste ocorrido .Lamentável ..
    Meus pêsames a família●

    ResponderExcluir
  3. Na minha opinião esse acidente poderia sim ser evitado, mais não pelo motoqueiro e nem por ela mesma. Mais sim pela pessoa que estava com ela, foi muita falta de atenção dessa pessoa pois quem convive com idosos sabe que eles nunca ficam quietos.

    ResponderExcluir
  4. E também ela morreu não por causa do impacto da moto, até pq ela não teve nenhum osso quebrado.
    Ela morreu por causa que ela bateu com a cabeça no chão. Uma pessoa idosa já é perigoso ficar sozinha, agora imagina uma pessoa idosa, deficiente auditiva e muda que já está com seus reflexos enferrujados por causa da idade já avalçada, não pode ficar sozinha de forma alguma.
    As pessoas tem que ver desse ponto de vista também e não ficar culpando só o motoqueiro

    ResponderExcluir
  5. Dona Mercedes, infelizmente, foi vítima de um trânsito muito perigoso e que pode acontecer com qualquer um. Vivemos numa correria intensa todo cuidado é pouco. Deus no comando sempre de nossa vida. Amém

    ResponderExcluir
  6. Lembrei da minha vozinha agora 😢 que Deus proteja nossos idosos e que tenha mais atenção este trânsito de pedreiras ...

    ResponderExcluir
  7. Em Pedreiras o povo não tem educação,o trânsito dessa cidade é o pior k já vi, já morei em São Paulo muito tempo, lá é cidade movimentada,mais o trânsito é organizado,tem gente k vem do interior pra pedreiras,k não sabe nem pra k serve aquele semaro

    ResponderExcluir