sexta-feira, 21 de junho de 2019

Mais Médicos: 1,9 mil profissionais começam a atuar em junho

Os municípios contemplados são de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso.



A partir deste mês de junho, mais de 6 milhões de pessoas que vivem nas áreas mais vulneráveis do Brasil já poderão contar com reforço profissional do Programa Mais Médicos. O ministério da Saúde publicou, na quarta-feira (19), o resultado da 1ª fase dos médicos selecionados neste 18º ciclo do programa. 

De acordo com as regras previstas no edital nº11/2019, 1.975 profissionais foram selecionados para atual na Atenção Primária das unidades de saúde de mais de mil municípios, localizados nos 26 estados, além de 10 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). Esses profissionais devem se apresentar nos municípios entre os dias 24 e 28 de junho para o início das atividades de  atendimento à população. 

Os municípios  contemplados neste edital do Mais Médicos são de áreas historicamente com maiores dificuldades de acesso - a exemplo das ribeirinhas, fluviais, quilombolas e indígenas - e que dependem do atendimento do Sistema único de Saúde (SUS). Foram oferecidas aos médicos 2.149 vagas, conforme indicação dos gestores locais sobe a quantidade necessária de profissionais para atendimento em suas unidades de saúde. 

Esta primeira fase do 18º ciclo do programa priorizou a participação de profissionais formados e habilitados com registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) do Brasil. Além disso, para garantir a imparcialidade na escolha de médicos qualificados, preferencialmente com perfil de atendimento para a Atenção Primária, o Ministério da Saúde estabeleceu critérios de classificação, como títulos de Especialista e/ou Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade. 

3 comentários:

  1. Esseeeeee é meu patrão meu presidente

    ResponderExcluir
  2. O Brasil tem medicos mais do que o suficiente. As autoridades querem desvalorizar a profissão trazendo profissionais despreparados de outros países, pra sucatear a saúde, e poder desviar mais recursos, pois não são os seus familiares q vão ser atendidos por esses profissionais.

    ResponderExcluir
  3. Já que o Carlinhos não vai fazer eu faço:

    Parabenizo EM NOME DA NAÇÃO BRASILEIRA O SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA "JAIR MESSIAS BOLSONARO", que 1900 médicos brasileiros tem seus empregos, ora ocupados por estrangeiros cubanos, explorados pelo governo dos castros que retinha 75% dos salários.

    Parabéns PRESIDENTE JAIR MESSIAS BOLSONARO.

    2022 eu e minha família votarei no senhor novamente. Esquerda jamais.

    ResponderExcluir