quarta-feira, 26 de junho de 2019

Polícia Civil prende dono do CEPAP e IES em Barra do Corda suspeito de falsificar certificados

Os cursos são sediados em Barra do Corda e têm extensões em Jenipapo dos Veiras e Poção de Pedras

Todas as informações abaixo foram repassadas ao Blog Minuto Barra pelo delegado Renilto Ferreira por volta das 14:h desta quarta-feira.


A Polícia Civil de Barra do Corda, coordenada pelo Delegado Regional Renilto Ferreira e equipe de capturas, realizou na manhã de hoje, 26/06/19, uma grande operação com o intuito de investigar possíveis crimes de falsificação de documentos públicos, bem como crimes de estelionato e associação criminosa quanto a oferta de cursos de nível médio e superior de forma irregular, junto ao Conselho Estadual de Educação do Maranhão (CEE/MA) e ao MEC.
Diplomas em brancos apreendidos na operação da Polícia Civil de Barra do Corda 

Foram cumpridos vários mandados de busca e apreensão na cidade de Barra do Corda e na cidade de Jenipapo dos Vieiras, tendo sido apreendido computadores, celulares, livros ata, de frequência, arquivos, diplomas assinados em branco (alguns inclusive assinados sem apontar se quer o curso que o aluno estaria se formando), históricos escolares assinados em branco, bem como apreendido ainda uma arma de fogo com numeração suprimida.
Foram apreendidos livros ata, de frequência, arquivos, diplomas e históricos escolares assinados em branco

O alvo da operação foi o empresário e professor Lázaro Mota de Sousa, pessoa esta que seria o proprietário dos Institutos IES e CEPAP, que são sediados na cidade de Barra do Corda e possuem extensões nas cidades de Jenipapo dos Vieiras e Poção de Pedras.

Lázaro foi preso em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo restrita (arma com numeração suprimida), bem como autuado pelo crime de falsificação de documentos públicos uma vez que, com a apreensão em sua residência de vários diplomas e históricos escolares assinados em branco, bem como depoimentos colhidos no curso das investigações, que afirmam que Lázaro atuaria em Barra do Corda na venda de certificados e de diplomas falsos, a polícia entende que há indícios suficientes para a autuação do mesmo também pela prática desse delito.


Após as formalidades legais, LAZARO foi encaminhado a Unidade Prisional de Barra do Corda, onde ficará custodiado à disposição da justiça da justiça local.

Fonte: Blog Minuto Barra de Gildásio Brito/Instagram da Polícia Civil de Barra do Corda  




A Polícia Civil de Barra do Corda, coordenada pelo Del Regional Renilto Ferreira e equipe de capturas, realizou na manhã de hoje, 26/06/19, uma grande operação com o intuito de investigar possíveis crimes de falsificação de documentos públicos, bem como crimes de estelionato e associação criminosa quanto a oferta de cursos de nível médio e superior de forma irregular junto ao Conselho Estadual de Educação do Maranhão (CEE/MA) e ao MEC. Foram cumpridos vários mandados de busca e apreensão nesta cidade e na cidade de Jenipapo dos Vieiras, tendo sido apreendido computadores, celulares, livros ata, de frequência, arquivos, diplomas assinados em branco (alguns inclusive assinados sem apontar se quer o curso que o aluno estaria se formando), históricos escolares assinados em branco, bem como apreendido ainda uma arma de fogo com numeração suprimida. O alvo da operação foi o empresário e professor *LAZARO MOTA DE SOUSA*, pessoa esta que seria o proprietário dos Institutos *IES* e *CEPAP* que são sediados nesta cidade de Barra do Corda e possuem extensões nas cidades de Jenipapo dos Vieiras e Poção de Pedras. LAZARO foi preso em flagrante pelo crime de posse ilegal de arma de fogo restrita (arma com numeração suprimida), bem como autuado pelo crime de falsificação de documentos públicos uma vez que, com a apreensão em sua residência de vários diplomas e históricos escolares assinados em branco, bem como depoimentos colhidos no curso das investigações, que afirmam que LAZARO atuaria nesta cidade na venda de certificados e de diplomas falsos, a polícia entende que há indícios suficientes para a autuação do mesmo também pela prática desse delito. Após as formalidades legais, LAZARO foi encaminhado a Unidade Prisional desta cidade, onde ficará custodiado à disposição da justiça da justiça local.
Uma publicação compartilhada por Delegacia de Barra do Corda (@delegaciabarradocorda





) em

10 comentários:

  1. Carlinhos,não deixe de postar meu comentário.Conheço pessoas que burlaram concursos em duas etapas: da prova objetiva e adquirindo certificados falsos como esse aí que estamos vendo.Mais um duro golpe na quadrilhão dos cconcursos.

    ResponderExcluir
  2. 3..2...1....exonerando os quadrilheiros e concursados da região que foram aprovados com diplomas falsos , tá chegando em poção de pedras fujam logo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico triste com esses vagabundos que tem um malandra acabando com quem estuda....últimos concurso é triste com esses comentários.......é verdade cadeia neles....
      Revoltado com esse vagabundos.

      Investigue sua cidade e salve seus filhos destes corruptos

      Excluir
  3. Que diabo onde vamos parar meu Deus com esses enrolados poção de pedras está em maus caminho minha cidade que ano mas esses criminosos estão acabando nossos estudantes se for verdade renuncie urgente vamos salvar o município destes criminosos em falsos documentos e concursos irregulares. .....urgente estamos sofrendo

    ResponderExcluir
  4. Em poção de pedras o povo sabem quem estuda e tem moral de passar em concursos

    Fim esses crimes que prejudicam muitos jovens poção-pertences


    Se for verdade cadeia nesse povo corruptos

    ResponderExcluir
  5. Alguns comentam q em poção de pedras tem um professor do mal esse já acabou com o sonho de muitos estudantes
    Vou investigar quem é esse malvado


    ResponderExcluir
  6. Na cidade de igarapé Grande se compra diploma até de mestrado,tem gente que estuda pouco meses em curso é já está formado kkk

    ResponderExcluir
  7. Isso é nada! Aqui em Esperantinópolis tem uma que tem é certificado de mestrado ALAYANRCAMPOSALVES, nunca nem pisou na porta de uma faculdade kkkk.

    ResponderExcluir
  8. Aqui em Esperantinópolis quem fala a verdade é conhecido como falador e ficam maus visto pelos corruptos

    ResponderExcluir
  9. Não sei quem eu vou defender lá por poção tem um determinado professor q critica critica Bolsonaro nas redes sociais mas vive com uma corrupção acima de tudo........

    Fica difícil meu professor

    ResponderExcluir