sábado, 10 de agosto de 2019

Mulher é Pra Ser Respeitada”, parceria com o esforço de todos garante sucesso da ação que movimentou Pedreiras e região



Durante dois dias consecutivos, milhares de pessoas visitaram os stands, participaram de cursos, receberam algum tipo de atendimento ou participaram de brincadeiras educativas e outras formas de contato com a causa da mulher, na 4ª edição Ação “Mulher é Pra Ser Respeitada”, na Praça do Goiabal.

Promovida pelo Poder Judiciário do Maranhão por meio da Comarca de Pedreiras e coordenada pela juíza titular da 3ª Vara, Larissa Tupinambá, com em parceria com a Prefeitura de Pedreiras e com o apoio de empresários, instituições diversas e das prefeituras de Trizidela do Vale e Lima Campos, a ação foi considerada pelos organizadores e pelo público, um grande sucesso, atendendo ou até mesmo superando as expectativas de todos.

Segundo cálculos fornecidos pelas secretarias do município de Pedreiras, participantes da ação, ao todo foram 4.314 atendimentos de saúde; Assistência Social realizou 359 atendimentos; Tenda da Beleza fez 526 atendimentos; Meio Ambiente distribuiu 650 mudas de plantas e 500 copos da campanha “adote um copo” e na Feira da Agricultura foram um total de 25 agricultores que participaram da ação. Os números, embora ainda não sejam da totalidade dos atendimentos, mas dão uma dimensão da ação “Mulher é Pra Ser Respeitada”.

Além dos serviços, no segundo dia da campanha, os estudantes das escolas municipais de Pedreiras, Trizidela do Vale e Lima Campos participaram de um concurso e apresentaram paródias de autoria própria, abordando o combate a violência contra as mulheres, concorrendo às premiações dos três primeiros lugares, para cada município. Entre os participantes de Pedreiras, onze alunos de cinco escolas disputaram, tendo como vencedor o aluno João Pedro Lima, estudante da escola Janoca Maciel, que ganhou um celular como prêmio. A segunda colocação foi para Marcely Santos, da escola Manoel Trindade, que ganhou um tablete; e Jullyson Rodrigues, da escola Naise Trindade ficou em terceiro lugar e ganhou um kit escolar.

Este ano trabalhamos com o gênero musical paródia, em que nossos alunos puderam trabalhar de forma lúdica um olhar crítico sobre o combate à violência contra a mulher, pois acreditamos que precisamos combater todo o pensamento machista de que a mulher precisa viver em situação de submissão, então foi trabalhado pelos professores e demais profissionais do ensino com os nossos alunos para que eles retratassem nas letras das suas músicas as formas diversas de violência contra a mulher e o resultado foi surpreendente”, avaliou a secretária Municipal de Educação, Débora Regina Sousa.

Os artistas pedreirenses cantaram a força da mulher na noite cultural que encerrou o evento, fechando com chave de ouro a ação “Mulher é Pra Ser Respeitada”. A presidente da Fundação Pedreirense de Cultura e Turismo (FUP), Francinete Braga, destacou a ação e o show. “Organizamos com muito carinho e proporcionamos esse momento de cultura e lazer, que aliás, são direito fundamentais da mulher, nesta parceria do poder judiciário representado pela Dra. Larissa Tupinambá com a Prefeitura de Pedreiras, representada pelo prefeito Antônio França, secretários e equipes, estamos fechando com êxito esta ação”, afirmou.

O cantor e compositor Garrincha, que participou do show de encerramento da ação considera um momento muito especial. “Muito importante para todos nós, porque no mundo em que vivemos há muita violência, e se tratando de mulher, sabemos que ela não foi concebida para ser espancada, mas para ser amada e respeitada. Mulher é um ser supremo”, ressaltou o artista.

A secretária Municipal da Mulher, Cícera de Maria, participou ativamente da ação, que considera um marco, e ressaltou os esforços da gestão Honra e Trabalho nesta parceria com o Poder Judiciário. “O nosso gestor Antônio França é preocupado com todas as causas sociais e de forma especial com a mulher e a prova disso foi recentemente a inauguração da sede própria da nossa secretaria, um espaço condizente com a causa, lugar em que podemos receber com todo amor, carinho e atenção as nossas companheiras que precisam do nosso apoio. Em relação à ação, é uma belíssima iniciativa da juíza Larissa Tupinambá com o apoio do nosso gestor juntamente com os gestores de Trizidela do Vale e de Lima Campos, e assim a mulher tem voz e vez e é trabalhada sua autoestima e seus direitos”, enfatiza.

A juíza coordenadora, Larissa Tupinambá, avaliou positivamente da ação. “Foram dois dias muito intensos de atividades variadas em que a comunidade de Pedreiras veio e sentiu esse clima de trabalho sério de combate à violência contra a mulher, e assim conseguimos que todos os serviços atingissem não apenas o público feminino, mas todos que vieram para a ação. Agradeço a prefeitura e todos os secretários municipais, juízes, advogados, Ministério Público, Defensoria Pública, médicos, enfermeiros, odontólogos, profissionais em geral, voluntários, empresariado, enfim, a todos que contribuíram para que esse evento tivesse tamanha dimensão, e isso não se faz sozinho”, disse a magistrada.

Foi uma ação grandiosa em que nos sentimos parte e participamos do propósito de melhorar o sentimento de respeito para com as mulheres, para que elas ocupem de fato seus espaços de direito na nossa sociedade. Gestão Honra e Trabalho se empenhou em todos os sentidos para o sucesso deste evento e aqui agradecemos ao empenho da cada servidor, do mais simples ao mais gabaritado profissional para o êxito desta ação, que resulta do esforço do Poder Judiciário e de todos os parceiros. Pedreiras está maior em sua grandiosidade com a realização desta ação de tamanha magnitude e importância”, afirmou o prefeito Antônio França.
Mais fotos em continua...

































Reportagem Especial - Ascom de Pedreiras 


2 comentários:

  1. Zero de comentários

    ResponderExcluir
  2. Kkkkk só que acho mais engraçado nessa história e que tem um Prefeito que paga de bom moço nesses eventos cheio de pose, e nos bastidores enche sua esposa de bolachas mete e o kacete mesmo. Rsrsrsrs

    ResponderExcluir