Compartilhe essa Notícia:


Ocorreu ontem (02), uma reunião no plenário da Câmara de Vereadores de Pedreiras, para discutir as condições do prédio alugado onde funciona o Colégio Dr. Herschell Carvalho. Estiveram presentes estudantes, pais de alunos, diretora, subdiretora, professores, vereadores e a secretária de educação, Débora Regina.

O assunto ganhou grande repercussão após a divulgação, na impressa local, de imagens das instalações da escola em que pode-se ver os problemas enfrentados pelos ocupantes, como por exemplo, o mal funcionamento dos ares-condicionados, devido a antiga instalação elétrica predial, além de problemas estruturais.

Aproveitando a presença da secretária de educação, professores informaram, ainda, outros problemas que eles e os alunos enfrentam no cotidiano: equipamentos precários, fios de energia expostos, piso precisando de reformas e outras situações que requerem a atenção do poder público. O caso que gera maior preocupação, é sobre o prédio dispor apenas de um acesso que serve para entrada e saída dos estudantes e educadores.


Após ouvir atentamente as reivindicações, o presidente da Câmara, vereador Bruno Curvina, disse que foi proveitoso o encontro.

“Hoje, a gente sai daqui com uma vitória para os alunos, os pais, professores e a direção da escola Herschell Carvalho. A gente vem acompanhando essa luta de todos eles no decorrer desses meses, com alguns problemas que estão dificultando demais a realização das aulas, o bem estar do alunos na sala de aula. Graças a Deus, a solução foi positiva e vamos acompanhar passo a passo o desenrolar dessa história, informando à população, fazendo o nosso papel de vereador.” Finalizou o parlamentar.

Segundo a secretária de educação, Débora Regina, o prefeito Antônio França teria pedido o prazo de 15 dias para resolver o problema do ar condicionado de uma das salas. Informou ainda, sobre a possibilidade da Unidade de Ensino funcionar em outro prédio, porém, tal medida requer mais tempo.

“Não é só o problema de uma falta de um aparelho de ar condicionado, então, são problemas estruturais que foram levantados pela própria administração, também, quando estivemos juntamente com o prefeito de Pedreiras, visitando essa escola e foi levantada a possibilidade do imóvel, que antes funcionou uma escola da rede estadual, pra que dentro de um espaço de planejamento, de organização, possa atender a clientela que hoje está funcionando em um prédio que é alugado.” Disse a secretária.

Em conversa com um dos representantes de uma das empresas responsáveis pela manutenção nos aparelhos de ar condicionado do Município, ele disse o seguinte: “Enquanto não substituir a instalação elétrica do Herschell Carvalho, pode trocar todos os ar condicionados, que o problema irá continuar aparecendo”.


⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. O que esse prefeito fez com os 22 milhões dos royalties do Gás e com os mais de 100 milhões anuais do FPM????

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA