terça-feira, 1 de outubro de 2019

Prefeito Fred Maia lança o Programa Tarifa Social de Energia Elétrica em Trizidela do Vale


Na última segunda-feira (30), a Prefeitura de Trizidela do Vale, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, lançou o Programa Tarifa Social Energia Elétrica com o objetivo de beneficiar famílias de baixa renda com a redução da tarifa de energia elétrica em até 65%.

A iniciativa é uma parceria entre Prefeitura, Governo do Estado do Maranhão (por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social - SEDES), Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) e Cemar.

A cerimônia de lançamento ocorreu na quadra de esportes da matriz de Santo Antônio de Pádua e contou com a presença do prefeito Fred Maia, do vereador e presidente da Câmara Municipal Corró, do ex-vice-prefeito Deibson Balé, do coordenador do programa Tarifa Social da Cemar, Técio, dos vereadores Sival, Lúcia da Farmácia, Hamilton do Gás e Joãozinho, do presidente do Sistema de Abastecimento de Água do Município Nanô do Povo e da secretária municipal de Assistência Social, Dina Selma.

O cadastramento será realizado na Secretaria Municipal  da Assistência Social localizada na Rua Cândido Nunes e também no Centro de Convivência Familiar e Fortalecimento de Vínculos situado na Rua da Boa Vista e no Auditório Municipal, no Bairro Aeroporto no horário das 8h às 12h e das 14h às  16h de segunda a quinta-feira.



O que é a Tarifa Social?

É um benefício social criado pelo Governo Federal para beneficiar as unidades residenciais de famílias com baixa renda. Consiste na redução da tarifa de energia elétrica em até 65% e até 100% para indígenas e quilombolas.

Cada família tem direito ao benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica em apenas uma unidade consumidora. O tipo de ligação da unidade consumidora pode ser monofásica, bifásica, ou trifásica, independentemente do valor consumido.

O que precisa para ser beneficiário?

Ter o NIS (Nùmero de Identificação Social) e renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo; ser inscrito no Cadastro Único para Programas do Governo Federal - CADÚnico, com renda familiar mensal de até três salários mínimos, ou que seja portador de doença ou deficiência, que precise do uso continuado de aparelhos ou equipamentos elétricos, ou, residir com idoso ou deficiente que receba o BPC (Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social).

No total 1.020 famílias serão  beneficiadas na sede e zona rural.




Assecom - Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Trizidela do Vale

2 comentários:

  1. Rapaz isso aí é querendo o endereço do povo para o ano que vem ministério público abra o olho!!

    ResponderExcluir
  2. Começa a cadastrar logo o endereço do cras da trizidela,q fui lá e tava fechado com a energia cortada.

    ResponderExcluir