Compartilhe essa Notícia:

Vítima dando entrevista à imprensa local na 14ª Delegacia Regional de Pedreiras
No último final de semana, uma mulher foi agredida durante um evento festivo num bar em Pedreiras. Segundo informações, ela tentou defender o colega de agressões motivadas por razões preconceituosas. 

A vítima, que não quis se identificar, alegou que o agressor estava sob efeito de álcool e hostilizou com o amigo dela, que é homossexual. "Ele estava sentado do nosso lado, quando começou a fazer ofensas, dizendo que não queria ficar perto da gente pelo fato dele ser gay e dizendo para sair de perto", disse. 

O homem ainda quis humilhar o jovem, tentado urinar em cima do mesmo em local público. A vítima tentou defender o colega, mas foi violentamente agredida com empurrões e um soco na testa. 

A esposa do agressor, tentou acalmá-lo, mas não conseguiu. A mulher contou que o homem ainda proferiu ofensas racistas contra o rapaz, dizendo que ele "além de ser gay ainda é "preto" e pobre"

Devido a gravidade do crime, a vítima espera uma providência das autoridades. O agressor deve responder por violência contra a mulher, injúria racial e homofobia.

Confira abaixo a entrevista com a vítima:




- Com informações da TV Ouro Vivo
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

1 Comentários

  1. É por isso que eu não entro e nem me meto em briga dos outros, tem muitas vezes que dá até morte.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA