Compartilhe essa Notícia:

Confira abaixo o depoimento do Policial Militar Carlos Eduardo, preso neste sábado (25), após matar a própria esposa e um homem, que seria amante dela, no Condomínio Pacífico I, no bairro Vicente Fialho, em São Luís.



Em depoimento, PM diz que estava se separando da esposa assassinada.

O policial militar, Carlos Eduardo Nunes Pereira, que assassinou no sábado (25) a esposa, Bruna Lícia Fonseca Pereira, e José Willian dos Santos Silva, afirmou em oitiva que estava em processo de separação da mulher.

Segundo ele, em depoimento obtido com exclusividade pelo Blog do Gilberto Léda, os dois estavam casados há aproximadamente dois anos, mas a relação “foi esfriando” com o tempo.

O policial diz que há pouco mais de uma semana já havia começado a retirar suas roupas do local, tendo ido para a casa dos pais. Ele conta que havia ficado acertado que Bruna Lícia deixaria o apartamento.

No depoimento, Carlos Eduardo diz que na sexta-feira (24) ainda chegou a dormir junto com a esposa, mas que nesse mesmo dia havia ficado decidido que eles “iriam se separar definitivamente”.

O PM confirma que havia uma terceira pessoa no apartamento quando ele chegou ao local, por volta das 14h, segundo informou mais cedo o Blog.

Fonte: Domingos Costa e Gilberto Leda 
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA