Compartilhe essa Notícia:

Vídeo 

Prefeito Fred Maia decretou estado de calamidade pública ontem, dia 21 e pelo jeito foi a decisão mais acertada do ano; mais de mil moradores foram expulsos de casa pela maior enchentes dos últimos anos; o povo está aterrorizado com o novo coronavírus; e ainda tem muita gente disposto a esquecer todos os problemas se aglomerando na região do Cuscuz, bebendo e banhando nas águas do Mearim. Um perigo. Como se não bastasse, na tarde deste domingo, agrediram a paulada um guarda municipal que tentou organizar o trânsito e conscientizar a população do perigo de ficar aglomerado naquela área. Parece que o distúrbio social começou em Trizidela do Vale?

Mais imagens da anarquia

Vídeos





Fotos



Guarda Municipal foi agredido com uma paulada na cabeça 

"Vamos morrer de enchente ou de Corona mas ninguém vai impedir de morrermos feliz", disse um banhista.

Mais

Trizidela do Vale está debaixo d`água  | https://www.carlinhosfilho.com.br/2020/03/trizidela-do-vale-esta-debaixo-dagua.html?m=1
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

10 Comentários

  1. Falta de um revólver bom pra derrubar

    ResponderExcluir
  2. Lugar p ter vagabundo igual essa trizidela ta p nascer

    ResponderExcluir
  3. Vcs so ver o caso do guarda mais não ver oq ele fez com um cidadão ne ? Q eu saiba um guarda ta ali pra organizar o trânsito e não pra bater em ninguém ele levou uma remada por q ele agrediu o rpz com um soco na casa isso ninguém fala ne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, bateu no rapaz sem necessidade nem uma..

      Excluir
  4. Nada que spray de pimenta não resolva

    ResponderExcluir
  5. Rapaz isso tudo acontecendo.... cheia do rio... corona virus....Corinthas rebaixado do paulista..... tudo culpa do PT.

    ResponderExcluir
  6. E o nome desse guarda não consta na reportagem, reportagem tem que ser mais completa.

    ResponderExcluir
  7. Isso é desrespeitar a lei , Tem que serem punidos.

    ResponderExcluir
  8. Povo sem Noção alguma do perigo...

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA