Compartilhe essa Notícia:


Em entrevista coletiva virtual na manhã desta quarta-feira (15), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou novas medidas restritivas para conter os números no estado do novo coronavírus. Entre as medidas, destaque para a decisão sobre supermercados que terão que trabalhar com apenas metade de sua capacidade e consumidores só poderão entrar nos estabelecimentos de máscara.

O número de cestas e carrinhos vão ser reduzidos, e as vagas de estacionamento também devem ser reduzidas pela metade, tudo para diminuir a disseminação do vírus.

“Há um estudo cientifico que os supermercados são locais de grande propagação. Estamos vendo as pessoas usando o supermercado como se fosse um substituto de um shopping center. Não é! O supermercado está aberto porque é um serviço essencial”, disse Flávio Dino.

Além disso, vai ser permitido a entrada de 1 pessoa por família, sendo duas apenas se for de extrema necessidade. O governador anunciou que os supermercados tem até 48 horas para se adequar às novas regras impostas com o novo decreto, monitorando a entrada de pessoas e sempre oferecendo álcool em gel, água e sabão para os consumidores.

Flávio Dino aproveitou a oportunidade para enfatizar ainda mais que o distanciamento social é a melhor forma de evitar a proliferação do novo coronavírus.

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria do Estado de Saúde, o estado está com 630 casos confirmados do novo coronavírus e 34 óbitos. 533 casos foram confirmados apenas na capital maranhense.

Fonte - Enquanto Isso no Maranhão
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

0 Comentários

Informe da ALEMA