Compartilhe essa Notícia:


Moradores que vivem na região entre o município de Lagoa Grande ao povoado Pau Ferrado, zona rural de Itaipava do Grajaú, estão reclamando da péssima condição da rodovia estadual entre os dois municípios. Segundo eles, o tráfego nela é praticamente inviável.

São aproximadamente 70km de estrada sem asfalto, que torna a passagem dos motoristas mais difícil ainda nessa época de chuva. A lama acumulada na via já atolou vários carros e torna o trânsito perigoso, uma vez que o trecho por estar muito escorregadio pode tombar veículos pesados, inclusive os de passageiros. 

Os moradores do trecho que passa por Lagoa Grande querem que o prefeito Chico Freitas entre em contato com o Governo do Estado, a fim de tentar viabilizar o asfaltamento ou qualquer melhoria na rodovia. Muitos vídeos estão circulando nas redes sociais, solicitando ações e mais empenho da Secretaria de Infraestrutura do Estado para resolver a demanda. 

Enquanto a rodovia rumo a Itaipava do Grajaú continua problemática e sem previsão de melhoras, a MA-245 entre Lagoa Grande e Lago da Pedra já está com asfalto e a ponto de ser inaugurada. 

"Essa estrada no papel já foi feita não sei quantas vezes, mas a realidade é essa: abandono e dificuldade para passar; todo dia a gente ver vídeos de internautas, reclamando das condições da estradas, e nenhum governante aqui da região ou do estado do Maranhão já fez algo por nós", reclamou um morador da região.

Assista a precariedade no vídeo acima. 

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

3 Comentários

  1. Esse governo mal caráter não vai inaugurar essa ma entre lago da pedra e lagoa grande não
    Pq não vão concluir a obra
    Há 4 anos q foi iniciada esta obra
    E até agora não foi concluída

    ResponderExcluir
  2. Esse trecho faz parte de uma rodovia estadual que interligaria os municípios de Lago da Pedra e Itaipava do Grajaú-MA. Depois de "assaltarem" por anos ou desviarem os recursos da rodovia, o projeto caiu no esquecimento. A última vez que a estrada recebeu um trabalho de qualidade foi na sua criação pela Mendes Junior nas décadas de 1990-2000, de lá pra cá só foram realizadas péssimas manutenções e agora nem isso mais. Vale ressaltar que essa rodovia é estratégica pro estado e pode contribuir em muito pro desenvolvimento econômico da região: escoamento da produção agropecuária por exemplo. Chega a causar vergonha quando algum amigo de São Mateus, Bacabal ou Pedreiras, que não conhece a realidade local, pergunta como está a estrada que leva pra Grajaú. Pois a rodovia reduziria muito o tempo de condução e combustível. Saindo de Bacabal não precisaria mais rodar "o mundo todo", passando por Presidente Dutra, para chegar em Grajaú-MÁ. Essa estrada facilitaria muito a vida dos moradores dos povoados que penam pra poder marcar consulta médica, vender peixe, hortaliças, cheiro verde...O trecho de Lago da Pedra a Lagoa Grande do Maranhão foi realizado, de Itaipava à Grajaú também foi feito, o que impede terminarem de ligar essa duas cidades? O mesmo pode ser aplicado às estradas vicinais que ligam a sede de Lagoa Grande ao povoado Lagoa do Coco e São Raimundo do Doca Bezerra ao povoado Três Lagoas do Piraca, neste exemplo aqui, é impossível qualquer gestor municipal fugir à responsabilidade de aplicar os recursos. São aproximadamente 50 km, os prefeitos que fizessem isso entrariam pra história da região. Quanto a situação da MA esquecida, a parcela maior de responsabilidade é do executivo e legislativo maranhense.

    ResponderExcluir
  3. rummm.....essa turma todinha dessa região ai em 2018 votaram em Flavio Dino, em 2022 votarão em Weverton Rocha, candidato dele. ou seja, os moradores mesmo fazem com que essa situação se perpetue. Vulgo: "mulher de bandido"..rsr

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA