Compartilhe essa Notícia:


Longe das acusações infundadas, os empresários pedreirenses se anteciparam ao decreto e no último dia 29 de abril solicitaram ao prefeito e a PM medidas mais firmes para conter as aglomerações. – “Vendas, lucros, podem ficar para depois, a saúde e a vida em primeiro lugar.”
 
Entrada da Avenida Rio Branco, Centro Comercial de Pedreiras -MA - Foto: Pedras Verdes

Nesta segunda-feira (4), está valendo o novo decreto municipal “Decreto Municipal 020/2020”, em que novamente fechou os estabelecimentos comerciais não essenciais em Pedreiras. O decreto é ainda mais rigoroso que o primeiro e tem o objetivo de evitar a todo custo aglomerações em diversas lojas, principalmente as localizadas na Avenida Rio Branco.

Os donos dos estabelecimentos têm sido injustamente criticados (nas redes sociais ou em comentários em blogs) com acusações infundadas que eles pressionam o governo municipal para “manter as portas das lojas abertas, na ávida busca de lucros, dando as costas para o perigo real da pandemia do novo coronavirus.”
 
Santuário de São Benedito, em Pedreiras - Foto: Pedras Verdes

Esse pensamento não tem nenhum embasamento de verdade, os empresários estão sim, bastante preocupados com a propagação da Covid-19, com a saúde de seus funcionários, colaboradores, clientes, enfim, com a população em geral de Pedreiras e região.

Uma prova que os empresários não pressionam o prefeito para manter o comércio não essencial aberto, é que eles, através de suas entidades representativas (ACIAP, CDL e SINDLOJAS), no último dia 29 de abril, enviaram ofícios ao 19º Batalhão da Polícia Militar de Pedreiras e ao prefeito Antônio França, solicitando medidas urgentes para conter as aglomerações na cidade. Essas medidas estavam inclusas o fechamento de lojas. Para eles, a vida é bem mais importante que os negócios. Os empresários mostraram que tem responsabilidade social com a população e não são indiferentes com os perigos reais da Covid-19.

“Vendas, lucros, podem ficar para depois, a saúde e a vida em de todos nós em primeiro lugar,” declarou Edivan (Ideal Magazine e Agro Marinha).
 
Praça da Sucan - Castelo de Leican, em Pedreiras  - Foto: Pedras Verdes

Vale ainda destacar que a classe empresarial pedreirense está a todo custo evitando demissões e mantendo o quadro de funcionário. Algumas lojas deram férias coletiva para não prejudicá-los e vão segurar todos funcionários até onde for possível.

Praça do Mercado Central de Pedreiras - Foto: Pedras Verdes

Leia essa matéria do blog do colega Sandro Vagner, postada no dia 29.04.2020, sobre a preocupação dos empresários de Pedreiras

Pedreiras: ACIAP, CDL e SINDLOJAS solicitam urgência à PM e ao gestor municipal sobre aglomerações





Por Sandro Vagner 


Devido as grandes aglomerações, ocorridas nos últimos dias, no centro comercial de Pedreiras, as entidades representativas ACIAP, CDL e SINDLOJAS, encaminharam ofícios ao Comando do 19º Batalhão de Polícia Militar e ao Prefeito de Pedreiras, Antônio França de Sousa, no sentido que sejam tomadas as medidas cabíveis, para tentar conter o grande número de pessoas que tem se aglomerado em frente às agencias bancárias, casas lotéricas e outros correspondentes bancários.

Desde que foi decretado pelo prefeito a abertura do comércio, no dia 12 de abril, segundo o diretor das CDLs no Brasil, Benselmo Braga, a classe empresarial vem cumprindo com as normas, de acordo com as determinações inseridas no referido decreto municipal.

“Nunca tinha visto tanta gente nas ruas, isso acontece apenas no período natalino, mas vale ressaltar que essa aglomeração não se dá pela abertura do comércio, digo isso por que, pouca gente é vista no interior das lojas, mas, sim, pela movimentação nas agências bancárias, lotéricas, outros locais que atendem essas pessoas; e por último, do governo federal, por última análise, por causa do pagamento que está sendo feito dessa maneira. Caso algo de pior venha acontecer, a culpa não é nossa, estamos fazendo a nossa parte. Por isso, encaminhamos os ofícios às autoridades competentes, para que tomem as medidas cabíveis, urgentes.” Disse Benselmo Braga, Diretor da CNDL – Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas.

Os ofícios foram protocolados hoje (29). As entidades representativas esperam que a resposta venha o mais breve possível. E que a população se conscientize, quanto a questão do distanciamento, e que todos possam tomar os cuidados necessários para evitar o aumento dos casos de Coronavírus em Pedreiras.

Vale ressaltar que a responsabilidade de fiscalização, direcionada pela abertura do comércio, está inserida no Artigo 14º do Decreto Municipal, que diz o seguinte:




Art. 14º A fiscalização das medidas determinadas por esse decreto serão realizadas pelo PROCON, Defesa Civil Municipal, Vigilância Sanitária, Fiscalização Geral do Município, Agentes de Trânsito, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Faça cada um sua parte!

 Fotos da Avenida Rio Branco registradas nesta segunda - feira, dia 4 de maio. 















⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

6 Comentários

  1. Isso é retórica e desculpa desses lojistas, pois hoje mesmo pela manhã todas as lojas da A. Rio Branco estavam com uma pequena porta aberta e segundo eles era só pra receber carnês, mas isso vai contrário ao decreto pois as lojas e as ruas tinha aglomerações.

    ResponderExcluir
  2. É melhor deixar liberado o comercio, pois pelo menos ninguém vai ficar se esfregando no outro na portinha de entrada das lojas.

    ResponderExcluir
  3. Benselmo Braga, você como diretor da CNDL de Pedreiras, primeiro faça sua parte fechando suas lojas e não fique culpando os outros

    ResponderExcluir
  4. Esses decretos emitidos pelos prefeitos, lamentavelmente, são uma piada de mau gosto. É meramente é documento que ninguém respeita. Os logistas ficam com essa gracinha de meia porta aberta. Isso não tá escrito no decreto. Sem falar que não há a devida fiscalização. E também, com ou sem decreto, as filas da morte nas lotéricas e agências da Caixa, seguem o seu roteiro cruel, onde as pessoas, sem alternativa, se amontoam todos os dias.
    Meus Deus, nos proteja, Senhor!

    ResponderExcluir
  5. Que eu saiba decreto é pra fechar as portas total essa de receber pagamentos é só um insunto a sociedade todo bando de hipócrita , saudades da época do juíz Dr Douglas que tinha responsabilidade e compromisso com a sociedade pedreirense.

    ResponderExcluir
  6. qual a diferença de aglomeração dentro de uma loja pra a da rua ?

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA