Compartilhe essa Notícia:


Na última segunda-feira (4), o Blog publicou a notícia de que o ex-prefeito de Poção de Pedras, Gildásio Ângelo da Silva, o Dr. Gildásio, tinha contraído o novo coronavírus. Apesar das primeiras informações indicarem que ele estava bem e se medicando normalmente em casa, na última quarta-feira (6) o ex-prefeito apresentou uma piora no quadro de saúde e teve de ser levado para o Hospital São Domingos, em São Luís. 

A informação alarmou muitos moradores que acreditaram que ele estava com quadro grave da doença. 

Porém, em resposta aos comentários que expressavam preocupação, na manhã desta quinta-feira (7), por volta das 11h, o Dr. Gildásio publicou um vídeo nas redes sociais esclarecendo sobre o seu estado de saúde. Na gravação ele deixa claro que apesar da tosse ter piorado ontem, ele está bem e não apresenta nenhum sintoma grave. 

Confira a mensagem compartilhada por ele nos grupos de Whatsapp. 

"Caros amigos do grupo. Bom dia! A propósito das manifestações de preocupação desses valiosos amigos, a quem eu quero agradecer, venho registrar que de fato essa doença é cruel. Porém eu não tenho apresentado sintomas graves. 

Apresentei tosse e discreto cansaço o que me trouxe ao Hospital para exames e avaliar a saturação que aliás está ótima (97%). Fiquei internado para melhorar esse cansaço e retirar a tosse, além de uma medição via venosa que é melhor. Não sou diabético e nem hipertenso, o que ajuda muito. Estou bem e tranquilo."


⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

2 Comentários

  1. Pq não veio se tratar aqui no excelente hospital pospedrensse que vc construiu? Afinal de contas Poção Pedras é referência na saúde, atualmente na gestão do #Cascarianuncamais tem condições excelentes pra mand-los pra onde vcs políticos mau caráter merecem, pegue o vírus Cascaria e saía do seu esconderijo é venha pro excelente hospital da cidade que vc administra. Poção de Pedras só é administrada per mau políticos. É uma tristeza.

    ResponderExcluir
  2. Deveria ter um decreto, obrigando
    políticos e expoliticos a se tratarem em sua cidade de origem, afinal se não tem saúde se qualidade é por falta de compromisso e eesponssavidade deles mesmos, o importante (Gildasio) vai a tratar no melhor hospital de São Luís aí se alguém da cidade adoecer vai pra onde? sem condições de comprar nem o remédio. Fica a dica.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA