Compartilhe essa Notícia:


Quem passou, nos últimos dias, em frente ao famoso restaurante Ponto X, localizado próximo a Praça do Jardim, em Pedreiras, notou algo diferente. Um grande cartaz foi posto na porta do estabelecimento com os dizeres: “Não nos deixem fechar as portas. Precisamos de apoio imediato dos bancos e governos.”

O ato foi uma medida encontrada pelos empresários Marcelo e Rafael, preocupados com a possibilidade de fechamento definitivo do restaurante. O setor é um dos mais afetados pelo distanciamento social e determinações de diversos estados e municípios para a contenção da transmissão do novo coronavírus.

O restaurante, em funcionamento desde 2004, costumava ser bastante frequentado antes da pandemia. O lugar, inclusive, chegou a ganhar o prêmio de "Melhor PF do Brasil" com o prato "Desejo de Catirina", em um concurso com mais de 500 restaurantes inscritos em todo o país.

O Aviso faz parte de uma campanha de bares e restaurantes em diversas cidades que sofrem com as restrições imposta pela quarentena. 

Em uma carta entregue a instituições financeiras, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) afirma que, sem ajuda financeira, cerca de seis milhões de pessoas que trabalham no setor podem perder os empregos no país.

O Ponto X não faliu e segue funcionando com entregas (delivery). O povo de Pedreiras não vai deixar que um de seus melhores restaurantes feche as portas. 


⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

7 Comentários

  1. Libera o recurso, Paulo Guedes! As pequenas empresas não podem quebrar, além do triste fato triste dos empregados serem demitidos ainda se perde um elemento da identidade cultural do local. Esse governo tem que se sensibilizar que sua base é composta em sua maioria por micro empresários. Ninguém tem culpa de uma pandemia como essa que logo será controlada e tudo começará a voltar ao normal.

    ResponderExcluir
  2. O Marcelo é um cara bacana, sinto muito pelo o que ele esta passando e endosso o seu apelo.

    ResponderExcluir
  3. Os Bancos deveriam abrir uma linha de crédito fácil, sem tanta burocracia. Com carência e prazo acessível, juros baixo. Pena que o BNDES está quebrado. Dava para o governo abrir uma linha de crédito dividindo entre seus bancos por exemplo. Banco do Brasil, Caixa, Banco do Nordeste, BNDES, etc...
    Também os bancos privados com linhas de crédito fácil, que a economia volta a crescer.
    Tipo, linha de crédito para empresas manterem seus funcionário empregos ativos, assim exercendo suas atividades. Vamos agilizar Paulo Guedes!

    ResponderExcluir
  4. Bolsonaro estar se preocupando é com os grandes empresário. Odeia a classe média.

    ResponderExcluir
  5. Se fosse só o dele era fácil resolver . Quantos estabelecimentos da nossa região estão na mesma situação !!! Passo em Igarapé Grande Trapiche o melhor boteco da região abandonado em lago do junco cervejaria the noite portas fechadas em pedreiras nosso boteco ,boteco do goiano e paioça mesma situação !!! Todo mundo se ferrando

    ResponderExcluir
  6. paulo guedes é. eu C....ú

    ResponderExcluir
  7. Hj tenho 2 negócios não sei como vou reabrir e tenho medo de pega mas um emprédistimo estamos no beco muito difícil de sair mas vamos sair

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA