Compartilhe essa Notícia:


Por conta da suspensão das aulas devido a crise do coronavírus, a Prefeitura de Lago dos Rodrigues vem transformando a merenda escolar em cestas de alimentos, que são distribuídas diretamente na casa dos alunos. 

O prefeito Edjacir Leite já realizou a primeira etapa dessa iniciativa na sede, e agora, a ação tem continuidade na zona rural do município. Dentre os povoados que serão contemplados estão, Laguinho do Simeão, Laguinho dos Gonçalos, São Francisco, Cesário, Juruparana, Abreus, São João da Mata, Custódio, Centro dos Pernambucos, Centro dos Toinhos, Alípio, Boa Vista dos Lopes, São Lourença, Três Polos, Boa Vista dos Filós, Prima Vera, Poção dos Cruzes, Morada Nova, Marajazõ e Santa Rita. 

"Essa já é a segunda remessa, a primeira entregamos na sede e no povoado Barraquinha. Agora, iremos destinar os alimentos para as crianças e adolescentes das demais localidades na zona rural. Essa distribuição se trata de uma medida urgente em razão do estado de calamidade em que se encontra o Brasil devido à pandemia. Amanhã já estaremos trabalhando para distribuir as cestas", afirmou o Secretário de Educação Cícero Rumão Batista da Silva.

Os alimentos são oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar, e Lago dos Rodrigues distribuirá aproximadamente 7 toneladas para os alunos que estão sem poder ir às aulas nesse período. 


Comunidado do Secretário de Educação de Lago dos Rodrigues. Veja. 




⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

4 Comentários

  1. Muita vagabundagem msm a merenda em casa é pra toda a rede Municipal não é só pro interiores.... Ainda fala que as criança já receberam a 1 etapa sendo que muitas família que tem suas criança na rede do município nunca recebeu nem a 1 etapa

    ResponderExcluir
  2. Mais uma iniciativa do prefeito Edijacir. Fazendo exatamente como manda a LEI!

    ResponderExcluir
  3. Não está fazendo mais que a obrigação o dinheiro da merenda escolar e federal e quem diaponibilizou essa possibilidade foi o governo federal nao foi o prefeito ele é só um intermediário.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA