Compartilhe essa Notícia:




Na última terça-feira (2), uma moradora passou por momentos difíceis ao ser assaltada dentro de sua residência no Bairro Santo Antônio, em Trizidela do Vale. 


O que chama atenção na ocorrência foi a abordagem e o comportamento que o criminoso assumiu. De acordo com a vítima, que não será identificada pelo Blog, o meliante apesar de utilizar uma arma, era educado, não tinha aparência de criminoso ou drogado, não praticou nenhum ato de violência e disse que só queria o dinheiro. A moradora ficou tão impressionada que afirmou posteriormente que pensou até mesmo em reagir. Nem mesmo a cachorra da casa estranhou.

O Ladrão invadiu a casa tranquilamente subindo o muro e entrando pelo quintal, curiosamente o mesmo lugar onde a cachorra estava. Ao abordar a mulher, que estava na sua casa apenas com seus dois filhos (o mais velho de 12 anos), ele se limitou apenas a dizer que não queria que ninguém olhasse para o rosto dele. Tudo com muita calma.

A fim de não ter nada de valor roubado, a primeira reação da proprietária foi negar que havia dinheiro na residência, e que toda a quantia estava no banco. O ladrão não acreditou e insistiu que ela entregasse o dinheiro. A vítima ofereceu um valor aproximado de 40 reais que estava em sua carteira, afirmando que era tudo que tinha, porém, novamente o ladrão não acreditou, mencionando novamente que queria "o dinheiro".

Devido à insistência do Ladrão em pedir um valor maior, a mulher acredita que o meliante já tinha informações privilegiadas de que ela tinha 1400 reais, valor que seria usado para pagar um pedreiro. Assustada, ela entregou o dinheiro.

Em dado momento da ação criminosa, o meliante pediu educadamente que a mulher e os filhos ficassem dentro do banheiro. "No momento parecia que ele ia pegar a chave da casa, trancar a gente e sair com a nossa moto", disse a vítima. Porém, curiosamente ele não manifestou nenhum interesse pela chave da motocicleta da mulher, deixando o objeto em cima de uma mesa. O Bonitão saiu pelo mesmo lugar de onde tinha vindo, pulando o muro do quintal.

Partindo da descrição da vítima que afirmou que o assaltante não "parecia ser do ramo dos assaltos", que "era até bonito" e não parecia drogado, seria essa ocorrência efeito da crise que está fazendo com que trabalhadores normais comecem a entrar para a criminalidade em nossa região?

Do blog Estilo é com Mayane

⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

3 Comentários

  1. ladrao nao tem cara nem aparencia, ladrao é um dom de vagabundagem.
    agora so porque o car é de boa aparencia da entender que o vlog quer diser quenao é crime, me poupe

    ResponderExcluir
  2. So tenho uma certeza: Esse ladrão era eleitor do Lula, só estava fazendo o que o Luladrão o ensinou. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

    ResponderExcluir
  3. Ótima reportagem! E concluiu melhor ainda.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA