Compartilhe essa Notícia:

Imagem: Reprodução

A Prefeitura de Lago da Pedra restringiu a circulação de veículos em algumas ruas que compreendem o Centro, como forma de diminuir a circulação de pessoas. Essa é mais uma medida adotada para conter o avanço do Covid-19 no município. A ideia é ampliar a taxa de isolamento. 

Ruas que estão com o acesso restrito:

Rua Senador Vitorino Freire com cruzamento da Rua Antonio Coêlho.

Rua Baima Serra com cruzamento da Rua Antonio Coêlho.

Rua Mendes Fonseca com cruzamento da Rua Deputado Raimundo Bogéa.

Avenida Antonio Balé com cruzamento da Rua Deputado Raimundo Bogéa.

Rua Coronel Pedro Bogéa (imediações do Lago Center).

Rua Senador Vitorino freire com cruzamento da Rua Eliezer Moreira.

Rua do Jaguar com cruzamento da Rua Eliezer Moreira.


Carros com lotação de passageiros estão proibidos de entrar na cidade. Também está proibida a prática de esportes e de qualquer atividade física.

Estão suspensas, provisoriamente, a licenças já expedidas a vendedores ambulantes ou atividades similares, inclusive feiras livres, que se desenvolvam nas ruas interditadas.

Serviços considerados essenciais funcionarão das 7h às 21h. Fica mantido o toque de recolher, das 21h às 5h. O uso de máscara continua sendo obrigatório.

A fiscalização será feita pela Polícia Militar e Guarda Civil Municipal (GCM).

Em caso de descumprimento de medidas, as ocorrências serão encaminhadas ao Ministério Público e à Delegacia de Polícia Civil. 

O Decreto de n° 015/2020, de 29 de maio de 2020, entrou em vigor hoje, 1º de junho, e vai até às 0h do dia 07 deste mês.

O número de contaminados pelo Covid-19 aumenta a cada dia em Lago da Pedra. De acordo com o último boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), o Município registra:

Casos confirmados (414)

Óbitos (24)

Recuperados (68)

Suspeitos aguardando exame (101)



Veja o Decreto







Com informações Walney Batista
⬇️⬇️ COMENTE AQUI ⬇️⬇️

2 Comentários

  1. Sem fiscalização o povo não obedece...hoje na central de abastecimento eu presenciei comerciantes que vendem produtos alimentícios trabalhando sem máscara... cadê a fiscalização

    ResponderExcluir
  2. No posto de saúde do bairro Serra doura um elemento fazendo baderna, sem máscara e até derramou serveja dentro do posto e nem uma denúncia e os funcionários batendo papa com o meliante normal, como se nada tivease acontecendo.

    ResponderExcluir

Informe da ALEMA